20161226

O poder da gratidão. Salmo 103:1-5. Pr. Edenir Araújo - Culto de Celebração - 25/12/16

“1 Bendize, ó minha alma, ao Senhor, e tudo o que há em mim bendiga ao seu santo nome. 2 Bendize, ó minha alma, ao Senhor, e não te esqueças de nem um só de seus benefícios. 3 Ele é quem perdoa todas as tuas iniquidades; quem sara todas as tuas enfermidades; 4 quem da cova redime a tua vida e te coroa de graça e misericórdia; 5 quem farta de bens a tua velhice, de sorte que a tua mocidade se renova como a da águia.” Sl 103:1-5

Introdução

Jesus é o nosso maior referencial de comportamento. Hb 12:1-2; 1Co 11:1.

Ele com seu estilo de vida santo deve ser imitado em tudo, por que em tudo ele jamais pecou. A gratidão sempre foi uma das marcas mais evidentes em Jesus enquanto viveu como homem. Jesus era grato e, com o próprio exemplo, nos ensina que devemos ser agradecidos em todo o tempo.

Muitos milagres que Jesus operou, foram precedido pela uma manifestação de gratidão.

A multiplicação dos pães e peixes. Mt 14
A ressurreição de Lázaro. Jo 11

Um provérbio Rabínico diz que:

“Deus um dia cobrará de nós por todas as coisas que Ele criou para o nosso deleite e nós nos recusamos a desfrutar”.

Quando não somos gratos, rejeitamos as obras do criador.

No texto do Salmo 103 nós vemos que o perdão, a saúde, a vida de Deus, o favor, a misericórdia, a prosperidade, a disposição da mocidade estão intimamente ligadas a prática da gratidão.

Não é só uma questão de reconhecimento por algo que nos trás benefício, mas de decisão interior. 

Wayne Cordeiro, pastor da maior igreja do Havai, diz crer, que...

Deus está mais preocupado com o fato de sermos gratos do que com qualquer outra coisa”.

Por que devemos ser gratos?

1. A gratidão tem o poder de alegrar o coração do pai

Nada agrada mais a Deus do que a gratidão. A vontade de Deus é que, em meio a todas as circunstâncias, demos graças (1Ts 5:18). “Em tudo, dai graças, porque esta é a vontade de Deus em Cristo Jesus para convosco.”

As ações de graças talvez sejam o tipo de oração mais negli­genciado pelos crentes.

Possivelmente, muitos pensam que elas não são orações poderosas para mudar as circunstâncias da vida ou para tocar o coração de Deus, mas esse é um tremendo equívoco.

No Salmo 100:4 somos exortados a entrar na presença de Deus com ações de graças continuamente.

“Entrem pelos portões do Templo com ações de graças, entrem nos seus pátios com louvor. Louvem a Deus e sejam agradecidos a ele. Pois o Senhor é bom; o seu amor dura para sempre, e a sua fidelidade não tem fim.”

Pode não parecer algo razoável dar graças por cada problema por que passa­mos. Mas é essa exatamente a vontade de Deus.

“Dando sempre graças por tudo a nosso Deus e Pai, em nome de nosso Senhor Jesus Cristo.” Ef 5:20

O coração agradecido é aquele que recebe com uma sincera demonstração de gratidão da pessoa a quem ajudou. Não há quem não se sinta muito bem, feliz mesmo, quando constata que a sua ajuda foi devidamente reconhecida pela pessoa que a recebeu.

Quantos aqui ficam felizes por terem ajudado alguém e depois está pessoa o agradece pelo bem feito?

2. A gratidão tem o poder de mudar as circunstancias.

A única maneira de sermos gratos por tudo é reconhecendo o Senhor em nossas circunstâncias. Se nós O reconhecermos em nossos caminhos, Ele endireitará as nossas veredas.” Pv 3:6

Se formos capazes de ver a mão de Deus nas circunstâncias, seremos capazes de ser gratos pela obra que Ele faz em nós.

Jesus nosso exemplo de gratidão na multiplicação dos pães

Então, Jesus tomou os pães e, tendo dado graças, distribuiu-os entre eles; e também igualmente os peixes, quanto queriam.” Jo 6:11

Essa é a descrição de como o Senhor multiplicou os pães. Se fôssemos nós a orar pela multiplicação dos pães, talvez não usásse­mos a oração de ações de graças. Em nosso conceito, seria mais apropriada uma oração de fé. Mas Jesus apenas deu graças para nos ensinar o poder de um coração grato e contente diante de Deus.

Senhor! Ensina-me a ser grato em qualquer circunstância.

3. A gratidão tem o poder de trazer o contentamento.

Se não há contentamento pelo que Deus tem dado, Ele não pode multiplicar. Seria incoerente com a natureza de Deus Ele conti­nuar nos dando algo que não desejamos receber ou pelo que não somos gratos. O descontente deprecia a bênção do céu. Mas o con­tentamento, que vem pela gratidão, dá ao Senhor ocasião para nos dar porção ainda maior. A gratidão tem o poder da multiplicação.

Paulo era agradecido em todas as situações

“11 Digo isto, não por causa da pobreza, porque aprendi a viver contente em toda e qualquer situação. 12 Tanto sei estar humilhado como também ser honrado; de tudo e em todas as circunstâncias, já tenho experiência, tanto de fartura como de fome; assim de abundância como de escassez; 13 tudo posso naquele que me fortalece.”

O exemplo na cadeia de Filipos

Cada um de nós deveria se esforçar para ser parecido com Matthew Henry, que viveu no século XVIII. Quando ele foi roubado, es­creveu o seguinte em seu diário: “Deixe-me agradecer primeiro porque nunca fui roubado antes. Segundo, embora eles tenham levado minha bolsa, não levaram minha vida; Terceiro, porque eles levaram tudo que tinha em minha bolsa, mas não foi muito, e, Quarto, porque foi quem fui roubado, e por não ser a pessoa que roubou.”

4. A gratidão tem o poder de trazer vida onde existe morte.

Na ressurreição de lázaro Jesus fez o mesmo que na multipli­cação dos pães. Ele apenas agradeceu a Deus e depois chamou a lázaro da morte para a vida.

“E Jesus, levantando os olhos para o céu, disse: Pai, graças te dou porque me ouviste. E, tendo dito isto, clamou em alta voz: Lázaro vem para fora!” Jo 11:41-43

Eu creio que Ele rendeu graças para nos ensinar que ações de graças dão sabor à uma vida morta. A gratidão coloca vida em nossas vidas. Por que Deus se interessa tanto pela nossa gratidão? Porque ações de graças mudam a nossa atitude diante da vida. Ações de graças produzem contentamento. A vontade de Deus é que tenhamos um coração grato que produza contentamento. A gratidão é a medicina para todo o ser, e nada pode fazer melhor ao coração.  E podemos, em Cristo, nos existencializar na gratidão e no contentamento.

5. A gratidão tem poder quando ela é expressada de todo o coração.

“11 De caminho para Jerusalém, passava Jesus pelo meio de Samaria e da Galiléia. 12 Ao entrar numa aldeia, saíram-lhe ao encontro dez leprosos, 13 que ficaram de longe e lhe gritaram, dizendo: Jesus, Mestre, compadece-te de nós! 14 Ao vê-los, disse-lhes Jesus: Ide e mostrai-vos aos sacerdotes. Aconteceu que, indo eles, foram purificados. 15 Um dos dez, vendo que fora curado, voltou, dando glória a Deus em alta voz, 16 e prostrou-lse com o rosto em terra aos pés de Jesus, agradecendo-lhe; e este era samaritano. 17 Então, Jesus lhe perguntou: Não eram dez os que foram curados? Onde estão os nove? 18 Não houve, porventura, quem voltasse para dar glória a Deus, senão este estrangeiro? 19 E disse-lhe: Levanta-te e vai; a tua fé te salvou.” Lc 17:11-19

Eu creio que os dez leprosos se alegraram com a cura, mas a gratidão só foi demonstrada no retorno e adoração do ex-leproso. Como recomnpensa ele recebeu a aprovação de Jesus.

“A gratidão silenciosa não é útil a ninguém.”

Isso é muito verdadeiro. É por isso que trabalho para cultivar um coração de gratidão e me esforço para expressar a gratidão conti­nuamente. Tento ser grato até pelas pequenas coisas. E pelas grandes também, e, às vezes, tenho que fazer algo altamente intencional para expressar minha gratidão.

Não confie em seu coração, mas decida ser grato.

Todos os dias eu me assusto com o volume das fantasias e projeções que procedem do coração humano e rouba deles toda gratidão. Quem, porém, ama a soberania de Deus só enxerga gratidão.

Comece a agradecer pela vida que você tem, e não murmure pela que você não tem. Celebre diante de Deus a vida hoje, como ela é, e não se preocupe com o amanhã. Hoje é o dia da gratidão.

Portanto, seja grato pelo que você tem e não se queixe de nada, pois aquilo que hoje pode estar sendo a sua dor amanhã poderá ser a sua salvação. Por isso, ande em gratidão!

Como posso colocar o poder da gratidão em ação?

1. Separe um tempo de qualidade para descansar e cativar sua mente e coração no Senhor.

“1 Bem-aventurado o homem que não anda no conselho dos ímpios, não se detém no caminho dos pecadores, nem se assenta na roda dos escarnecedores. 2 Antes, o seu prazer está na lei do SENHOR, e na sua lei medita de dia e de noite. 3 Ele é como árvore plantada junto a corrente de águas, que, no devido tempo, dá o seu fruto, e cuja folhagem não murcha; e tudo quanto ele faz será bem sucedido.” Sl 1:1-3

O que dá vigor para o crente é o tempo de descanso em Deus.

O homem foi criado para contemplar a criação.

Deus criou o homem para o descanso contemplativo. Nos sexto dia Deus criou o homem e no sétimo Ele descansou.

“1 Assim, pois, foram acabados os céus e a terra e todo o seu exército. 2 E, havendo Deus terminado no dia sétimo a sua obra, que fizera, descansou nesse dia de toda a sua obra que tinha feito. 3 E abençoou Deus o dia sétimo e o santificou; porque nele descansou de toda a obra que, como Criador, fizera.” Gn 2:1-3

Deus descansou no sétimo dia porque tinha terminado seu trabalho de criação. Deus não descansou porque estava cansado. O descanso de Deus serve de exemplo para nós, que também devemos descansar um dia por semana.

O descanso é uma poderosa chave para ativar a gratidão
Todas as pessoas que viajam para Israel podem desfrutar de uma ótima alimentação com frutas e legumes da melhor qualidade. As melhores frutas e legumes do mundo são produzidos em Israel. Até hoje eles preservam o costume de descansarem a terra no sétimo ano. Qualquer agricultor pode testificar o quanto é importante descansar a terra.
Segundo a lei, Israel tinha que descansar o solo no sétimo ano, pois no sexto ano, eles colheriam o suficiente.
Pesquisadores dizem que o solo que descansa no sétimo ano produz 60% mais nutrientes do que o solo que não descansa. As terras que não passam pelo descanso causam prejuízo, pois também é comprovado que alguns vegetais que comemos não tem os mesmos nutrientes que tinham décadas atrás. Isso porque o solo que não descansa enfraquece.
Israel hoje é um dos maiores e melhores produtores de frutas de qualidade que abastece a Europa, e a chave para a prosperidade é que aprenderam a descansar a terra.
Deus ama o princípio do descanso, e quando planejou a nossa casa terrestre (corpo humano), criou o coração para trabalhar descansando. A medicina comprova cientificamente que o coração descansa mais do que trabalha. Assim Deus programou seu coração para trabalhar enquanto descansa. Quando você entra no descanso, você se torna grato e faz muito mais em menos tempo.

2.  Enxergue todas as coisas com bons olhos.

Estou convicto de que a gratidão é uma decisão nossa. Temos em nós mesmos o poder de optar por sermos gratos ou não. Em Mateus 6:22-23 podemos ler:

“22 São os olhos a lâmpada do corpo. Se os teus olhos forem bons, todo o teu corpo será luminoso; 23 se, porém, os teus olhos forem maus, todo o teu corpo estará em trevas. Portanto, caso a luz que em ti há sejam trevas, que grandes trevas serão!” Mt 6:22-23

Eu gosto muito de uma frase que sempre ouço do nosso querido pastor Aluízio: “Tudo é puro para os puros, da mesma maneira que tudo é impuro para os impuros.”

Jesus está falando sobre como podemos ler a vida, sobre como podemos perceber a vida.

50 tons de cinza

Há quem pinte tudo escuro, enquanto outros pintam tudo em cores claras e vivas. A nossa opção pela gratidão define as cores da nossa paleta. Há quem só tenha “50 tons de cinza”, há quem só enxerga a vida com um olhar pessimista e Crítico. Há porém, aqueles que decidiram optar por serem sempre gratos.

A gratidão sempre pinta a vida com cores esplendorosas.

Um pincel especial que nos permite pintar a vida com cores sempre vivas e contagiantes é o pincel da fé. Fé em Deus, na justificação de Jesus, no poder do Espírito Santo, na certeza de que somos mais que vencedores.
Comecemos agora a demonstrar a gratidão contando todas as maravilhas que Deus tem feito. Sl 9:1

Conclusão

Agora, celebre com gratidão a sua vida, cada pessoa, cada encontro, cada dor, cada carinho, cada amor, cada perda, cada equivoco, cada desperdício, cada engano, cada susto, cada amigo, cada inimigo, por cada nascido e por cada sepultado.

Celebre com gratidão a graça e o amor de Deus que é a vida de Jesus que está em nós.

Isto será o início da gratidão.