Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Julho, 2015

O sinais de Deus. Gn 28:10-22. Pr. Edenir Araújo - Culto de Celebração - 19/07/15

10 Partiu Jacó de Berseba e seguiu para Harã . 11 Tendo chegado a certo lugar , ali passou a noite , pois já era sol-posto ; tomou uma das pedras do lugar , fê-la seu travesseiro e se deitou ali mesmo para dormir . 12 E sonhou : Eis posta na terra uma escada cujo topo atingia o céu; e os anjos de Deus subiam e desciam por ela. 13 Perto dele estava o SENHOR e lhe disse : Eu sou o SENHOR, Deus de Abraão , teu pai, e Deus de Isaque . A terra em que agora estás deitado, eu ta darei, a ti e à tua descendência. 14 A tua descendência será como o pó da terra; estender-te-ás para o Ocidente e para o Oriente , para o Norte e para o Sul . Em ti e na tua descendência serão abençoadas todas as famílias da terra . 15 Eis que eu estou contigo, e te guardarei por onde quer que fores , e te farei voltar a esta terra , porque te não desampararei , até cumprir eu aquilo que te hei referido. 16 Desperado Jacó do seu sono , disse : Na verdade , o SENHOR está neste lugar , e eu não o sabia . 17 E, temendo …

A Videira e a dinâmica da igreja. Jo 15:1-16. Pr. Edenir Araújo - Culto de Celebração - 12/07/15

“A igreja foi enviada ao mundo para continuar o que Ele veio fazer, no mesmo Espírito, reconciliando as pessoas com Deus.” Lesslie Newbigin
Leia em sua Bíblia: João 15:1-16
É importante dizer que como em tantos outros ensinos, no texto de João 15, Jesus está se utilizando de uma ilustração ou alegoria para ensinar alguns princípios. Em boa parte de seus ensinamentos, Jesus se utiliza de uma situação física para expressar uma realidade espiritual. Aqui no texto de João 15, Ele diz que o Pai é o agricultor, Ele é a Videira Verdadeira e nós somos os ramos responsáveis por produzir frutos. O ensino de João 15 trata da dinâmica ou vida prática da igreja local. Como já mencionamos, Jesus diz que O Pai é o agricultor que lançou a semente na terra. A semente é o próprio Jesus. Ele mesmo disse: “Em verdade, em verdade vos digo: se o grão de trigo, caindo na terra, não morrer, fica ele só; mas, se morrer, produz muito fruto.” Jo 12:24. Jesus decidiu morrer, e por que morreu produziu muitos frutos. …

Ajustando o coração para o cumprimento do propósito. 1Sm 16:6-7. Pr. Edenir Araújo - Culto de Celebração - 06/07/15

"Sucedeu que, entrando eles, viu a Eliabe e disse consigo: Certamente, está perante o SENHOR o seu ungido. Porém o SENHOR disse a Samuel: Não atentes para a sua aparência, nem para a sua altura, porque o rejeitei; porque o SENHOR não vê como vê o homem. O homem vê o exterior, porém o SENHOR, o coração." 1 Samuel 16:6-7 Introdução Deus sempre começa trabalhando de dentro para fora. Seu agir, seu trabalhar é a partir dos nossos corações. O coração do homem é o marco zero do agir de Deus. Tudo é a partir do coração. Numa construção de uma casa por exemplo, o alicerce é lançado na terra, no solo. Traçando um paralelo, a palavra de Deus que é o nosso alicerce precisa será lançada no solo dos nossos corações. A partir dos nossos corações Deus desenvolverá o seu propósito. Em Jeremias 18 vemos alegoria sobre como Deus estava trabalhando em Israel. No texto, Deus é um Oleiro e o homem é um vaso. Podemos ver então que num primeiro momento Deus cerca o homem por todos os lados, isso …

O poder da confissão. Parte 3. A disciplina da confissão. Pr. Edenir Araújo. Fl 2:12 - Culto de Celebração - 28/06/15

“Desenvolvei a vossa salvação com temor e tremor” (Filipenses 2:12) “A confissão de obras más é o primeiro começo de obras boas.” - Agostinho de Hipona
No coração de Deus está o desejo de perdoar e amar. Por isto ele pôs em ação todo o processo redentor que culminou na cruz e foi confirmado na ressurreição. Nesse processo a palavra de Deus precisou ser liberada de maneira viva. Lembre-mos que a palavra já existia antes de Jesus, mas ela era morte. A Lei nos foi dada como condenação e morte por que ninguém pode cumpri-la. Mas quando a palavra da lei não foi suficiente para salvar a humanidade, a palavra viva, o verbo vivo se fez carne e habitou entre nós. E na cruz aconteceu a maior confissão intercessória de todos os tempos: “Pai perdoa-lhes pois não sabem o que fazem.”
O Gólgota resultou do grande desejo divino de perdoar, mas não poderia acontecer sem que houvesse confissão. Jesus viu que mediante seu sofrimento vicário ele poderia realmente assumir todo o mal da humanidade e assim …