Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Fevereiro, 2015

Como crescer com as tribulações. At 14:22b; 2Co 4:7. Pr. Edenir Araújo - Culto de Celebração - 22/02/15

Escrito original: Não desperdice o seu câncer de Jonh Piper. Adaptado por Pr. Edenir Araújo com o título: "Como crescer com as tribulações."
“...através de muitas tribulações, nos importa entrar no reino de Deus.” At 14:22b
“Porque a nossa leve e momentânea tribulação produz para nós cada vez mais abundantemente um eterno peso de glória.” 2Co 4:17
Introdução: A vida do ser humano, e em especial a do servo de Deus alterna-se em períodos de calmaria e de turbulência, passamos fases em que tudo vai bem, tudo que fazemos dá certo. Porém há outros momentos em que tudo vai mal, tudo dá errado, parece até que Deus esqueceu-se de nós. Há pessoas que dizem: Depois que decidi ser um cristão, a minha vida passou por inúmeros problemas, muitas dificuldades, eu não entendo o porquê de tudo isso.

Gostaria de compartilhar uma história que me fez parar e pensar mais um pouco nesse assunto.
Era uma vez um ferreiro que, após uma juventude cheia de excessos, resolveu entregar sua alma para Jesus.…

Quem é você dentro da igreja? 3Jo 1:3, 6 e 12. Sup. Adilson Gomes - Culto de Celebração - 15/02/15

Quem é você dentro da igreja?
Introdução O que mais vemos nos dias de hoje são pessoas que se dizem evangélicas, porém dizer que é crente(cristão) parece ter virado moda, se tornou algo fácil, difícil mesmo é encontrar cristãos com um bom testemunho. A palavra d Deus Hebreus 12 diz que Estamos rodeados por grande nuvem de testemunhas e as nossas atitudes e o que faz a diferença para demostrarmos quem realmente somos em Cristo. Certa vez ouvi esta frase:” A palavra d Deus convence, mas o testemunho arrasta” ...hoje vemos na mídia muitos artistas que dizem evangélicos e, não estou aqui para questionar a fé de ninguém, porém suas condutas, vestes e testemunho não condizem com o que Deus quer de um verdadeiro Cristão. O triste é que não é só na mídia, mas dentro da igreja, como temos nos posicionado?! Existem vários tipos de Cristãos: Maduros, meninos na fé, fiéis, infiéis, cheios de Espirito, e outros que vivem na força do braço Vejamos 3 exemplos que João cita em suas epistolas de diferentes …

Vivendo além da aparência produzindo frutos duradouros. Mc 11:12-14. Pr. Edenir Araújo - Culto de Celebração - 08/02/15

Vivendo além da aparência produzindo frutos duradouros. Mc 11:12-14
12 No dia seguinte, quando estavam saindo de Betânia, Jesus teve fome. 13 Vendo à distância uma figueira com folhas, foi ver se encontraria nela algum fruto. Aproximando-se dela, nada encontrou, a não ser folhas, porque não era tempo de figos. 14 Então lhe disse: ‘Ninguém mais coma de seu fruto’. E os seus discípulos ouviram-no dizer isso.” Mc 11:12-14
Introdução
Existem somente três registros nos Evangelhos que apresentam Jesus com fome. O primeiro foi depois dos 40 dias de jejum e oração no deserto, “Depois de jejuar por quarenta dias e quarenta noites, teve fome.”Mt 4:1. O segundo, quando ele disse aos discípulos:uma comida tenho para comer que vós não conheceis.” Jo 4:32, e o terceiro quando voltava de Betânia para Jerusalém. “No dia seguinte, quando eles estavam saindo de Betânia, Jesus teve fome.” Mc 11:12
Na primeira vez que Jesus teve fome, Ele foi servido pelos anjos (Mt 4:11). Na segunda a vontade do Pai o ali…

Qual a razão da minha existência? Jo 10:10b. Pr. Edenir Araújo - Culto de Celebração - 01/02/14

“...eu vim para que tenham vida e a tenham em abundância.” Jo 10:10b

“...eu vim para que tenham uma vida verdadeira e eterna, uma vida melhor e mais rica que qualquer outra com que tenham sonhado.” Jo 10:10b (A Mensagem)
Introdução
Todo ser humano em algum momento da sua vida se pergunta: Qual a razão do meu viver? Porque eu existo? Para que eu existo? Podemos dizer que essa é a percepção do vazio existencial, vazio interior, ou vazio de sentido. Todos os seres humanos em algum momento ou fase de suas vidas tiveram, tem ou ainda terão esse pensamento. Pensar dessa forma é perfeitamente normal e sadio quando se encontra as respostas certas e quando se descobre a verdade, mas quando não temos as respostas para essa indagação, corremos o risco de vivermos uma vida vazia de razões e propósito. Corremos o risco de viver de maneira desorientada gastando nosso tempo de vida sem produzir algo significativo.
Eu li um livro interessante cujo título é “1 Mês para se viver”. Este livro não fala exata…