Pular para o conteúdo principal

Quem é você dentro da igreja? 3Jo 1:3, 6 e 12. Sup. Adilson Gomes - Culto de Celebração - 15/02/15

Quem é você dentro da igreja?

Introdução
O que mais vemos nos dias de hoje são pessoas que se dizem evangélicas, porém dizer que é crente(cristão) parece ter virado moda, se tornou algo fácil, difícil mesmo é encontrar cristãos com um bom testemunho. A palavra d Deus Hebreus 12 diz que Estamos rodeados por grande nuvem de testemunhas e as nossas atitudes e o que faz a diferença para demostrarmos quem realmente somos em Cristo.
Certa vez ouvi esta frase:” A palavra d Deus convence, mas o testemunho arrasta” ...hoje vemos na mídia muitos artistas que dizem evangélicos e, não estou aqui para questionar a fé de ninguém, porém suas condutas, vestes e testemunho não condizem com o que Deus quer de um verdadeiro Cristão.
O triste é que não é só na mídia, mas dentro da igreja, como temos nos posicionado?!
Existem vários tipos de Cristãos: Maduros, meninos na fé, fiéis, infiéis, cheios de Espirito, e outros que vivem na força do braço
Vejamos 3 exemplos que João cita em suas epistolas de diferentes condutas Cristas e veja se você se enquadra em alguéns deles
1º Exemplo: Gaio- um servo
A bíblia diz que por 3 vezes João chama Gaio de amado, certamente Gaio era um homem especial, fácil de ser amado. As pessoas se afeiçoavam facilmente a ele, sua bondade, seu amor e testemunho atraia as pessoas ao seu redor
Suas características, era um homem cheio de saúde e vitalidade espiritual, amado, prospero, tinha uma alma cheia de vida, vivia na verdade pois a verdade estava nela. Ajudava o próximo
Realmente Gaio era aquele que fazia a diferença em sua igreja, pois era daquelas pessoas que sempre ajudava ao próximo, não apenas com palavras, mas com seus bens, dividia o que tinha com quem necessitava.
Hoje vemos o crescimento dos crentes no Brasil, mas o testemunho é cada vez menor. Crentes que creem na verdade mas a verdade não está nele. Bons para contar e celebrar, mas não temos sido bons em viver a verdade.
2 exemplo :Diotrefes- Um ditador
Diotrefes era um crente critico, que resistia a obra de Deus por causa de sua atitude arrogante e carnal
Características: Diotrefes era orgulhoso, gostava de primazia, apaixonado por si mesmo. Jesus não ocupava o primeiro lugar na vida dele
Diotrefes queria ser o centro das atenções, ocupava-se mais consigo mesmo do que com a obra de Deus. Ditador, impunha sua liderança por força e intimidação
Ninguém podia ocupar seu espaço, era só chegar um crente na igreja, que se torava uma ameaça a ele, sendo assim não acolhia a João
Diotrefes era como o Rei Saul, ao invés de se humilhar e mudar de ida, queria destruir aquele que Deus levantou para fazer a obra, até falava mal de João.

3º Exemplo: Demétrio – Um bom exemplo
A respeito de Demétrio, João diz que ele era um bom exemplo, mesmo não sendo um líder como Gaio, dava bom exemplo. Sendo apenas um membro em meio a igreja, e sem ocupar posição alguma era um referencial a todos, andava em verdade, dava bons testemunhos dentro e fora da igreja, todos o conhecia , o amavam , a agradeciam a Deus pra sua vida. Era abençoado

conclusão
Em qual desses exemplos você tem se enquadrado como Alguém? Amado por todos, servo prospero e abençoado, como um ditador egoísta, que só pensa em si mesmo ou como alguém que independente da sua posição de liderança tem um testemunho perante Deus e á todos?

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O poder de crer e confessar. Parte 2. Pr. Edenir Araújo - Culto de Celebração - 04/09/16

Entendendo a fé...
1. A fé é um espírito (2Co 4:13)
“Tendo, porém, o mesmo espírito da fé, como está escrito: Eu cri; por isso, é que falei. Também nós cremos; por isso, também falamos...”. 2Co 4:13
Veja que a fé não é questão de fórmula, mas de espírito. Paulo diz que temos o mesmo espírito de fé de Abraão, Moisés ou Davi. Sendo a fé um espírito, ela é contagiosa e por isso pode se espalhar. Você deve se lembrar do dia em que os doze espias foram enviados para espiar a terra de Canaã. Depois de quarenta dias, eles voltaram e dez deles disseram:
“Não podemos conquistar essa terra. As muralhas são muito largas, os gigantes, muito altos, e nós somos muito pequenos”. Mas dois deles, Josué e Calebe, disseram: “Vamos conquistar a terra, como pão, os podemos devorar; retirou-se deles o seu amparo; o SENHOR é conosco; não os temais”. Nm 14:9
Toda a nação acreditou nos dez espias e, por causa disso, morreram no deserto; mas, a respeito de Calebe, o Senhor disse que nele havia um espírito difer…

Destruindo os inimigos das nossas orações. Dn 10:12-13. Parte 2. Pr. Edenir Araújo - Culto de Celebração - 13/08/16

"12 Então, me disse: Não temas, Daniel, porque, desde o primeiro dia em que aplicaste o coração a compreender e a humilhar-te perante o teu Deus, foram ouvidas as tuas palavras; e, por causa das tuas palavras, é que eu vim. 13 Mas o príncipe do reino da Pérsia me resistiu por vinte e um dias; porém Miguel, um dos primeiros príncipes, veio para ajudar-me, e eu obtive vitória sobre os reis da Pérsia.” Dn 10:12-13
Por que temos tanta dificuldade para orar?
Eu creio que todos temos ideia de quanto a oração é importante pelo grau de dificuldade que sempre enfrentamos para orar. O nosso inimigo vai lutar de todas as formas para impedir que nossas orações cheguem ao trono do Pai. Ele vai tentar colocar barreiras que vão tentar invalidar nossas orações, para que a nossa oração não seja ouvida pelo Senhor. Precisamos remover então essas barreiras para o êxito na nossa oração.
Guarde essa verdade: O diabo e os demônios não querem que você ore! Eles sempre se oporão a você, pois sabem melhor d…

Ore até que algo aconteça! Is 62:6-7. Pr. Edenir Araújo - Culto de Celebração - 24/07/16

“6 Sobre os teus muros, ó Jerusalém, pus guardas, que todo o dia e toda a noite jamais se calarão; vós, os que fareis lembrado o Senhor, não descanseis, 7 nem deis a ele descanso até que restabeleça Jerusalém e a ponha por objeto de louvor na terra.”  Is 62:6,7
Introdução
Toda ação sobrenatural de Deus é precedida de oração. As chuvas de bênçãos não caem sem que antes nossos joelhos se dobrem. Deus não sarará a nossa terra sem que primeiro seu povo se humilhe e ore fervorosa e perseverantemente. (2Cro 7:14)
Jonathan Edwards, o clássico teólogo do avivamento disse: “Quando Deus tem algo muito grande para realizar em favor da igreja, o desejo dele é que esse seu ato seja precedido por orações extraordinárias do seu povo.”
Muitos cristãos estão vivendo tempos de estiagem e sequidão, porque não oram. Alguém me disse: Pastor Edenir, em minha igreja a reunião de oração está em estado de coma, está na UTI prestes a morrer. Os irmãos andam muito ocupados para ocupar-se com Deus em oração.
Não pode…