20110829

Implicações de ser um Crente Fiel. Lucas 16:10 - Disc. Vinicius Cano - Culto de Celebração - 28/08/11


“Quem é fiel no minimo, tambem é fiel no muito, e quem é injusto no minimo, tambem é injusto no muito.”

(Lucas 16:10)

Introdução.

Todos nós queremos em ultima analize agradar a Deus, por mais relachados ou fiéis que sejamos todos nós temos um desejo no coração, é o de agradar o nosso senhor.

Deus ama a todos, mas somente os fiéis o agradam, os fieis fazem a sua vontade e assim o agradam.

Mas porque alguns, ou a maioria não se acham nesta condição de ser fiel?

Por causa das dificuldades que são encontradas!

Mas esquecem que existe um preço em tudo o que fazemos, pra tudo existe um preço, ou seja, como muitos dizem, uma dificuldade.

Nesta breve palavra vamos compartilhar a respeito do preço que o crente deve pagar e a resposta ou a benção de Deus por conta de haver pago o preço.

1. O Crente é próspero. (Malaquias 3:10-11).

“Trazei todos os dízimos a casa do tesouro, para que haja mantimento na minha casa, e depois fazei prova de mim, diz o Senhor dos Exércitos, se eu não vos abrir as janelas do céu, e não derramar sobre vós uma benção tal, que dela vos advenha a maior abastança.

Repreenderei o devorador, para que não vosconsuma o fruto da terra; a vossa vide no campo não será estéril, diz o Senhor dos Exércitos.”

(Malaquias 3:10-11)

· O crente que é fiél no Dízimo é próspero.

· Esse texto não é chavão não, é Palavra de Deus.

· Pra alguns é muito dificil devolver 10% pra Deus.

· Mas esquecem que o devorador esta consumindo tudo (carro, casa, remédios,etc)

· Se você ainda não é fiél no Dízimo e nas ofertas, você não será próspero.

· Se você ja é um Dízimista fiél, pode fazer prova, pois a janela dos céus vai ser aberta.

O preço é a devolução do que é de Deus e o seu investimento (Suas ofertas).

A recompensa é a prosperidade de Deus na sua vida!!!!

2. A voz de Deus será clara na sua vida. (Números 12:7-8).

“Não é assim com meu servo moisés, que é fiél em toda a minha casa.

Boca a boca falo com ele, ás claras, e não por figuras; ele contempla a semelhança do Senhor.”

(Números 12:7-8)

· Aquele que é fiél ouvirá a voz de Deus.

· A sua percepção será maior.

· Você verá Deus no seu dia a dia.

· Todos verão que você é homem de Deus.

3. Deus confia todos os seus Bens aos Fiéis. (Mateus 24:45-48)

“Quem é, pois, o servo fiél e prudente a quem o Senhor o constituiu sobre a sua casa, para dar sustento a seu tempo?

Bem aventurado aquele servo a quem o Senhor, quando vier, achar servindo assim.

Em verdade vos digo que lhe confiará todos os seus bens.

Porém, se aquele servo for mau e disser consigo: O meu Senhor tarde virá...”

(Mateus 24:45-48)

· Deus escolhe os fiéis pra estar a frente.

· A palavra fala que o fiél é Bem aventurado.

· O fiél e prudente tera todos os bens do senhor a sua disposição quando o Senhor vier.

· O que é fiél não faz a obra esperando a volta do senhor, a cobrança do Senhor, mas o faz porque O ama.

4. O Crente Fiél a Direção de Deus terá muitos filhos. (Gênesis 12:1-2)

“Ora, o Senhor disse a Abrão: Sai da tua terra, da tua parentela, e da casa de teu pai, para a terra que eu te mostrarei.

Farei de ti uma grande nação, e te abençoarei, e te engrandecerei o nome, e tu serás uma bênção.”

(Gênesis 12:1-2)

· Deus só da filhos pra quem é obediente, pra quem ouve sua direção.

· Se você não tem filhos é porque não tem ouvido a voz de Deus.

· Deus deseja que todos tenham filhos, que todos sejam fiéis.

5. A Fidelidade até o fim te fara reinar com o Senhor. (Apocalipse 2:10)

“Não temas as coisas que esta para sofrer. Escutai: o diabo lançara alguns de vós na prisão, para que sejais provados, e tereis uma tribulação de dez dias. Sê fiél até a morte, e dar-te-ei a coroa da vida.”

(Apocalipse 2:10)

· Pra reinarmos com o Senhor temos que persevarar até o fim.

· É até a morte, até o fim, até o Senhor voltar...

· Muitos nem passam da primeira luta.

· Muitos querem o reino deste mundo, mas o nosso reino é o de Deus, esta por vir...

Quero desafiar você a ser um servo fiél apartir de agora.

20110821

Atitudes que trazem o fogo de Deus. 1Re 18:18-40 - Pr. Edenir Araújo - Culto de Celebração - 21/08/11

18 Respondeu Elias: Eu não tenho perturbado a Israel, mas tu e a casa de teu pai, porque deixastes os mandamentos do SENHOR e seguistes os baalins. 19 Agora, pois, manda ajuntar a mim todo o Israel no monte Carmelo, como também os quatrocentos e cinqüenta profetas de Baal e os quatrocentos profetas do poste-ídolo que comem da mesa de Jezabel. 20 Então, enviou Acabe mensageiros a todos os filhos de Israel e ajuntou os profetas no monte Carmelo. 21 Então, Elias se chegou a todo o povo e disse: Até quando coxeareis entre dois pensamentos? Se o SENHOR é Deus, segui-o; se é Baal, segui-o. Porém o povo nada lhe respondeu. 22 Então, disse Elias ao povo: Só eu fiquei dos profetas do SENHOR, e os profetas de Baal são quatrocentos e cinqüenta homens. 23 Dêem-se-nos, pois, dois novilhos; escolham eles para si um dos novilhos e, dividindo-o em pedaços, o ponham sobre a lenha, porém não lhe metam fogo; eu prepararei o outro novilho, e o porei sobre a lenha, e não lhe meterei fogo. 24 Então, invocai o nome de vosso deus, e eu invocarei o nome do SENHOR; e há de ser que o deus que responder por fogo esse é que é Deus. E todo o povo respondeu e disse: É boa esta palavra. 25 Disse Elias aos profetas de Baal: Escolhei para vós outros um dos novilhos, e preparai-o primeiro, porque sois muitos, e invocai o nome de vosso deus; e não lhe metais fogo. 26 Tomaram o novilho que lhes fora dado, prepararam-no e invocaram o nome de Baal, desde a manhã até ao meio-dia, dizendo: Ah! Baal, responde-nos! Porém não havia uma voz que respondesse; e, manquejando, se movimentavam ao redor do altar que tinham feito. 27 Ao meio-dia, Elias zombava deles, dizendo: Clamai em altas vozes, porque ele é deus; pode ser que esteja meditando, ou atendendo a necessidades, ou de viagem, ou a dormir e despertará. 28 E eles clamavam em altas vozes e se retalhavam com facas e com lancetas, segundo o seu costume, até derramarem sangue. 29 Passado o meio-dia, profetizaram eles, até que a oferta de manjares se oferecesse; porém não houve voz, nem resposta, nem atenção alguma. 30 Então, Elias disse a todo o povo: Chegai-vos a mim. E todo o povo se chegou a ele; Elias restaurou o altar do SENHOR, que estava em ruínas. 31 Tomou doze pedras, segundo o número das tribos dos filhos de Jacó, ao qual viera a palavra do SENHOR, dizendo: Israel será o teu nome. 32 Com aquelas pedras edificou o altar em nome do SENHOR; depois, fez um rego em redor do altar tão grande como para semear duas medidas de sementes. 33 Então, armou a lenha, dividiu o novilho em pedaços, pô-lo sobre a lenha 34 e disse: Enchei de água quatro cântaros e derramai-a sobre o holocausto e sobre a lenha. Disse ainda: Fazei-o segunda vez; e o fizeram. Disse mais: Fazei-o terceira vez; e o fizeram terceira vez. 35 De maneira que a água corria ao redor do altar; ele encheu também de água o rego. 36 No devido tempo, para se apresentar a oferta de manjares, aproximou-se o profeta Elias e disse: Ó SENHOR, Deus de Abraão, de Isaque e de Israel, fique, hoje, sabido que tu és Deus em Israel, e que eu sou teu servo e que, segundo a tua palavra, fiz todas estas coisas. 37 Responde-me, SENHOR, responde-me, para que este povo saiba que tu, SENHOR, és Deus e que a ti fizeste retroceder o coração deles. 38 Então, caiu fogo do SENHOR, e consumiu o holocausto, e a lenha, e as pedras, e a terra, e ainda lambeu a água que estava no rego. 39 O que vendo todo o povo, caiu de rosto em terra e disse: O SENHOR é Deus! O SENHOR é Deus! 40 Disse-lhes Elias: Lançai mão dos profetas de Baal, que nem um deles escape. Lançaram mão deles; e Elias os fez descer ao ribeiro de Quisom e ali os matou.

Uma matéria publicada na Folha de São Paulo, na última segunda-feira, apontou que o número de evangélicos que não mantêm vínculo com nenhuma igreja cresceu. Foi isso que mostrou uma pesquisa do IBGE sobre religião. Em 2003, quatro por cento disseram que não eram membros de nenhuma instituição. Já em 2009, 14 por cento responderam que são evangélicos, mas não tem vínculo institucional. Especialistas no assunto analisaram que esse processo pode ser parecido com o do catolicismo, que tem muitos católicos chamados de não praticantes.

Eu sei que essas pessoas que desistiram da igreja local tem muitas razões para desistirem da vida Cristã, (Problemas financeiros, frustração com líderes e pastores, problemas conjugais, etc), mas ao meu modo de ver, a principal razão é falta de fogo. Falta de luz!

Fomos nascidos de novo com o propósito de adorar o nome de Jesus Cristo, e podemos ser comparados com altares de adoração ao Senhor, criados para oferecer a Deus uma oferta agradável, um culto racional. Porém existem algumas atitudes que são necessárias para que um altar ofereça louvor perfeito, e obtenha resposta dos céus. Para entender isso melhor veja o contexto do compartilhamento sobre Elias e sua experiência com o fogo de Deus.

O profeta Elias é enviado ao Rei Acabe para levar a ele uma mensagem do Senhor, mas de pronto é afrontado pelo Rei que disse: “És tu, ó perturbador de Israel?” Elias responde que Acabe e a casa de seu pai é que estavam perturbando Israel. Elias propõe então um desafio aos 850 profetas de baal e do poste ídolo. Elias e esses profetas deveriam orar cada um ao seu deus, e o Deus que respondesse com fogo seria reconhecido como Deus verdadeiro. Então Elias exorta o povo de Israel, dizendo que eles deveriam sair de cima do muro e sobe o monte Carmelo para buscar o fogo de Deus. Os profetas de baal oraram desde a manhã até o meio dia e nada aconteceu. Elias chegou a zombar destes profetas dizendo que o deus deles talvez estivesse muito ocupado e por isso não podia atendê-los. Chagada a vez de Elias clamar a Deus, este chamou todo o povo, e restaurou o altar que estava em ruínas. Tomou 12 pedras que representavam Israel e levantou novamente o altar. Cavou um rego em redor do altar, armou a lenha, dividiu o animal e colocou o mesmo por cima da lenha. Encharcou o sacrifício de água e orou ao Senhor Deus que se manifestou em fogo e consumiu o sacrifício derramando fogo do céu. Elias então respaudado pelo mover de Deus, exterminou os falsos profetas.

2 Considerações

1º Deus não mudou! Hb 13:8

2º Elias era homem como nós somos! Tg 5:17-18

O propósito de Deus é que alcancemos uma intimidade tal com Ele, a ponto de fazermos “cair fogo dos céus”. Saiba que eu e você somos a causa do mover e poder de Deus manifestado nessa terra. Foi por Elias que Deus se manifestou, e é por você, que crê neste Deus de fogo, que este mesmo Deus se manifestará de maneira sobrenatural. Agora que já vimos a história, faz-se necessário analisar algumas lições importantes deixadas pelo profeta Elias para que o fogo de Deus se manifeste.

1. É necessário definir qual é o seu Senhor. 1Re 18:21

“Então, Elias se chegou a todo o povo e disse: Até quando coxeareis entre dois pensamentos? Se o SENHOR é Deus, segui-o; se é Baal, segui-o. Porém o povo nada lhe respondeu.” 1Re 18:21

O profeta Elias convidou o povo a escolher entre seguir a Deus ou seguir a Baal, mas o povo nada respondeu. Ainda hoje, muitos querem “viver” com Deus, mas não querem renunciar outros deuses paralelos em sua vida. Em Mateus 16:24, Jesus diz para renunciarmos a nós mesmos para segui-lo. Em Mateus 6:24 Ele nos ensina que não podemos servir a dois senhores. Devemos renunciar a tudo que concorra com Deus em nossa vida e entregá-la completamente nas mãos de Deus. “Buscar-me-eis e me achareis quando me buscardes de todo o vosso coração.” Jr 29:13

Devemos renunciar nossos desejos carnais. Renunciar o pecado. Renunciar amizades que nos servem de embaraço, e entronizar Deus em nossa vida. Tiago escreveu: “Chegai-vos a Deus, e ele se chegará a vós outros. Purificai as mãos, pecadores; e vós que sois de ânimo dobre, limpai o coração.” Tg 4:8

“O seu coração está dividido; por isso serão culpados...” Os 10:2

Não é vontade de Deus que estejamos no meio termo, afinal, Jesus perguntou: como podemos servir a dois senhores? Ex: O irmão que estava em cima do muro.

2. Devemos escolher o cordeiro certo e buscar o fogo de Deus. 1Rs 18:23

“Dêem-se-nos, pois, dois novilhos; escolham eles para si um dos novilhos e, dividindo-o em pedaços, o ponham sobre a lenha, porém não lhe metam fogo; eu prepararei o outro novilho, e o porei sobre a lenha, e não lhe meterei fogo.” 1Re 18:23

Elias orientou o povo a escolher o cordeiro (bezerro) a ser sacrificado e a não colocar fogo no sacrifício. João Batista apontou Jesus Cristo como o Cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo (Jo 1:29). Certamente o Cordeiro de Deus foi despedaçado por nossas transgressões, e levantado no madeiro por nossas culpas. Jesus Cristo é o cordeiro, só Ele tem a solução para os seus problemas. Tudo é a partir dele, por Ele e para Ele! Ele é o nosso referencial como nos ensina Hebreus 12:1 -2. Agora se Jesus é o cordeiro, nós somos o altar. Altar não funciona sem cordeiro. Quantos estão dispostos a receber o Cordeiro sobre si nesta noite???

Elias disse ao povo que não colocassem fogo, pois o fogo deveria vir do Deus verdadeiro, podemos colocar lenha (Palavra de Deus), mas quem coloca o fogo é Deus. Deus vai colocar fogo hoje neste lugar!!! Que não sejamos enganados buscando fogo que não é o genuíno fogo de Deus.

3. Devemos invocar o nome do Senhor e fé. 1Rs 18:24

“Então, invocai o nome de vosso deus, e eu invocarei o nome do SENHOR; e há de ser que o deus que responder por fogo esse é que é Deus. E todo o povo respondeu e disse: É boa esta palavra.” 1Re 18:24

“Invoca-me, e te responderei; anunciar-te-ei coisas grandes e ocultas, que não sabes.” Jr 33:3

Elias propôs aos profetas que invocassem a baal, enquanto que ele invocaria ao Deus vivo. O Deus que respondesse por meio do fogo esse seria Deus, e todo o povo se agradou daquela palavra.

Hoje muitos ao ouvirem a Palavra de Deus se agradam, porém não tomam a decisão correta no final, não agem em fé. Não expressam fé no momento em que são desafiados, e essa é uma das razões que explicam a ausência do fogo, da resposta. Talvez alguns não querem se humilhar, outros talvez indispostos para pagar o preço. Invocar a Deus consiste em um posicionamento do homem em exaltação ao Senhor, porém se não for feito de coração, não se obterá resultado. "Amarás, pois, ao Senhor teu Deus de todo o teu coração, e de toda a tua alma, e de todo o teu entendimento, e de todas as tuas forças; este é o primeiro mandamento”. Mc 12:30

Temos sido intensos na presença do Senhor? Temos colocado nosso coração naquilo que estamos fazendo para Deus? Ou será que estamos agindo religiosamente? Pense nisso.

É tempo de incendiar as nossas vidas com o fogo de Deus!!!

4. Devemos restaurar o altar quebrado. 1Re 18:30

“Então, Elias disse a todo o povo: Chegai-vos a mim. E todo o povo se chegou a ele; Elias restaurou o altar do SENHOR, que estava em ruínas.” 1Re 18:30

Eu não sei o que está quebrado no seu coração, na sua vida, mas lembre-se disso: Nós somos o altar hoje, e Deus quer nos restaurar. Se você está tendo a oportunidade de ser tocado pelo Oleiro, deixe que ele faça de você um vaso de honra. O clamor do meu coração é: Senhor, converte meu coração!

Sabemos que o pecado destrói o altar e a tendência humana é remendar, viver fazendo concessão com o pecado. Diz uma história que um casal cristão aceitou uma casa do diabo, desde que deixasse o mesmo diabo colocar um prego na parede da sala. Feito o negócio, o diabo colocou o prego na parede e ali pendurou uma carniça. Basta um pequeno espaço em sua vida para o inimigo causar uma grande destruição.

Não adianta querer que Deus faça a obra completa, sem você ser transformado por completo. Ele quer fazer tudo novo! “Assim que, se alguém está em Cristo, nova criatura é; as coisas velhas já passaram; eis que tudo se fez novo.” 2Co 5:17

Tudo se fez novo, não somente algumas coisas, TUDO!!!

Jesus disse que remendo novo em pano velho, danifica ainda mais a roupa. “16 Ninguém põe remendo de pano novo em veste velha; porque o remendo tira parte da veste, e fica maior a rotura. 17 Nem se põe vinho novo em odres velhos; do contrário, rompem-se os odres, derrama-se o vinho, e os odres se perdem. Mas põe-se vinho novo em odres novos, e ambos se conservam.” Mt 9:16-17

Assim deve ser nossa vida (nosso altar), exatamente de acordo com as definições da Palavra. O pecado destrói o altar, mas o arrependimento é um grande passo para que Deus conserte. O fato é que altar defeituoso não pode abrigar o cordeiro, muito menos receber fogo de Deus.

Elias foi bem sucedido quando buscou a Deus, vemos isso na sua oração:

Ó SENHOR, Deus de Abraão, de Isaque e de Israel, fique, hoje, sabido que tu és Deus em Israel, e que eu sou teu servo e que, segundo a tua palavra, fiz todas estas coisas. 37 Responde-me, SENHOR, responde-me, para que este povo saiba que tu, SENHOR, és Deus e que a ti fizeste retroceder o coração deles. 38 Então, caiu fogo do SENHOR, e consumiu o holocausto, e a lenha, e as pedras, e a terra, e ainda lambeu a água que estava no rego.

Quando Elias se deparou com a resposta do Senhor, imediatamente reconheceu que o Senhor é o mesmo ontem, hoje e será eternamente e que ele (Elias), era apenas seu servo. Que sejamos como Elias e façamos o nome do Senhor conhecido como o Verdadeiro Deus, restaurando o altar e apresentando um sacrifício agradável a Ele. No momento em que o Senhor consumir nosso holocausto, todos conhecerão que só Ele é Deus!

20110817

Sendo imergido no fogo de Deus. Dt 4:24. Pr. Edenir Araújo - Culto de Celebração - 15/08/11

“Pois o Senhor teu Deus é fogo que consome, é Deus zeloso.” Dt 4:24

Introdução

A vida sem Deus é seca como um deserto, infrutífera como os espinheiros e estagnada como um poço de águas paradas. Precisamos nos voltar para Deus, aquecer os nossos corações com o calor de sua presença. Por meio do seu “fogo consumidor” podemos ser purificados e movidos para o cumprimento do propósito que assumimos.

Não fique com medo de experimentar este fogo, pois fogo não consome fogo, fogo só consome o que não é fogo. Portanto se você tem fogo, ao experimentar o fogo de Deus você será transformado em uma labareda. Aleluia!!!

Nessa fome e sede de Deus, nós vemos muitos irmãos que estão buscando conhecimento nas Escrituras, estão empenhados fazendo cursos como o CME, CTLPC e outros. Isso é maravilhoso!!! Mas não podemos nos esquecer que também precisamos desfrutar do fogo de Deus.

Algumas igrejas são muito inclinadas para o lado do ensino, outras para a manifestação de dons; nós queremos os dois, Palavra e fogo.

Não é coincidência que em nosso logotipo temos a Bíblia e o fogo dentro dela. Que combinação maravilhosa Palavra e fogo!!!

Queremos mergulhar neste rio de vida que está na palavra de Deus, mas também oferecer nossas vidas como sacrifício vivo, santo e agradável a Deus, para que o fogo venha e nos purifique.

Nossos dias serão marcados pelo fogo de Deus!

Pentecoste

No cumprimento da promessa do pentecoste em Atos 2, o primeiro sinal percebido pela igreja foi audível, De repente veio do céu um som, como de um vento impetuoso...” At 2:2, essa foi a vida de Deus sendo soprada sobre a Igreja; mas logo em seguida uma visão foi dada aos homens ali reunidos, “E viram línguas repartidas, como que de fogo, as quais pousaram sobre cada um deles.” At 2:3

Veja você que na primeira experiência do homem com o enchimento do Espírito Santo, Deus sinalizou com línguas e fogo. O Senhor poderia ter usado mãos e água, pés e óleo, para sinalizar sua presença, pois são figuras que apontam para Jesus ou para Deus e sua obra. Mas Deus escolheu, línguas e fogo.

Porque Deus escolheu línguas e fogo?

Porque primeiro, neste mesmo livro de Atos, Jesus disse que seríamos testemunhas, pessoas separadas para falar. Se tivesse dito: “Mas recebereis poder, ao descer sobre vós o Espírito Santo, e sereis meus trabalhadores...”; certamente a visão seria de “mãos como que de fogo”, pois mãos apontam para o trabalho. Se tivesse dito: Mas recebereis poder, ao descer sobre vós o Espírito Santo, e sereis meus missionários...certamente veríamos pés como que de fogo. Mas como nós vimos o texto diz línguas como que de fogo, isso nos fala da responsabilidade que temos com as palavras que saem da nossa boca. O poder de Deus é para curar, libertar, restaurar, mas primeiramente para falar.

Jesus disse: “Digo-vos, pois, que de toda palavra fútil que os homens disserem, hão de dar conta no dia do juízo.” Mt 12:36

“Não é o que entra pela boca que contamina o homem; mas o que sai da boca, isso é o que o contamina.” Mt 15:11

Mas voltemos ao fogo, pois isso fala de purificação e o fogo de Deus é o nosso foco nessa palavra. Línguas como que de fogo, foi a visão dada aos crentes naquele dia. João Batista disse que Jesus viria com seu fogo consumidor enfatizando a importância do fogo de Deus quando profetizou acerca da vinda do Messias, pelo Espírito de Deus, declarou:

“Eu, na verdade, vos batizo em água, na base do arrependimento; mas aquele que vem após mim é mais poderoso do que eu, que nem sou digno de levar-lhe as alparcas; Ele vos batizará com o Espírito Santo, e com fogo.” (Mt 3:11)

Eu sei que existem algumas teorias sobre que tipo de fogo é esse mencionado por João Batista. Alguns teólogos dizem que o batismo com Espírito Santo é para os crentes, e o batismo com o “fogo” de Mt 3:11 seria para a condenação, consumindo a palha ou o descrente.

Concordo em partes com essa teoria, pois no próprio contexto do versículo, João Batista está falando para os seus ouvintes que o batismo nas águas é para pecadores arrependidos, mas após essa experiência de descer as águas, Jesus O Messias, viria para proporcionar a esses mesmos ouvintes outras experiências, o batismo com Espírito Santo e com o fogo.

Não rejeite o que o Senhor quer te dar!!!

A promessa aqui é para todos os homens, e fala sobre todos os crentes serem imergidos no Espírito e fogo de Deus. Portanto se você está aqui hoje e diz: “esse negócio de fogo não é para mim”. Você está dizendo: “Jesus, eu não quero receber o que o Senhor reservou para mim”. Deixe-me dizer, esse fogo é para você, pois todos os homens passarão por este fogo, pois o apóstolo Paulo mesmo nos assegurou disso quando disse: “a obra de cada um se manifestará; pois aquele dia (dia do juízo) a demonstrará, porque será revelada no fogo, e o fogo provará qual seja a obra de cada um.” 1Co 3:13

Veja meu irmão que esse fogo nos revela nossas obras, provando e nos fazendo discernir nosso comportamento diante de Deus. Porque muitos não mudam, continuam agindo da mesma forma há anos, não avançam um milímetro sequer no reino? Falta fogo!

Por essa razão eu quero falar 5 verdades sobre o fogo de Deus e suas implicações em nossas vidas.

1. O fogo faz parte da essência de Deus. Hb 12:29

“porque o nosso Deus é fogo consumidor.” Hb 12:29

Em Deuteronômio 4:24, o nome de Deus é ELOHIM-ICHI, que significa “o Senhor é fogo”. Dt 4:24

Veja que o fogo é como o amor, e ambos fazem parte da essência de Deus. Muitos de nós gostamos de falar que Deus é amor, e é bom que falemos mesmo, pois do amor que é um atributo moral de Deus deriva outras de suas qualidades como: Benignidade, bondade, compaixão, misericórdia, graça, perdão, etc. Mas podemos dizer Deus é fogo e esse atributo também traz qualidades como: ousadia, coragem, intrepidez, segurança, aliança, fidelidade, compaixão etc.

2. O fogo expressa a presença e manifestação de Deus

A presença de Deus foi revelada por meio do fogo...

Na sarça ardente “Apareceu-lhe o anjo do Senhor numa chama de fogo...” Ex 3:2,

No monte Sinai “Todo o monte Sinai fumegava porque o Senhor descera sobre ele em fogo... Ex 19:18,

Em carros de fogo E Eliseu orou, e disse: Ó senhor, peço-te que lhe abras os olhos, para que veja. E o Senhor abriu os olhos do moço, e ele viu; e eis que o monte estava cheio de cavalos e carros de fogo em redor de Eliseu. 2Re 6:17,

E no dia de Pentecostes “E viram línguas repartidas, como que de fogo, as quais pousaram sobre cada um deles.” At 2:3

Tem fogo neste lugar!!!

Do fogo o Senhor manifesta o seu poder, a sua unção e grandes operações de milagres. Muitos cristãos genuínos e que amam a Deus verdadeiramente não compreendem essa verdade e estão tendo um prejuízo irreparável, porquanto suas vidas e ministério poderiam ir muito além do que tem experimentado e alcançado.

Outros por sua vez acham que o fogo de Deus é apenas algo simbólico, e que ele esta registrado nas Escrituras apenas para explicar uma verdade espiritual, certamente que essa teoria tem sua verdade, mas não podemos nos enganar, o fogo também é literal e pode se manifestar em nossa vida e ministério. O fogo e a glória estavam estritamente ligados a adoração no culto do Antigo Testamento, de tal modo que sem fogo não havia intimidade com Deus.

Romanos 12:1 nos fala que somos sacrifício. Se somos sacrifício, precisamos de fogo!

Segundo Salomão, podemos orar e experimentar o poder de Deus! 2Cro 7:1-3

1 ¶ Tendo Salomão acabado de orar, desceu fogo do céu e consumiu o holocausto e os sacrifícios; e a glória do SENHOR encheu a casa.

2 Os sacerdotes não podiam entrar na Casa do SENHOR, porque a glória do SENHOR tinha enchido a Casa do SENHOR.

3 Todos os filhos de Israel, vendo descer o fogo e a glória do SENHOR sobre a casa, se encurvaram com o rosto em terra sobre o pavimento, e adoraram, e louvaram o SENHOR, porque é bom, porque a sua misericórdia dura para sempre.

3. O fogo faz parte dos juízos de Deus

O maior juízo de Deus sobre a terra foi o dilúvio, onde toda raça humana ficou submersa nas águas pelo julgamento de Deus. E depois o Senhor fez uma aliança com Noé dizendo que a terra não seria mais destruída por águas de dilúvio. A partir desta aliança o julgamento do Senhor sobre a terra tem sido com fogo. O juízo sobre os homens de Sodoma, sem o temor de Deus foi com fogo. “Então, fez o SENHOR chover enxofre e fogo, da parte do SENHOR, sobre Sodoma e Gomorra”. Gn 19:24

Veja o caso de Elias e os profetas de Baal 1Re 17. “36 Sucedeu pois que, sendo já hora de se oferecer o sacrifício da tarde, o profeta Elias se chegou, e disse: Ó Senhor, Deus de Abraão, de Isaque, e de Israel, seja manifestado hoje que tu és Deus em Israel, e que eu sou teu servo, e que conforme a tua palavra tenho feito todas estas coisas. 37 Responde-me, ó Senhor, responde-me para que este povo conheça que tu, ó Senhor, és Deus, e que tu fizeste voltar o seu coração. 38 Então caiu fogo do Senhor, e consumiu o holocausto, a lenha, as pedras, e o pó, e ainda lambeu a água que estava no rego. 39 Quando o povo viu isto, prostraram-se todos com o rosto em terra e disseram: O senhor é Deus! O Senhor é Deus!”

No futuro as pessoas que não amam a Deus sofrerão o dano do fogo consumidor do Deus vivo.

Porque eis que o SENHOR virá em fogo, e os seus carros, como um torvelinho (redemoinho), para tornar a sua ira em furor e a sua repreensão, em chamas de fogo”. Is 66:15

A palavra de Deus diz que na grande tribulação o anjo do Senhor lançará fogo sobre a terra e que os homens procurarão a morte e não a acharão. Até depois da morte as pessoas sem Deus sofrerão o dano do fogo consumidor como nos mostra a história do rico que foi para o inferno. Então, clamando, disse: Pai Abraão, tem misericórdia de mim! E manda a Lázaro que molhe em água a ponta do dedo e me refresque a língua, porque estou atormentado nesta chama.” Lc 16:24

A Bíblia também nos fala do juízo sobre o seres malignos Ap 19:20; 20:10; e do juízo sobre seu povo (1Co 3:12-15).

4. O fogo é a marca divina para Deus fazer sua obra em nós e através e de nós. Is 6:1-8.

Apesar de Isaías ser um profeta, ele só foi qualificado quando teve uma experiência profunda com o fogo de Deus. Do capítulo 1 ao 5, Isaias tinha seu ministério pautado em julgamentos punitivos e injustos por serem feitos na base de sua justiça própria. Mas no capítulo 6 de seu livro, sua narrativa é impactante, pois o profeta se vê diante de Deus e reconhece o quanto é falho. A partir daí Deus o toca nos lábios com a brasa viva do altar, e Isaias finalmente entende seu chamado dizendo: “eis-me aqui, envia-me a mim.” Is 6:8

Eu creio que os Serafins são agentes de purificação pelo fogo e estão aqui nesta noite para purificar nossas vidas, ALELUIA!!!

Precisamos do batismo com fogo para vivermos um outro nível de santidade.

Até podemos fazer a obra de Deus sem o fogo, mas os resultados ficam bem aquém daquilo que esperamos. Ex. A Igreja de Laodicéia Ap 3:15-16

“No zelo, não sejais remissos; sede fervorosos de espírito, servindo ao Senhor”. Rm 12:11

5. O fogo é promessa de Deus para os crentes em Jesus. Mt 3:11

“Ele vos batizará com o Espírito Santo, e com fogo.” Mt 3:11

“mas recebereis poder, ao descer sobre vós o Espírito Santo, e sereis minhas testemunhas tanto em Jerusalém como em toda a Judéia e Samaria e até aos confins da terra.” At 1:8

Tudo aquilo que o Senhor espera de nós é disposição para receber o fogo prometido.

Jesus cumpriu a promessa

“de repente, veio do céu um som, como de um vento impetuoso, e encheu toda a casa onde estavam assentados. E apareceram, distribuídas entre eles, línguas, como de fogo, e pousou uma sobre cada um deles. Todos ficaram cheios do Espírito Santo e passaram a falar em outras línguas, segundo o Espírito lhes concedia que falassem. At 2:2-4

“Fazes a teus anjos ventos e a teus ministros, labaredas de fogo.” Sl104:4

20110807

Os sete sinais de morte na vida do crente. 1Co 15:26; Fl 1:21 - Pr. Edenir Araújo - Culto de Celebração - 08/08/11

Os sete sinais de morte na vida do crente. Texto 1Co 15:26; Fl 1:21.

“O último inimigo a ser destruído é a morte.” I Co 15:26

“Porque para mim o viver é Cristo, e o morrer é lucro”. Fl 1:21

Viver para Cristo tendo uma vida cristã sadia é viver entusiasmado com a vida sendo fervoroso no fogo do Espírito. Todo cristão declara estar vivendo para ou em Cristo, mas sabemos que muitos são frios, apáticos e indiferentes. O que está acontecendo com o povo de Deus?

Existe uma grande quantidade de crentes enfraquecidos, desanimados e sem fé, alguns destes irmãos tornaram-se até mesmo tolerantes com o pecado. Não se preocupam com a vida espiritual e sente no coração o desejo de abraçar as coisas do mundo, junto com as coisas da igreja. Isso é muito ruim! Jesus nos advertiu que ninguém pode servir a dois senhores. Mt 6:24

A vida cristã de muitos se resume a irem para a igreja somente aos domingos e para a célula durante a semana, e ainda assim não conseguem prestar culto com o coração inteiramente voltado para o Senhor. A verdade é que estes estão morrendo lentamente! No sentido espiritual a morte avança quando aos poucos nos afastamos de Deus.

A orientação de Deus para seus filhos continuarem firmes na fé é:

Chegai-vos para Deus, e ele se chegará para vós. Limpai as mãos, pecadores; e, vós de espírito vacilante, purificai os corações.” Tg 4:8

“Não declines nem para a direita nem para a esquerda; retira o teu pé do mal.” Pv 4:27

Não temos a real percepção dos muitos caminhos que andamos, e às vezes achamos que estamos bem, mas a Bíblia diz que: Há um caminho que ao homem parece direito, mas o fim dele conduz à morte.” Pv 14:12

Infelizmente hoje, muitas pessoas já não lutam por uma vida espiritual avivada, nem tampouco se importam em melhorar o seu relacionamento com Deus. Falam mentiras, palavras torpes, não querem abandonar os costumes deste mundo, já não são mais misericordiosos e nem benignos, não se envolvem com o trabalho da igreja. Nem percebem que o tempo para se conquistar nosso galardão está se esvaindo, pois o próprio Jesus disse: Eis que cedo venho e está comigo a minha recompensa, para retribuir a cada um segundo a sua obra.” Ap 22:12

Uma das promessas que evidenciariam o retorno de Cristo é a de que nos últimos dias, o amor de muitos se esfriaria. e, por se multiplicar a iniquidade, o amor de muitos esfriará.” Mt 24:12

Mas se descobrirmos alguns sinais de morte em nossas vidas, podemos buscar a cura para voltarmos ao primeiro amor. A Bíblia nos fala de muitos sinais de Morte Espiritual; hoje eu gostaria de mencionar 7 deles.

Vejamos então quais são esses sinais:

OS SETE SINAIS DA MORTE NA VIDA DO CRENTE

1º - O SILÊNCIO. At 1:8

“Ao cumprir-se o dia de Pentecostes, estavam todos reunidos no mesmo lugar. 2 De repente veio do céu um ruído, como que de um vento impetuoso, e encheu toda a casa onde estavam sentados.” At 1:8

Apocalipse 4:8 nos fala de anjos que estão adorando o Senhor de dia e de noite dizendo: “Santo, Santo, Santo.”

“...no sepulcro (silêncio), quem te dará louvor? Salmos 6:5

No céu não há silêncio. Aquele que está vivo não deve se cansar de glorificar a Deus, pois como nós vemos, no céu existe adoração constante de dia e de noite. Somos seres relacionais, e quando há silêncio duradouro entre o homem e Deus e entre os irmãos, então há de fato um sinal de morte. Glorificar a Deus e bradar seu Santo e Poderoso nome é um sinal de vida.

O silêncio também pode se manifestar te impedindo de compartilhar a vida de Deus aos perdidos e oprimidos do diabo. Não compartilhar com seus líderes ou irmãos das dificuldades se isolando é também igualmente perigoso e certamente têm levado muitos à morte.

Veja o que diz Tiago: Confessai, portanto, os vossos pecados uns aos outros, e orai uns pelos outros, para serdes curados. A súplica de um justo pode muito na sua atuação.” Tg 5:16

Maridos que silenciam diante de suas esposas estão introduzindo morte em seus casamentos. Uma pesquisa descobriu que casais bem sucedidos em seus casamentos gastam pelo menos 7 horas de diálogo por semana.

O primeiro sinal de vida percebido por Ezequiel no vale de ossos secos foi um ruído. “Profetizei, pois, como se me deu ordem. Ora enquanto eu profetizava, houve um ruído; e eis que se fez um rebuliço, e os ossos se achegaram, osso ao seu osso.” Ez 37:7

2º - A FRIEZA Rm 12:11 -

“não sejais vagarosos no cuidado; sede fervorosos no espírito, servindo ao Senhor...” Rm 12:11

“Porque onde estiver o teu tesouro, aí estará também o teu coração.” Mt 6:21

Este sinal de morte na vida do crente pode ser também chamado de indiferença. Os cultos, células, eventos como encontro com Deus e outros, já não entusiasmam mais o crente que está frio. As mensagens que você ouve, já não são mais guardadas no coração. A frieza também pode ser percebida quando as coisas referentes a Deus e a igreja são menos importantes que as coisas do mundo. Muita disposição para o futebol e entretenimento, mas pouca ênfase nos cultos e eventos da igreja. Se a sua fome por Deus tem diminuído no decorrer dos dias, meses ou anos, isso é um sinal que frieza tem aumentado em sua vida.

Jesus disse que onde está teu tesouro, lá está também o teu coração, o teu fervor!

A nossa vida espiritual precisa ser alimentada. Ninguém vive sem comer, então muito cuidado com o que você se alimenta. Comer é um princípio espiritual. Você se alimenta daquilo que você valoriza, investe e aplica o coração. O teu tesouro fala da tua fome, das tuas prioridades. Quais são elas?

Um dos símbolos que a Bíblia utiliza para o Espírito Santo é o Fogo, por isso o crente tem de ser quente. Nem frio, nem morno, mas quente!!! pois o nosso Deus é um fogo consumidor.” Hb 12:29

3º - A ESTAGNAÇÃO. At 1:8

“e ser-me-eis testemunhas, tanto em Jerusalém, como em toda a Judéia e Samária, e até os confins da terra.”

Isso é quando tudo vira mesmice. Um sinal de que alguém morreu é ausência de crescimento. A vida cristã sadia é sempre progressiva, nunca estagnada, muito menos regressiva. Um sinal de vida é o crescimento, mas um sinal de morte é a estagnação.

A estagnação evidencia-se na pouca participação nas coisas que dizem respeito ao Reino de Deus. Não foi assim no começo, mas conforme o tempo passou, o que era prazer virou fardo porque a morte entrou. Se você tem diminuído sua participação nos eventos da igreja, você pode estar sendo enredado pela morte através da estagnação. Todo membro parado atrofia e adoece. Ficar parado nos leva a estagnação e nos priva de experimentarmos crescimento. A estagnação sempre vem com a finalidade de paralisar o crente por completo.

Você precisa crescer em todas as áreas da sua vida!

4º - O ENDURECIMENTO OU INFLEXIBILIDADE. Ez 11:19-20

Quando uma pessoa está morrendo espiritualmente, os seus membros de enrijecem, endurecem. Não muda de opinião mesmo sabendo que estão errado, se enche de orgulho e soberba ao ponto de dizer: “Não mudo e pronto!”. São duros como uma chapa de ferro, quando deveriam ser maleáveis como a argila. Só se dobrarão na pancada!

Não aceita ser confrontado ou discipulado, pois prefere o isolamento. Não se abrir com os irmãos, especialmente com sua liderança, é sinal de enrijecimento, dureza, e conseqüentemente a morte espiritual já tomou conta da sua vida.

“19 E lhes darei um só coração, e porei dentro deles um novo espírito; e tirarei da sua carne o coração de pedra, e lhes darei um coração de carne, 20 para que andem nos meus estatutos, e guardem as minhas ordenanças e as cumpram; e eles serão o meu povo, e eu serei o seu Deus.”

5º - O ISOLAMENTO Gn 3:8-9

“E ouviram a voz do SENHOR Deus, que passeava no jardim pela viração do dia; e esconderam-se Adão e sua mulher da presença do SENHOR Deus, entre as árvores do jardim. E chamou o SENHOR Deus a Adão, e disse-lhe: Onde estás?”

O pecado produz isolamento, enquanto que a santidade produz comunhão. Uma pessoa morta deve ser enterrada e isolada do convívio social, isto é, isolada daqueles que estão vivos. Quando um crente se isola é sinal que a morte está avançando. O pecado tem a tendência de esconder o homem levá-lo às escuras, mas a verdade é que de Deus não se esconde nada.

Quando Adão pecou, ele se escondeu tentando se isolar de Deus. Por que ele fez isso? Porque essa é a reação de todo crente quando a morte entra. Quando erramos não queremos ser vistos, não queremos conversar, muito menos ser confrontados. Quando fazemos isso a morte avança ainda mais. Você já encontrou algum irmão desviado dos caminhos do Senhor? Geralmente eles se escondem, fogem.

6º - OLHOS FECHADOS (CEGUEIRA) Mt 5:14

“Vós sois a luz do mundo.” Mt 5:14

Quando um crente está morrendo ele vai perdendo a visão. Só fala de coisas naturais. Não tem revelação. Sua alma é vazia. Não tem mais a visão que quanto mais vida em Deus, mais luz, mais clareza, mais revelação, mais comunhão, mais visão.

Visão nos fala de enxergar o Senhor em todas as circunstâncias da vida. Veja as palavras do apóstolo Paulo:
sabemos que todas as coisas contribuem juntamente para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados segundo o seu propósito.” Rm 8:28

Os olhos são a lâmpada do corpo nos ensina Jesus. Mt 6:22-23

Aqueles que estão morrendo são naturais, só enxergam as circunstâncias e não Deus através das circunstâncias. Para os carnais, as circunstâncias são muralhas intransponíveis, mas para os espirituais; são lentes de aumento que nos permitem ver Deus mais de perto. Perto está o SENHOR dos que têm o coração quebrantado e salva os de espírito oprimido”. Sl 34:18

Pessoas que estão com olhos fechados, não enxergam mais com benignidade e amor, mas com desconfiança e medo. A igreja, os irmãos, os pastores são sinônimos de cobrança, fardo e perigo. Isso é sinal de morte.

7º - TRISTEZA

Quando um crente é contaminado pela morte espiritual, perde a alegria, a fé, o ânimo, o vigor então começa a diminuir. Um dos sinais da morte na vida do crente é o cansaço da alma. O cansaço físico tem relação com o corpo e mente, mas o cansaço da alma é um sinal da morte espiritual. O desânimo para com tudo e a apatia são evidências que a morte está inundando a nossa alma.

Alegrai-vos sempre no Senhor; outra vez digo: alegrai-vos.” Fl 4:4

“Alegrai-vos com os que se alegram...” Rm 12:15

“Mas o fruto do Espírito é: amor, gozo, paz, longanimidade, benignidade, bondade, fé, mansidão, temperança.” Gl 5:22

Motivos para se alegrar – verdade da Salvação

Alegria traz saúde e prosperidade

Você movimenta 26 musculos do rosto para sorrir e movimenta 60 musculos do rosto para se fechar

Igrejas risonhas crescem mais

15 minutos de risadas por dia, traz mais saúde

CONCLUSÃO

Hoje o Senhor te pergunta: como anda sua vida espiritual? Há algum sinal de morte? O que você precisa é do fogo de Deus. Seja ousado para pedir a Deus mais fogo em sua vida. A melhor maneira de não morrermos, é conhecer mais a Deus e gastar nosso tempo na sua presença. A Bíblia nos fala que quanto maior for o nosso interesse em aproximarmos D’Ele, mais Ele se aproximará de nós.

Chegai-vos a Deus, e ele se chegará a vós outros.” Tg 4:8

Todo aquele que se aproximar de Deus, com o coração sincero, será bem recebido e a morte espiritual vai passar longe de você. Portanto vença os sete sinais que querem matar a sua vida com Deus.

Supere a sua vontade natural, e para superar, é preciso uma certa força, para que através de ouvir a Palavra venha a fé, e através da fé o Senhor Jesus, e através D’Ele você possa conseguir sair vitorioso contra a morte espiritual.

20110801

Fontes do poder de Deus. At 1:8 - Pr. Edenir Araújo - Culto de Celebração - 01/08/11

Veja que nestes dias a maioria de nossos irmãos está buscando o poder de Deus. Glória Deus por isso! Mas em alguns casos, os valores estão invertidos, pois mais importante do que receber o poder de Deus, é estar em comunhão com a sua vontade. Precisamos desejar a face de Deus, mais do que desejamos as suas mãos. Desejar a face de Deus significa amá-lo por quem ele é, e isso é mais importante do que a manifestação de suas obras. Pois antes de nos orientar a buscar seu poder, ele nos mandou amá-lo.

“Amarás, pois, ao Senhor teu Deus de todo o teu coração, e de toda a tua alma, e de todo o teu entendimento, e de todas as tuas forças; este é o primeiro mandamento.” Mc 12:30

Amar a Deus é o primeiro passo para quem quer experimentar do seu poder! Veja que quando o homem cumpre a vontade de Deus em obediência, Deus derrama o seu poder sobrenatural para operação de milagres.

Deus deseja que o homem desfrute de seu poder!

Em Atos 1:4-8, Jesus ordenou aos seus discípulos para que ficassem em Jerusalém, pois assim receberiam de seu poder. Porque eles obedeceram, Jesus então lhes deu de seu Espírito e poder (At 2:1-4).

Sabemos também que em algumas ocasiões, Deus manifestou o seu poder mesmo na desobediência de seu povo, mas veja que isso geralmente se dava no antigo testamento, ou seja no tempo da lei. Hoje, nos dias de graça, Jesus nos ensina que poder de Deus é resultado de obediência à sua palavra e vontade.

Receber o poder de Deus sobre nós, está intimamente ligado à obediência que prestamos à Palavra de Deus.

Amor e obediência gera poder!!!

Perceba que essa atitude é interior, fala a respeito de uma decisão pessoal de amar e obedecer. Eu decido amá-lo e obedecê-lo!

Agora veja que existem fontes exteriores do poder de Deus que exercitam a obediência do crente. É sobre isso que queremos tratar nessa breve palavra.

É importante dizer que essas fontes de poder estão à disposição de todos os crentes nascidos de novo!

Só para confirmar essa palavra veja At 1:8, a promessa foi: “Mas recebereis poder ao descer sobre vós o Espírito Santo”. E o cumprimento da promessa em At 2:4 diz: “Todos foram cheios do Espírito Santo.”

Fontes do poder de Deus

1º Tribulação. 2Co 4:17

As tribulações são fontes do poder de Deus, a Bíblia diz que elas produzem glória. As tribulações produzem pressão. As tribulações são oportunidades de manifestação do poder de Deus. De fato não há pessoa que alcance o topo da montanha sem antes caminhar pelo vale.

“Pois a nossa leve e momentânea tribulação produz para nós eterno peso de glória, acima de toda comparação.” 2Co 4:17

Nós podemos em meio às tribulações desistir das lutas ou canalizar o poder de Deus para alavancar nossa vitória. Alguns dissipam a pressão se escondendo da responsabilidade de vencer nas circunstâncias adversas. Deixam de ir pra célula, culto, trabalhos da igreja, se afastam de seus cônjuges e até se matam. Essas pessoas desistem da família, amigos, irmãos etc. Desaparecem e nem dão satisfação de sua ausência.

Veja que quando a tribulação cresce, o nosso caráter aparece.

Não fuja das tribulações, pois elas sempre serão a ante-sala da bênção pra nós. Tribulação é sinônimo de vitória e bênção!

Em tudo somos atribulados, mas não angustiados; perplexos, mas não desanimados. Perseguidos, mas não desamparados; abatidos, mas não destruídos...” 2Co 4:8-9

Veja que os que entendem que na tribulação há uma possibilidade real de crescimento canalizam a dificuldade e fazem disso um trampolim para orar mais, jejuar mais, fazem do tempo de prova e tribulação um tempo de glória e consagração. Tornam-se profundos no relacionamento com Deus, oram fervorosamente, de noite e de dia clamam e buscam a Deus.

Lembre-se que em cada deserto de tribulações Deus tem um oásis de conforto.

Deus pode tecer os espinhos deste mundo transformando-os numa coroa de vida e glória.

2º Desejo. 1Pe 2:2

“desejai como meninos recém-nascidos, o puro leite espiritual, a fim de por ele crescerdes para a salvação...”

Veja que desejo aqui não é da carne, pecaminoso; mas desejos nobres e excelentes, desejos que estão no coração de Deus. Veja que desejos geram alvos, que geram desafios, que redundam em vitória. O primeiro passo na direção do poder e Deus é interior, é decidir, é querer, é desejar, visualizar o coração de Deus e fazer disso uma obsessão.

Muitas pessoas estão se preparando para viver, mas nunca vivem. "Estou querendo mudar", dizem. Da vontade de perguntar: "Que bom, mas quando você vai dar a partida?"

Outras pessoas dizem: eu não consigo parar de fumar. Mas há realmente um desejo de parar de fumar? Outros dizem: eu não agüento mais pagar aluguel. Mas será que realmente esses desejam pagar o preço para se ter uma casa própria? Tiago escrevendo a sua carta disse: “nada tendes porque nada pedis.”

As pessoas que não tem desejo não pedem. Vivem a vida, apenas existem.

Veja também que pensar em ter, não é desejar ter. A maioria diz: eu penso em ter, mas poucos dizem: eu quero e vou ter, eu desejo e vou lutar para ter. Poucos sonham, por essa razão poucos vencem.

Lembre-se: desejos geram alvos, que geram desafios, que redundam em vitória. O desejo gera poder.

3º Sonho. Sl 126:1

“Quando o SENHOR trouxe do cativeiro os que voltaram a Sião, estávamos como os que sonham.” Sl 126:1

Quantos de nós acreditamos em sonhos? Vamos melhorar essa pergunta: quantos de nós acreditamos que nossos sonhos podem virar realidade? Talvez poucas pessoas acreditem nessa possibilidade.

Não o sonho da carne, não o sonho do lunático que está fora da órbita celestial, mas eu me refiro ao sonho de Deus. O sonho de conquistar essa cidade, o sonho de ver o mover de milagres acontecendo em nosso meio. Sonhar é ter uma visão clara de algo que queremos conquistar em Deus.

“Quando o Senhor trouxe do exílio os que voltaram a Sião, estávamos como os que sonham. A nossa boca se encheu de riso, e a nossa língua de cânticos de alegria. Então se dizia entre as nações: Grandes coisas fez o Senhor por nós, e por isso estamos cheio de alegria.” Sl 126:1-3

Veja que Sonhar segundo o coração de Deus, trás gratidão. Grandes coisas fez o Senhor por nós, e por isso estamos cheio de alegria.”

Sonhar também é uma promessa para aqueles que estão em Cristo Jesus, para aqueles que estão cheios do Espírito Santo.

“E há de ser que, depois, derramarei o meu Espírito sobre toda a carne, e vossos filhos e vossas filhas profetizarão, os vossos velhos terão sonhos, os vossos jovens terão visões.” Joel 2:28

Estamos apaixonados pela visão que Deus nos deu para multiplicar as nossas células ganhando almas e avançando para a glória de Deus.

Estamos sonhando com uma igreja de vencedores mudando a realidade do nosso bairro, cidade e nação. Estamos sonhando com uma igreja onde as famílias sejam fortes, os relacionamentos conjugais sejam consolidados, onde nossos jovens sejam santos e nossas crianças pastoreadas com excelência. Estamos apaixonados por Jesus e sua igreja. Os homens de negócio estão sonhando e trabalhando incansavelmente para promover seus empreendimentos. Os políticos influentes deste mundo estão trabalhando para se projetarem além de onde já estão, mas nós estamos abrindo mão de tudo isso para alcançar o coração de Deus, para estabelecer o reino de Jesus nessa terra. Estamos sonhando com a volta de nosso Senhor, estamos dizendo: Senhor venha a nós o teu reino!!!

Alguns homens não sonham e vêem as coisas como são, e dizem: Por quê? Eu sonho e vejo as coisas como nunca foram e digo: Por que não?

O lugar mais rico deste planeta não são os recém descobertos campos de petróleo do pré sal, do Iraque ou da Arábia Saudita. Nem tão pouco, as minas de ouro e diamantes da África do Sul, as minas de Urânio da União Soviética e as minas de prata da África. Embora isso seja surpreendente, os depósitos mais ricos de nosso planeta podem ser encontrados a alguns quarteirões da sua casa. Eles estão no cemitério local. Enterrados embaixo do solo. Dentro das paredes daqueles túmulos sagrados estão sonhos que nunca se realizaram, canções que nunca foram escritas, pinturas que nunca encheram uma tela, idéias que nunca foram compartilhadas, visões que nunca se tornaram realidade, invenções que nunca foram criadas, planos que nunca passaram da "prancheta" mental e propósitos que nunca foram realizados. Nossos cemitérios estão cheios de um potencial que permaneceu inerte.

Não entregue seus sonhos, JESUS tem poder de ressuscitá-los, talvez um dia te disseram para desistir, abandonar e que você nunca ia conseguir, JESUS tem poder de dar a vida aos teus sonhos.

4º Compaixão. Tg 5:11

“O Senhor é cheio de misericórdia e compaixão” Tg 5:11

Veja que Jesus quase sempre se compadecia antes de liberar o poder de Deus. Quem não tem compaixão não tem poder de Deus. Há uma relação íntima entre poder de Deus e lágrimas.

Jesus percorria as cidades e aldeias ensinando e pregando sobre o evangelho do reino. Mt 10:36 diz que: “Vendo ele as multidões, tinha grande compaixão delas, porque andavam cansadas e abatidas...”

Jesus na multiplicação de pães se compadeceu da multidão. Jesus curou os enfermos porque teve compaixão. “...e, possuído de grande compaixão para com ela, curou os seus enfermos.” Mt 14:14b

Quando aqueles dois cegos em Jericó perceberam que Jesus passava eles gritaram: “Senhor, Filho de Davi, tem misericórdia de nós.” O texto de Mt 20:34 diz que: “Movido de compaixão, Jesus tocou-lhe os olhos. Imediatamente, recuperaram a vista e o seguiram.”

Em Marcos 1:40-45, Jesus curou o leproso por que teve compaixão. “Jesus com grande compaixão, estendeu a mão, tocou-o, e disse-lhe: Quero sê limpo.” V. 41

Jesus teve compaixão de Lázaro, da mulher adúltera e até mesmo da multidão que o crucificou. Este sentimento foi e é a causa da manifestação do poder de Deus. Veja que a oração feita com compaixão é diferente da oração raza, desprovida de paixão. Agora veja que líderes, discipuladores e muitos pastores querem crescer como ministros, querem multiplicar células, mas não tem compaixão. Sem compaixão não haverá multiplicação, poder, nem milagres. Veja que as pessoas mais frutíferas são as pessoas que se compadecem de seus seguidores e discípulos.

É fantástico ver pessoas compadecidas, chorando por seus filhos, familiares, amigos etc.

5º Indignação.

“Deus é um juiz justo, um Deus que sente indignação (expressa sua íra) todos os dias.” Sl 7:11

Quem tem o Espírito de Deus, unção de Deus, tem indignação. Não são passivos em relação à situação. Não aceitam a situação de suas células sem visitantes, ficam indignados com tanta destruição. Homens de Deus são indignados e inconformados com a programação corrompida da TV. Devemos chegar em nossos cultos e células e orar com indignação. Algumas pessoas estão condicionadas a somente esperar no Senhor, não se indignam mais com os escândalos. Como diz nosso hino nacional, estão “deitados eternamente em berço esplêndido...” Devemos nos indignar com a enfermidade. Devemos andar como pessoas inconformadas a todo momento, pois o mundo jaz no maligno diz a Palavra de Deus.

Jesus enquanto esteve entre os homens, manifestou a sua indignação. Não compactouo de maneira passiva e foi além confrontando seus opositores de maneira ferrenha.

Veja o ensino de Paulo a respeito disso:

“E não vos conformeis com este mundo, mas transformai-vos pela renovação do vosso entendimento, para que experimenteis qual seja a boa, agradável e perfeita vontade de Deus.” Rm 12:2

Você precisa mudar sua mente e se indignar por não ter um discípulo caminhando com você dentro de sua célula, por ver pessoas que estão sendo escravizadas pelos vícios, por já estar há tanto tempo dentro da igreja sem liderar, por não multiplicar células, por estar infeliz em seu relacionamento conjugal etc.

Lembre-se: Indignação gera ação, inconformismo gera mudança.