Pular para o conteúdo principal

Sendo imergido no fogo de Deus. Dt 4:24. Pr. Edenir Araújo - Culto de Celebração - 15/08/11

“Pois o Senhor teu Deus é fogo que consome, é Deus zeloso.” Dt 4:24

Introdução

A vida sem Deus é seca como um deserto, infrutífera como os espinheiros e estagnada como um poço de águas paradas. Precisamos nos voltar para Deus, aquecer os nossos corações com o calor de sua presença. Por meio do seu “fogo consumidor” podemos ser purificados e movidos para o cumprimento do propósito que assumimos.

Não fique com medo de experimentar este fogo, pois fogo não consome fogo, fogo só consome o que não é fogo. Portanto se você tem fogo, ao experimentar o fogo de Deus você será transformado em uma labareda. Aleluia!!!

Nessa fome e sede de Deus, nós vemos muitos irmãos que estão buscando conhecimento nas Escrituras, estão empenhados fazendo cursos como o CME, CTLPC e outros. Isso é maravilhoso!!! Mas não podemos nos esquecer que também precisamos desfrutar do fogo de Deus.

Algumas igrejas são muito inclinadas para o lado do ensino, outras para a manifestação de dons; nós queremos os dois, Palavra e fogo.

Não é coincidência que em nosso logotipo temos a Bíblia e o fogo dentro dela. Que combinação maravilhosa Palavra e fogo!!!

Queremos mergulhar neste rio de vida que está na palavra de Deus, mas também oferecer nossas vidas como sacrifício vivo, santo e agradável a Deus, para que o fogo venha e nos purifique.

Nossos dias serão marcados pelo fogo de Deus!

Pentecoste

No cumprimento da promessa do pentecoste em Atos 2, o primeiro sinal percebido pela igreja foi audível, De repente veio do céu um som, como de um vento impetuoso...” At 2:2, essa foi a vida de Deus sendo soprada sobre a Igreja; mas logo em seguida uma visão foi dada aos homens ali reunidos, “E viram línguas repartidas, como que de fogo, as quais pousaram sobre cada um deles.” At 2:3

Veja você que na primeira experiência do homem com o enchimento do Espírito Santo, Deus sinalizou com línguas e fogo. O Senhor poderia ter usado mãos e água, pés e óleo, para sinalizar sua presença, pois são figuras que apontam para Jesus ou para Deus e sua obra. Mas Deus escolheu, línguas e fogo.

Porque Deus escolheu línguas e fogo?

Porque primeiro, neste mesmo livro de Atos, Jesus disse que seríamos testemunhas, pessoas separadas para falar. Se tivesse dito: “Mas recebereis poder, ao descer sobre vós o Espírito Santo, e sereis meus trabalhadores...”; certamente a visão seria de “mãos como que de fogo”, pois mãos apontam para o trabalho. Se tivesse dito: Mas recebereis poder, ao descer sobre vós o Espírito Santo, e sereis meus missionários...certamente veríamos pés como que de fogo. Mas como nós vimos o texto diz línguas como que de fogo, isso nos fala da responsabilidade que temos com as palavras que saem da nossa boca. O poder de Deus é para curar, libertar, restaurar, mas primeiramente para falar.

Jesus disse: “Digo-vos, pois, que de toda palavra fútil que os homens disserem, hão de dar conta no dia do juízo.” Mt 12:36

“Não é o que entra pela boca que contamina o homem; mas o que sai da boca, isso é o que o contamina.” Mt 15:11

Mas voltemos ao fogo, pois isso fala de purificação e o fogo de Deus é o nosso foco nessa palavra. Línguas como que de fogo, foi a visão dada aos crentes naquele dia. João Batista disse que Jesus viria com seu fogo consumidor enfatizando a importância do fogo de Deus quando profetizou acerca da vinda do Messias, pelo Espírito de Deus, declarou:

“Eu, na verdade, vos batizo em água, na base do arrependimento; mas aquele que vem após mim é mais poderoso do que eu, que nem sou digno de levar-lhe as alparcas; Ele vos batizará com o Espírito Santo, e com fogo.” (Mt 3:11)

Eu sei que existem algumas teorias sobre que tipo de fogo é esse mencionado por João Batista. Alguns teólogos dizem que o batismo com Espírito Santo é para os crentes, e o batismo com o “fogo” de Mt 3:11 seria para a condenação, consumindo a palha ou o descrente.

Concordo em partes com essa teoria, pois no próprio contexto do versículo, João Batista está falando para os seus ouvintes que o batismo nas águas é para pecadores arrependidos, mas após essa experiência de descer as águas, Jesus O Messias, viria para proporcionar a esses mesmos ouvintes outras experiências, o batismo com Espírito Santo e com o fogo.

Não rejeite o que o Senhor quer te dar!!!

A promessa aqui é para todos os homens, e fala sobre todos os crentes serem imergidos no Espírito e fogo de Deus. Portanto se você está aqui hoje e diz: “esse negócio de fogo não é para mim”. Você está dizendo: “Jesus, eu não quero receber o que o Senhor reservou para mim”. Deixe-me dizer, esse fogo é para você, pois todos os homens passarão por este fogo, pois o apóstolo Paulo mesmo nos assegurou disso quando disse: “a obra de cada um se manifestará; pois aquele dia (dia do juízo) a demonstrará, porque será revelada no fogo, e o fogo provará qual seja a obra de cada um.” 1Co 3:13

Veja meu irmão que esse fogo nos revela nossas obras, provando e nos fazendo discernir nosso comportamento diante de Deus. Porque muitos não mudam, continuam agindo da mesma forma há anos, não avançam um milímetro sequer no reino? Falta fogo!

Por essa razão eu quero falar 5 verdades sobre o fogo de Deus e suas implicações em nossas vidas.

1. O fogo faz parte da essência de Deus. Hb 12:29

“porque o nosso Deus é fogo consumidor.” Hb 12:29

Em Deuteronômio 4:24, o nome de Deus é ELOHIM-ICHI, que significa “o Senhor é fogo”. Dt 4:24

Veja que o fogo é como o amor, e ambos fazem parte da essência de Deus. Muitos de nós gostamos de falar que Deus é amor, e é bom que falemos mesmo, pois do amor que é um atributo moral de Deus deriva outras de suas qualidades como: Benignidade, bondade, compaixão, misericórdia, graça, perdão, etc. Mas podemos dizer Deus é fogo e esse atributo também traz qualidades como: ousadia, coragem, intrepidez, segurança, aliança, fidelidade, compaixão etc.

2. O fogo expressa a presença e manifestação de Deus

A presença de Deus foi revelada por meio do fogo...

Na sarça ardente “Apareceu-lhe o anjo do Senhor numa chama de fogo...” Ex 3:2,

No monte Sinai “Todo o monte Sinai fumegava porque o Senhor descera sobre ele em fogo... Ex 19:18,

Em carros de fogo E Eliseu orou, e disse: Ó senhor, peço-te que lhe abras os olhos, para que veja. E o Senhor abriu os olhos do moço, e ele viu; e eis que o monte estava cheio de cavalos e carros de fogo em redor de Eliseu. 2Re 6:17,

E no dia de Pentecostes “E viram línguas repartidas, como que de fogo, as quais pousaram sobre cada um deles.” At 2:3

Tem fogo neste lugar!!!

Do fogo o Senhor manifesta o seu poder, a sua unção e grandes operações de milagres. Muitos cristãos genuínos e que amam a Deus verdadeiramente não compreendem essa verdade e estão tendo um prejuízo irreparável, porquanto suas vidas e ministério poderiam ir muito além do que tem experimentado e alcançado.

Outros por sua vez acham que o fogo de Deus é apenas algo simbólico, e que ele esta registrado nas Escrituras apenas para explicar uma verdade espiritual, certamente que essa teoria tem sua verdade, mas não podemos nos enganar, o fogo também é literal e pode se manifestar em nossa vida e ministério. O fogo e a glória estavam estritamente ligados a adoração no culto do Antigo Testamento, de tal modo que sem fogo não havia intimidade com Deus.

Romanos 12:1 nos fala que somos sacrifício. Se somos sacrifício, precisamos de fogo!

Segundo Salomão, podemos orar e experimentar o poder de Deus! 2Cro 7:1-3

1 ¶ Tendo Salomão acabado de orar, desceu fogo do céu e consumiu o holocausto e os sacrifícios; e a glória do SENHOR encheu a casa.

2 Os sacerdotes não podiam entrar na Casa do SENHOR, porque a glória do SENHOR tinha enchido a Casa do SENHOR.

3 Todos os filhos de Israel, vendo descer o fogo e a glória do SENHOR sobre a casa, se encurvaram com o rosto em terra sobre o pavimento, e adoraram, e louvaram o SENHOR, porque é bom, porque a sua misericórdia dura para sempre.

3. O fogo faz parte dos juízos de Deus

O maior juízo de Deus sobre a terra foi o dilúvio, onde toda raça humana ficou submersa nas águas pelo julgamento de Deus. E depois o Senhor fez uma aliança com Noé dizendo que a terra não seria mais destruída por águas de dilúvio. A partir desta aliança o julgamento do Senhor sobre a terra tem sido com fogo. O juízo sobre os homens de Sodoma, sem o temor de Deus foi com fogo. “Então, fez o SENHOR chover enxofre e fogo, da parte do SENHOR, sobre Sodoma e Gomorra”. Gn 19:24

Veja o caso de Elias e os profetas de Baal 1Re 17. “36 Sucedeu pois que, sendo já hora de se oferecer o sacrifício da tarde, o profeta Elias se chegou, e disse: Ó Senhor, Deus de Abraão, de Isaque, e de Israel, seja manifestado hoje que tu és Deus em Israel, e que eu sou teu servo, e que conforme a tua palavra tenho feito todas estas coisas. 37 Responde-me, ó Senhor, responde-me para que este povo conheça que tu, ó Senhor, és Deus, e que tu fizeste voltar o seu coração. 38 Então caiu fogo do Senhor, e consumiu o holocausto, a lenha, as pedras, e o pó, e ainda lambeu a água que estava no rego. 39 Quando o povo viu isto, prostraram-se todos com o rosto em terra e disseram: O senhor é Deus! O Senhor é Deus!”

No futuro as pessoas que não amam a Deus sofrerão o dano do fogo consumidor do Deus vivo.

Porque eis que o SENHOR virá em fogo, e os seus carros, como um torvelinho (redemoinho), para tornar a sua ira em furor e a sua repreensão, em chamas de fogo”. Is 66:15

A palavra de Deus diz que na grande tribulação o anjo do Senhor lançará fogo sobre a terra e que os homens procurarão a morte e não a acharão. Até depois da morte as pessoas sem Deus sofrerão o dano do fogo consumidor como nos mostra a história do rico que foi para o inferno. Então, clamando, disse: Pai Abraão, tem misericórdia de mim! E manda a Lázaro que molhe em água a ponta do dedo e me refresque a língua, porque estou atormentado nesta chama.” Lc 16:24

A Bíblia também nos fala do juízo sobre o seres malignos Ap 19:20; 20:10; e do juízo sobre seu povo (1Co 3:12-15).

4. O fogo é a marca divina para Deus fazer sua obra em nós e através e de nós. Is 6:1-8.

Apesar de Isaías ser um profeta, ele só foi qualificado quando teve uma experiência profunda com o fogo de Deus. Do capítulo 1 ao 5, Isaias tinha seu ministério pautado em julgamentos punitivos e injustos por serem feitos na base de sua justiça própria. Mas no capítulo 6 de seu livro, sua narrativa é impactante, pois o profeta se vê diante de Deus e reconhece o quanto é falho. A partir daí Deus o toca nos lábios com a brasa viva do altar, e Isaias finalmente entende seu chamado dizendo: “eis-me aqui, envia-me a mim.” Is 6:8

Eu creio que os Serafins são agentes de purificação pelo fogo e estão aqui nesta noite para purificar nossas vidas, ALELUIA!!!

Precisamos do batismo com fogo para vivermos um outro nível de santidade.

Até podemos fazer a obra de Deus sem o fogo, mas os resultados ficam bem aquém daquilo que esperamos. Ex. A Igreja de Laodicéia Ap 3:15-16

“No zelo, não sejais remissos; sede fervorosos de espírito, servindo ao Senhor”. Rm 12:11

5. O fogo é promessa de Deus para os crentes em Jesus. Mt 3:11

“Ele vos batizará com o Espírito Santo, e com fogo.” Mt 3:11

“mas recebereis poder, ao descer sobre vós o Espírito Santo, e sereis minhas testemunhas tanto em Jerusalém como em toda a Judéia e Samaria e até aos confins da terra.” At 1:8

Tudo aquilo que o Senhor espera de nós é disposição para receber o fogo prometido.

Jesus cumpriu a promessa

“de repente, veio do céu um som, como de um vento impetuoso, e encheu toda a casa onde estavam assentados. E apareceram, distribuídas entre eles, línguas, como de fogo, e pousou uma sobre cada um deles. Todos ficaram cheios do Espírito Santo e passaram a falar em outras línguas, segundo o Espírito lhes concedia que falassem. At 2:2-4

“Fazes a teus anjos ventos e a teus ministros, labaredas de fogo.” Sl104:4

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O poder de crer e confessar. Parte 2. Pr. Edenir Araújo - Culto de Celebração - 04/09/16

Entendendo a fé...
1. A fé é um espírito (2Co 4:13)
“Tendo, porém, o mesmo espírito da fé, como está escrito: Eu cri; por isso, é que falei. Também nós cremos; por isso, também falamos...”. 2Co 4:13
Veja que a fé não é questão de fórmula, mas de espírito. Paulo diz que temos o mesmo espírito de fé de Abraão, Moisés ou Davi. Sendo a fé um espírito, ela é contagiosa e por isso pode se espalhar. Você deve se lembrar do dia em que os doze espias foram enviados para espiar a terra de Canaã. Depois de quarenta dias, eles voltaram e dez deles disseram:
“Não podemos conquistar essa terra. As muralhas são muito largas, os gigantes, muito altos, e nós somos muito pequenos”. Mas dois deles, Josué e Calebe, disseram: “Vamos conquistar a terra, como pão, os podemos devorar; retirou-se deles o seu amparo; o SENHOR é conosco; não os temais”. Nm 14:9
Toda a nação acreditou nos dez espias e, por causa disso, morreram no deserto; mas, a respeito de Calebe, o Senhor disse que nele havia um espírito difer…

Destruindo os inimigos das nossas orações. Dn 10:12-13. Parte 2. Pr. Edenir Araújo - Culto de Celebração - 13/08/16

"12 Então, me disse: Não temas, Daniel, porque, desde o primeiro dia em que aplicaste o coração a compreender e a humilhar-te perante o teu Deus, foram ouvidas as tuas palavras; e, por causa das tuas palavras, é que eu vim. 13 Mas o príncipe do reino da Pérsia me resistiu por vinte e um dias; porém Miguel, um dos primeiros príncipes, veio para ajudar-me, e eu obtive vitória sobre os reis da Pérsia.” Dn 10:12-13
Por que temos tanta dificuldade para orar?
Eu creio que todos temos ideia de quanto a oração é importante pelo grau de dificuldade que sempre enfrentamos para orar. O nosso inimigo vai lutar de todas as formas para impedir que nossas orações cheguem ao trono do Pai. Ele vai tentar colocar barreiras que vão tentar invalidar nossas orações, para que a nossa oração não seja ouvida pelo Senhor. Precisamos remover então essas barreiras para o êxito na nossa oração.
Guarde essa verdade: O diabo e os demônios não querem que você ore! Eles sempre se oporão a você, pois sabem melhor d…

Ore até que algo aconteça! Is 62:6-7. Pr. Edenir Araújo - Culto de Celebração - 24/07/16

“6 Sobre os teus muros, ó Jerusalém, pus guardas, que todo o dia e toda a noite jamais se calarão; vós, os que fareis lembrado o Senhor, não descanseis, 7 nem deis a ele descanso até que restabeleça Jerusalém e a ponha por objeto de louvor na terra.”  Is 62:6,7
Introdução
Toda ação sobrenatural de Deus é precedida de oração. As chuvas de bênçãos não caem sem que antes nossos joelhos se dobrem. Deus não sarará a nossa terra sem que primeiro seu povo se humilhe e ore fervorosa e perseverantemente. (2Cro 7:14)
Jonathan Edwards, o clássico teólogo do avivamento disse: “Quando Deus tem algo muito grande para realizar em favor da igreja, o desejo dele é que esse seu ato seja precedido por orações extraordinárias do seu povo.”
Muitos cristãos estão vivendo tempos de estiagem e sequidão, porque não oram. Alguém me disse: Pastor Edenir, em minha igreja a reunião de oração está em estado de coma, está na UTI prestes a morrer. Os irmãos andam muito ocupados para ocupar-se com Deus em oração.
Não pode…