20120906

Pegando fogo através da oração em Línguas. 1Co 14:4

Pegando fogo através da oração em Línguas. 1Co 14:4

O que fala em outra língua a si mesmo se edifica, mas o que profetiza edifica a igreja." 1 Co 14:4

"Dou graças a Deus, porque falo em outras línguas mais do que todos vós." 1Co 14:18

Introdução

Na cabeça da maior parte dos irmãos que eu conheço, a maneira de ser cheio de Deus está diretamente ligada à adoração, imposição de mãos de um super ungido de Deus, através da leitura da Palavra de Deus, oração etc, etc. Isso é uma grande verdade eu creio. Mas existe também um meio ou recurso que temos em Deus para sermos edificados e cheios da presença e fogo de Deus, que infelizmente é ignorado ou rejeitado. Esse meio é a oração em línguas ou no espírito. Orar em uma lingua estranha é orar no espírito segundo o que podemos ler em Romanos 8:26-27.

"E da mesma maneira também o Espírito ajuda as nossas fraquezas; porque não sabemos o que havemos de pedir como convém, mas o mesmo Espírito intercede por nós com gemidos inexprimíveis. E aquele que examina os corações sabe qual é a intenção do Espírito; e é ele que segundo Deus intercede pelos santos." Romanos 8.26,27

Veja o que Paulo diz que quem ora em línguas estranhas, edifica-se a si mesmo. E da mesma maneira também o Espírito ajuda as nossas fraquezas; porque não sabemos o que havemos de pedir como convém (Rm 8.26a). Seria impossível para nós, em nossa razão humana, em nosso raciocínio lógico, saber o que devemos orar da maneira apropriada.

O mesmo espírito intercede por nós com gemidos inexprimíveis (Rm 8.26b). De acordo com P. C. Nelson, a versão original desse versículo no grego indica gemidos que não podem sem expressos por meio de palavras articuladas. Nossa maneira comum de comunicação usa palavras articuladas. Esse versículo está referindo-se a orar em línguas, pois Paulo fala a mesma coisa aos romanos e aos coríntios. Em outras palavras, aqueles gemidos que brotam do nosso interior quando estamos orando são do nosso espírito. Não podem ser expressos por meio da linguagem regular.

Compreendendo a Importância do Orar em Línguas Estranhas

Muitos infelizmente ignoram o Orar em línguas por desconhecimento do dom, outros acreditam que este dom encerrou na era apostólica, e que não deve ser mais uma pratica cristã. Outros ainda dizem que esta pratica é do diabo. Vejamos o que a Bíblia diz:

1. Jesus disse que é um sinal dos que crêem. Mc 16:17

"Estes sinais hão de acompanhar aqueles que crêem: em meu nome, expelirão demônios; falarão novas línguas..." Mc 16:17


Jesus não parece ter nos deixado muita opção. Ele disse que nós falaríamos novas línguas! Não é uma opção.

2. No Pentecoste foi um sinal da Plenitude do Espírito. At 2:1-4

Todos ficaram cheios do Espírito Santo e passaram a falar em outras línguas, segundo o Espírito lhes concedia que falassem.

3. Na casa de Cornélio foi a evidencia que estavam cheios do Espírito Santo. Atos 10:44-46

44 Ainda Pedro falava estas coisas quando caiu o Espírito Santo sobre todos os que ouviam a palavra. 45 E os fiéis que eram da circuncisão, que vieram com Pedro, admiraram- se, porque também sobre os gentios foi derramado o dom do Espírito Santo; 46 pois os ouviam falando em línguas e engrandecendo a Deus. Atos 10:44-46

4. Na cidade de Éfeso as línguas foi um sinal que foram batizados com o Espírito Santo, Atos 19:1-6

v 6 E, impondo-lhes Paulo as mãos, veio sobre eles o Espírito Santo; e tanto falavam em línguas como profetizavam. Atos 19:6

Quais são os obstáculos que Podem nos Impedir de Orar em Línguas?

1. Ignorância

Muitos não oram no Espírito porque nem sabem que existe esse tipo de oração. Outros acham que este dom se encerrou na era apostólica e por aí vai.

2. Bloqueio Teológico

Muitos também não oram em línguas estranhas porque foram criados num contexto de igreja tradicional onde ensinam que este tipo de dom não existe para a igreja de hoje. 1 Coríntios 14:18.

3. Falta de Fé

Somos cheios do Espírito Santo pela fé, assim como todas as outras coisas na vida cristã. Possivelmente pessoas já estão dotadas do dom de línguas, mas não utilizam porque não acreditam que receberam.

4 - Falta de Busca, desprezo.

Muitas pessoas ainda não foram batizadas com o Espírito Santo e não falam em línguas, por não acharem tão importante e nunca buscarem.

"Buscar-me-eis e me achareis quando me buscardes de todo o vosso coração." Jr 29:13

5. Conflito Mental

Há pessoas que têm muita dificuldade com os pensamentos. Sua mente persiste com toda sorte de preocupação quando estão orando em línguas, e elas ficam de tal modo incomodadas que param de orar em línguas.

"Se eu orar em outra língua, o meu espírito ora de fato, mas a minha mente fica infrutífera" 1Co 14:14

6. Acusação do Diabo

É fácil Satanás perturbar a mente cheia de preocupação e tormento, pois quando a mente está dessa forma não se consegue o que se quer pensar claramente.

7. Falha em Exercitar

Há muitos crentes que já foram batizados com o Espírito Santo e receberam o dom de línguas, porém pela falta de exercício, o dom ficou emperrado.

Quais são os Benefícios de Orar em Línguas?

1. Orar em línguas abre portas para a manifestação de outros dons.

"E apareceram, distribuídas entre eles, línguas, como de fogo, e pousou uma sobre cada um deles. 4 Todos ficaram cheios do Espírito Santo e passaram a falar em outras línguas, segundo o Espírito lhes concedia que falassem." Atos 2:3-4

"pois os ouviam falando em línguas e engrandecendo a Deus." Atos 10:46

"E, impondo- lhes Paulo as mãos, veio sobre eles o Espírito Santo; e tanto falavam em línguas como profetizavam." Atos 19:6

2. Nos traz Revelação


Podemos ter 2 tipos de revelações de Deus:

¨ Revelação dos mistérios de Deus. "Pois quem fala em outra língua não fala a homens, senão a Deus, visto que ninguém o entende, e em espírito fala mistérios." 1Co 14:2

¨ Revelação de nós mesmos.

3. Ativa a nossa Fé

A oração no Espírito em conjunto com a Palavra ativa a nossa fé nos levando a um outro nível de fé, intrepidez e ousadia.

"Vós, porém, amados, edificando-vos na vossa fé santíssima, orando no Espírito Santo..." Jd 1:20

Veja que orar em outras línguas ativa a nossa fé e não gera fé, pois a fé vem pelo ouvir a palavra de Deus.

Repare neste ato de fé: vou fazer isso simplesmente porque está escrito. Em outras palavras, se eu orar em línguas, ou ORAR NO ESPÍRITO SANTO, eu vou edificar a minha fé.

4. A Edificação Própria

"O que fala em outra língua a si mesmo se edifica, mas o que profetiza edifica a igreja." 1Co 14:4

Através da oração em línguas Deus vai construindo o seu tabernáculo dentro de nós pelo Espírito. Por isso busque o Batismo com o Espírito Santo para falar novas línguas. Muitos se equivocam ao buscar uma experiência emocional, porém a experiência que precisamos não tem nada a ver com a emoções, por ser uma experiência estritamente espiritual. À medida que vamos orando dia após dia no Espírito, as verdades de Deus vai sedimentando em nós como materiais para habitação de Deus em nós. Em Efésios diz que estamos sendo edificados para habitação de Deus no Espírito e a medida que vamos avançando vamos nos tornando pedras vivas para a edificação da Nova Jerusalém. Aleluia!

5. Capacidade de orar por aquilo que desconhecemos.

Essa é uma maneira de orar a respeito de coisas em que ninguém pensa, e das quais não temos consciência.

6. Trás refrigério espiritual.

"Pelo que por lábios gaguejantes e por língua estranha falará o SENHOR a este povo, 12 ao qual ele disse: Este é o descanso, dai descanso ao cansado; e este é o refrigério; mas não quiseram ouvir." Is 28:12

7. Submete nossa língua ao Espírito Santo.

"a língua, porém, nenhum dos homens é capaz de domar; é mal incontido, carregado de veneno mortífero. 9 Com ela, bendizemos ao Senhor e Pai; também, com ela, amaldiçoamos os homens, feitos à semelhança de Deus." Tg 3:8-9

entregar o controle da nossa língua é um gigantesco passo para o exercício do domínio próprio. Pense comigo, se a Bíblia diz que a língua é o membro mais difícil de se dominar, concluímos que uma vezquis a língua está dominada, os demais membros ou o seus corpo todo também estarão.

O Pr. Antonio Cirilo testemunha que depois de 2 meses no monte orando em línguas, seu ministério foi transformado. Os cristãos das mega-igrejas praticam o dom de línguas diariamente.

Conclusão: Nesta campanha de 21 dias de jejum e oração, o foco principal é trazer avivamento pessoal. Se você praticar o dom de línguas diariamente, nos encontraremos no final desta campanha com uma fé inabalável, com um fogo interior contagiante e com uma nova realidade espiritual que certamente trará maiores resultados positivos em todas as áreas de sua vida.

Tocando os céus através da oração. Mt 7:7-11

Tocando os céus através da oração. Mt 7:7-11

7 Pedi, e dar-se-vos-á; buscai e achareis; batei, e abrir-se-vos-á. 8 Pois todo o que pede recebe; o que busca encontra; e, a quem bate, abrir-se-lhe-á. 9 Ou qual dentre vós é o homem que, se porventura o filho lhe pedir pão, lhe dará pedra? 10 Ou, se lhe pedir um peixe, lhe dará uma cobra? 11 Ora, se vós, que sois maus, sabeis dar boas dádivas aos vossos filhos, quanto mais vosso Pai, que está nos céus, dará boas coisas aos que lhe pedirem? Mateus 7:7-11

A palavra de Deus nos mostra, em diferentes passagens, a importância e o poder da oração de atrair a presença e manifestar a glória de Deus. As situações adversas podem ser revertidas por meio da oração.

Grandes milagres e moveres começam sempre com uma oração. Tiago nos diz que a oração do justo pode muito em seus efeitos. "Muito pode, por sua eficácia, a súplica do justo." Tg 5:16b

É importante dizer que o justo neste texto, não é quem não tem pecado, mas aqueles que foram justificados por Cristo. Nossa oração move o coração de Deus. O Senhor fala que se orarmos e nos convertermos de nossos maus caminhos ele ouvirá as nossas preces (2Cro 7:14).

"se o meu povo, que se chama pelo meu nome, se humilhar, e orar, e me buscar, e se converter dos seus maus caminhos, então, eu ouvirei dos céus, perdoarei os seus pecados e sararei a sua terra. 2Cro 7:14

Em II Crônicas vemos um exemplo de resposta de oração. Salomão havia, no capítulo 6 versos 14,15,21,40-42, pedido ao Senhor que viesse ao templo que ele construíra, trazendo sua glória. Mateus 7:7-11

A resposta a essa oração está no capítulo 7. O verso um diz: "Tendo Salomão acabado de orar, desceu fogo do céu e consumiu o holocausto e os sacrifícios; e a glória do SENHOR encheu a casa. 2Cro 7:1

O resultado disso foi que todos adoraram a Deus (2Cro 7:3). A oração é o "start" para adoração e louvor. Salomão sabia que não havia espaço físico que pudesse conter a glória de Deus. Hoje essa glória também pode se manifestar em nossas vidas, através da oração.

“O louvor, adoração e a glória do Senhor se manifesta onde há oração.”

É certamente entendido por todos que a oração é uma parte essencial da vida do cristão. Se esquecemos de orar, é porque nossas vidas estão muito ocupadas com coisas materiais e precisamos desesperadamente fazer alguma reorganização de nossas prioridades!

Vamos olhar para o nosso maior exemplo de homem de oração que é Jesus. Ele orava freqüentemente em público e em particular.

Lucas, especialmente, toma nota da freqüência com a qual nosso Senhor orava.

1. Ele registra sua oração em seu batismo (3:21),

2. no deserto (5:16),

3. antes de indicar os apóstolos (6:12),

4. a sós, longe das multidões (9:18)

5. e na transfiguração (9:28-29).

6. Geralmente, Jesus orava antes de realizar milagres.

Precisamos aprender mais sobre oração e principalmente também como orar. Os discípulos viram Jesus orando e pediram que os ensinasse a orar, assim como João tinha ensinado seus discípulos (Lucas 11:1). Nós também precisamos aprender a orar públicamente e particularmente.

Algumas observações sobre a oração:

1. Devemos sempre orar pedindo as bênçãos de Deus

Em Mateus 7:7, Jesus nos ensina sobre oração dizendo: Pedi, e dar-se-vos-á; buscai e achareis; batei, e abrir-se-vos-á.

Foi Jabez mais ilustre do que seus irmãos; sua mãe chamou- lhe Jabez, dizendo: Porque com dores o dei à luz. 10 Jabez invocou o Deus de Israel, dizendo: Oh! Tomara que me abençoes e me alargues as fronteiras, que seja comigo a tua mão e me preserves do mal, de modo que não me sobrevenha aflição! E Deus lhe concedeu o que lhe tinha pedido. 1Cro 4:9,10

2. A oração é um fator determinante para o alívio das aflições

Paulo escrevendo aos filipenses disse: "Não andeis ansiosos de coisa alguma; em tudo, porém, sejam conhecidas, diante de Deus, as vossas petições, pela oração e pela súplica, com ações de graças." Fl 4:6

3. Para alcançar nossas bênção precisamos perseverar na oração

Aos Romanos Paulo disse: "Perseverai na oração". Rm 12:12

4. Devemos orar em todo o tempo

Aos efésios escreveu: "com toda oração e súplica, orando em todo tempo no Espírito e para isto vigiando com toda perseverança e súplica por todos os santos." Ef 6:18

"Orai sem cessar." 1Ts 5:17

5. Deus quer fazer grandes coisas a partir das nossas orações

Querendo suprir todas as necessidades do povo, Deus falou pelo profeta Jeremias dizendo: "Invoca-me, e te responderei; anunciar-te-ei coisas grandes e ocultas, que não sabes." Jr 33:3

Com relação a oração, nós devemos ser como criança!

Uma criança quando quer algo insiste, continua pedindo. Devemos ser como uma criança nesse aspecto. Será que temos insistido em oração diante de Deus? Você tem incomodado o Senhor pedindo para ser uma bênção? Quando um filho não tem barreiras com o pai ele pede, sabendo que, na medida do possível, o pai vai lhe atender. Deus quer que você seja uma bênção, e a forma de conseguir isso é pedindo, orando. Quando a igreja ora, as portas do inferno não prevalecem.

Em Atos 12 encontramos um exemplo da força da oração da igreja. No versículo 5 lemos que a igreja orava por Pedro que estava preso por Herodes. Qual resultado disso? Deus enviou um anjo que libertou a Pedro de forma milagrosa (v.7).

Deus prometeu que ouvirá nossa oração!

Nós somos o templo do Senhor, Ele vai ouvir a nossa oração. Ele enviará seu anjo para nos guardar e ajudar. Use essa arma poderosa que Deus colocou em nossas mãos. Faça da sua vida uma vida de oração e adoração a Deus.

"Pedro, pois, estava guardado no cárcere; mas havia oração incessante a Deus por parte da igreja a favor dele. 6 Quando Herodes estava para apresentá-lo, naquela mesma noite, Pedro dormia entre dois soldados, acorrentado com duas cadeias, e sentinelas à porta guardavam o cárcere. 7 Eis, porém, que sobreveio um anjo do Senhor, e uma luz iluminou a prisão; e, tocando ele o lado de Pedro, o despertou, dizendo: Levanta-te depressa! Então, as cadeias caíram-lhe das mãos." Atos 12:5-7

Todas as vezes que alguém ora de acordo com a vontade de Deus, inevitavelmente o Senhor responde.

A Bíblia os fala que Deus considera tanto a oração que designou anjos para colherem e guardarem as orações dos justos e apresentá-las diante dele. Ap 5:8

Veja quanta dificuldade nós temos para orar, e certamente você descobrirá o quanto nosso inimigo quer impedir nossa oração. O povo de Deus precisa orar porque a "Muito pode, por sua eficácia, a súplica do justo." Tg 5:16b

Você há de estar lembrado de que Paulo nos encoraja a “orar sem cessar” (1 Ts 5:17). O Senhor também nos convida a “vigiar e orar” (Mc 13:33, 37).

Todos os cristãos são exortados à oração, pois é dito:

"Reconhece-o em todos os teus caminhos, e ele endireitará as tuas veredas" (Pv 3:6).

"Confia ao Senhor as tuas obras, e teus planos serão estabelecidos" (Pv 16:3).

"Entrega teu caminho ao Senhor, confia nele, e o mais ele fará" (SI 37:5).

Veja algumas frases sobre o valor da oração:

"Deus aquece suas mãos no coração do homem quando ele ora."

"Quando rabalhamos, trabalhamos, quando oramos, Deus trabalha."

"Quando você não puder orar como deve, ore como você pode."

"Muita oração, muito poder. Pouca oração, pouco poder. Nenhuma oração, nenhum poder."

"Nenhum homem é maior que a sua vida de oração."

Ilustração: O Pássaro e a Oração

Você já viu um passarinho dormindo num galho ou num fio, sem cair? Como é que ele consegue isso? Se nós tentássemos dormir assim, iríamos cair e quebrar o pescoço. O segredo está nos tendões das pernas do passarinho. Eles são construídos de forma que, quando o joelho está dobrado, o pezinho segura firmemente qualquer coisa. Os pés não irão soltar o galho até que ele desdobre o joelho para voar. O joelho dobrado é o que dá ao passarinho a força para segurar qualquer coisa. É uma maravilha, não é? Que idéia incrível o Criador teve para segurar o passarinho! Mas, não é tão diferente em nós. Quando nosso "galho" (segurança) na vida fica precário, quando tudo está ameaçado de cair, a maior segurança, a maior estabilidade nos vem de um joelho dobrado, dobrado em oração. Se você algumas vezes, se vê num emaranhado de problemas que o fazem perder a fé, desanimar de caminhar, perdeu os sonhos e a esperança, não caminhe sozinho. Jesus quer fortalecê-lo e caminhar com você por toda sua vida! É Ele quem renova suas forças e sua fé; e se este Deus Maravilhoso cuida de um passarinho, imagina o que não fará por você, que é um filho amado, basta você CRER e ORAR (Mt 6:25-34, Rm 8:31-32).

Paulo disse: "Por esta causa, me ponho de joelhos diante do Pai..." Ef 3:14a

Quem dobra os seus joelhos em oração, tem os seus pés firmados na Rocha que é Jesus Cristo!

"O homem nunca tropeçara se estiver de joelhos."

"Um homem de joelhos na presença de Deus pode mais que milhões escudados na força da carne."

Exemplos de vida de oração:

Martinho Lutero, o grande reformador: Dele escreveu certo colega: "Cada manhã ele precede seus estudos com uma visita à Igreja e uma prece a Deus".

Jonathas Edward, teólogo calvinista e missionário aos índios americanos: "Costumava passar treze horas estudando e orando todos os dias".

João Wesley, fundador do movimento metodista: "Considerava a oração a coisa mais importante de sua vida levantava-se diariamente às 4 horas da manhã para orar com seus irmãos". Faleceu com 86 anos.

Jorge Whitefield, pastor anglicano itinerante: Pregador escocês do século XVIII assim dividia o seu tempo: 8 horas sozinho com Deus; 8 horas para dormir e refeições; 8 horas para trabalho entre o povo.

Moody, conhecido evangelista americano: Um dos seus biógrafos nos conta que ele depois de fazer viagens cansativas de trem, chegava ao seu destino e passava o restante do dia ou da noite em oração.

Charles Spurgeon afirmou: "Sempre que Deus deseja realizar algo, Ele convoca seu povo para orar".

Max Lucado, autor de vários livros, escreveu em seu livro Parceiros de Oração: "Quando agimos, colhemos os frutos do nosso trabalho, mas quando oramos, colhemos os frutos do trabalho de Deus".

Moisés: Orou e Israel prevaleceu – Êxodo 18.

Elias: Com a chave da oração trancou os céus por três anos e seis meses, não choveu. Com esta chave Elias fez cair fogo do céu sobre o altar que ofereceu a Deus.

Daniel: Ele orava três vezes ao dia, e por causa de sua oração chegou a ser liberto na cova dos leões.

Paulo e Silas: Oraram e as portas do cárcere se abriram.

Neemias: Antes de ir para a missão de restaurar ao muros de Jerusalém orou e jejuou por 4 meses.

Jonas: Orou e Deus o salvou.

Veja a que conclusão chegou um pastor sobre a relação de sua denominação com a oração. Disse ele: "Em Atos 2, os crentes oraram 10 dias; a seguir, Pedro pregou 10 minutos e 3 mil pessoas foram salvas. Hoje, as igrejas oram 10 minutos, pregam 10 dias, e três pessoas são salvas".

Agora diante da exposição aqui feita, podemos imaginar o quanto nosso inimigo vai lutar para impedir que suas orações cheguem ao trono do Pai. Ele vai tentar colocar barreiras que podemos chamar de “inimigos da oração”, para que sua oração não seja ouvida pelo Senhor. Precisamos remover estes inimigos para o êxito na nossa oração.

Nós começaremos uma campanha de oração e jejum de 21 dias a partir do próximo dia 16, mas antes de começar nossa campanha vamos identificar alguns inimigos que querem nos impedir de orar e removê-los!

Por que muitas das nossas orações não são atendidas?

1. Relacionamentos errados na família a partir do casamento.

“Maridos, vós, igualmente, vivei a vida comum do lar, com discernimento; e, tendo consideração para com a vossa mulher como parte mais frágil, tratai-a com dignidade, porque sois, juntamente, herdeiros da mesma graça de vida, para que não se interrompam as vossas orações." 1Pe 3:7

O texto fala que a oração do justo pode ser interrompida se temos um relacionamento conjugal com problemas. É por isso que vemos tantos solteiros rompendo, pois estes não tem o problema de ordem conjugal para resolver. Relacionamento conjugal quebrado ou errado bloqueia a oração. Para estes o céu é uma parede de bronze ou ferro, nada passa e alcança o coração de Deus.

2. Falta de perdão

“E, quando estiverdes orando, se tendes alguma coisa contra alguém, perdoai, para que vosso Pai celestial vos perdoe as vossas ofensas.” Mc 11:25

“Portanto, se estiveres apresentando a tua oferta no altar, e aí te lembrares de que teu irmão tem alguma coisa contra ti, deixa ali diante do altar a tua oferta, e vai conciliar-te primeiro com teu irmão, e depois vem apresentar a tua oferta. Mt 5:23-24

3. Motivação errada

“...Pedis e não recebeis, porque pedis mal, para esbanjardes em vossos prazeres. Tg 4:3

"Portanto, quer comais, quer bebais ou façais outra coisa qualquer, fazei tudo para a glória de Deus." 1Co 10:31

4. Pecado oculto e não confessado a Deus e ao líder

“Eis que a mão do SENHOR não está encolhida, para que não possa salvar; nem surdo o seu ouvido, para não poder ouvir. Mas as vossas iniqüidades fazem separação entre vós e o vosso Deus; e os vossos pecados encobrem o seu rosto de vós, para que vos não ouça.” Is 59:1,2

"Confessai, pois, os vossos pecados uns aos outros e orai uns pelos outros, para serdes curados. Muito pode, por sua eficácia, a súplica do justo." Tiago 5:16

A oração fará um homem deixar de pecar, ou o pecado fará um homem deixar de orar. John Bunyan

5. Atitude deliberada de desobedecer a Palavra de Deus.

"O que desvia os ouvidos de ouvir a lei, até a sua oração será abominável." Pv 28:9

“Se voluntariamente continuamos no pecado após termos recebido o pleno conhecimento da verdade, já não resta mais sacrifício." Hb 10:26

6. Ídolos no coração

"Filho do homem, estes homens levantaram os seus ídolos dentro do seu coração, tropeço para a iniqüidade que sempre têm eles diante de si; acaso, permitirei que eles me interroguem?” Ez 14:3

Tudo que vem antes do Senhor é ídolo. Dinheiro, esporte, bens podem ser ídolos no coração.

7. Dúvida e incredulidade

“Se, porém, algum de vós necessita de sabedoria, peça-a a Deus, que a todos dá liberalmente e nada lhes impropera; e ser-lhe-á concedida. Peça-a, porém, com fé, em nada duvidando; pois o que duvida é semelhante à onda do mar, impelida e agitada pelo vento. Não suponha esse homem que alcançará do Senhor alguma coisa..." Tg 1:5-7

8. Oração mecânica e sem intensidade

E, orando, não useis de vãs repetições, como os gentios; porque presumem que pelo seu muito falar serão ouvidos. Não vos assemelheis, pois, a eles; porque Deus, o vosso Pai, sabe o de que tendes necessidade, antes que lho peçais.” Mt. 6:7-8

9. Falta de generosidade para com os pobres e o trabalho de Deus

"O que tapa o ouvido ao clamor do pobre também clamará e não será ouvido." Pv 21:13

"buscai, pois, em primeiro lugar, o seu reino e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas." Mt 6:33

10. Oração para homens e não para Deus.

“E, quando orardes, não sereis como os hipócritas; porque gostam de orar em pé nas sinagogas e nos cantos das praças, para serem vistos dos homens. Em verdade vos digo que eles já receberam a recompensa. Tu, porém, quando orares, entra no teu quarto e, fechada a porta, orarás a teu Pai, que está em secreto; e teu Pai, que vê em secreto, te recompensará.” Mt 6:5-6