20160127

O Princípio de Autoridade. Rm 13:1-2; At 23:5. Disc. Paulo Cesar - Culto de Celebração - 24/01/16

O Princípio de Autoridade
"Toda alma esteja sujeita às autoridades superiores; porque não há autoridade que não venha de Deus; as autoridades que há, foram ordenadas por Deus. Por isto quem resiste à autoridade resiste à ordenação de Deus e os que resistem trarão sobre si mesmos a condenação". (Rm 13.1,2)
Então Paulo replicou: “Eu não sabia, irmão, que esse homem é o sumo sacerdote; afinal está escrito: “Não falarás mal de uma autoridade do teu povo” (At 23:5)
 No reino universo, existem dois princípios:
1)    Autoridade de Deus
2)    Rebeldia Satânica
O reino de Deus não é democrático não há democracia no reino de Deus, o reino de Deus é teocrático, (teo Deus + cracia poder) somos do reino, e todo reino tem uma hierarquia, e o reino de Deus não é diferente.
O que é autoridade afinal de conta?
É o legitimo poder de comando ou de ação, autoridade é a base de qualquer tipo organização hierarquizada.
A maneira pela qual Deus exerce o seu governo define o princípio da autoridade. A cadeia de autoridade com extensão de comando foi estabelecida por Deus com o objetivo de organizar, proteger e viabilizar uma administração efetiva. A cadeia de autoridade é uma ordenação de Deus, por isso deve ser respeitada e conservada. É muito importante estimularmos este ensinamento, pois ele poupa as pessoas de muito sofrimento e castigo, que na verdade podem ser evitados.
Qual foi o pior tempo do povo de Israel?  Vemos no livro de Juízes que após a morte de Josué, o povo de Deus não tinha, mas um governo central e forte; e a partir daí, houve anarquia, confusão, desordem e imoralidade.  Malaquias 4 diz, que povo fazia o que bem entendia porque não tinha rei em Israel, preste bem atenção: o princípio de autoridade, estabelece a ordem de Deus.
O que você precisa entender é;
Que quando falamos de cadeia hierárquica e de cadeia de autoridade, o fato de eu me submeter, não me torna inferior, não me diminui.
É importante dizer que estamos enfatizando as posições hierárquicas na cadeia de comando, independentemente das pessoas em si que as estão ocupando. Apesar da posição e dos princípios serem sagrados, a pessoa pode ser iníqua. A pessoa errada na posição certa é uma das tragédias prediletas de satanás. Esse é um ponto que merece a nossa intercessão principalmente a nível de igreja.
"Eles fizeram reis, mas não por mim; constituíram príncipes, mas sem a minha aprovação; da sua prata e do seu ouro fizeram ídolos para si, para serem destruídos". (Os 8:4)
Existem alguns princípios que precisamos aprender:
O princípio de Lúcifer
A rebelião é a semente de Satanás no coração do homem. O coração do homem quando caiu, quando pecou, ficou contaminado com essa semente. É fácil percebermos a existência dessa semente; basta sermos contrariados, nesse exato momento a semente germina e dá frutos, o espirito de rebeldia e rebelião se manifesta.
Quanta vezes um pai, uma mãe, um amigo, a esposa, o marido, um patrão, um líder diz, um não para nós, e isso desencadeia um forte conflito interno. Ah, ele está dizendo isso, mas a minha opinião também é importante, e eu penso que é daquela outra maneira. Ele fala isso para mim, mas ele vai ter que me escutar, vou mostrar pra ele. Começamos a nos armar com todos os argumentos possíveis para convencer o irmão que a questão deve ser resolvida do nosso jeito, não de outro. O que é isso? A semente de rebeldia. O que a palavra tem a dizer sobre isso?
Como caíste do céu, ó estrela da manhã, filho da alva! Como foste lançado por terra, tu que debilitava as nações! tu dizias no teu coração: Eu subirei ao céu; acima das estrelas de Deus exaltarei o meu trono e no monte da congregação me assentarei, nas extremidades do norte ;subirei acima das mais  altas nuvens e serei semelhante ao Altíssimo. Contudo, serás precipitado par o reino dos mortos, no mais profundo do abismo, (Isaias 14.12-14)
Veja como é sério a palavra de Deus. Como Deus trata com seriedade esse princípio de rebeldia e rebelião. O princípio de Satanás é, portanto, o princípio da auto exaltação. O que Jesus falou? Aquele que se exaltar será humilhado, mas aquele que se humilhar, será exaltado (Mt 23:12) Se endurecemos nossa cerviz, Deus tem que quebrá-la, tem que nos quebrantar.
Quando nos dobramos, nos humilhamos, então Deus nos levanta. É assim que Ele age. Existem apenas dois caminhos no universo; o de Satanás e o de Jesus. Esta é uma escolha que devemos fazer
Se desejamos servir a Deus nunca podemos violar a questão da autoridade
Isso é bíblico e fundamental. Como já dissermos antes, essa violação nos coloca no princípio de Satanás. Na obra de Deus é possível estarmos com Satanás em princípio e com Jesus em doutrina. A seriedade desse tópico exige de nós clareza quanto ao assunto.
Há pessoa que concordam com o ensino ministrado sobre o que é autoridade e o que é submissão. Elas estão com Jesus em doutrina, contudo, ao serem confrontadas, ao receberem uma direção contrária à sua vontade, elas não obedecem e entram no princípio de Satanás. Concorda com a doutrina, mas não praticam. Se queremos pregar o evangelho e trazer pessoas para debaixo da autoridade de Deus, devemos viver de tal maneira que essa autoridade do Senhor aconteça na nossa vida. Não é possível servir a Deus sem esse princípio.
O princípio de autoridade é um legado de Deus
Ninguém está isento de ministrar ou ser ministrado pelo princípio da autoridade. Já nascemos com uma liderança sobre nós, que são os nossos pais. Quando Deus criou a segunda pessoa no mundo, o princípio da autoridade já entrou em vigor para os relacionamentos humanos. Gn 2;18 disse mais o Senhor Deus: Não é bom que o homem esteja só; far-lhe-ei uma ajudadora que lhe seja idônea, quem auxilia não está acima, quem auxilia está debaixo de um princípio de autoridade, Eva seria uma auxiliadora idônea, sob a liderança espiritual de Adão.
O próprio Deus respeita e se sujeita a autoridade delegada. Quando Deus pensou em destruir o povo de Israel devido a tantas rebeliões e reprovações no deserto, ele mesmo, apesar de ser Deus, pediu autorização a Moisés, a quem incumbira da responsabilidade e autoridade de conduzir o povo.
"Agora, pois, deixa-mepara que a minha ira se acenda contra eles, e eu os consuma; e eu farei de ti uma grande nação". (Ex. 32:10)
Por sua vez, Moisés intercedeu em favor do povo não permitindo que Deus cumprisse aquele intento. O mais incrível é que Deus se sujeitou à autoridade que ele mesmo havia conferido a Moisés. O princípio de autoridade não apenas vem de Deus como também é sustentado, respeitado e praticado por Ele.
O princípio de autoridade estabelece a ordem de Deus
1) O princípio de autoridade é o mais importante agente para manter pessoas, valores e coisas em ordem.
2) Não existe crescimento sadio sem organização e não existe organização sem autoridade.
3) A autoridade é a essência da liderança, é também a habilidade de estabelecer objetivos claros, conduzindo um grupo de pessoas na direção correta. Uma boa liderança produz ordem e desenvolvimento.
4) De forma alguma uma posição de autoridade pode ser ocupada levianamente. Paulo adverte para não impor precipitadamente as mãos sobre uma pessoa. Antes de estabelecer alguém em autoridade, esta pessoa precisa ser treinada, testada e aprovada.
5) Sem uma cadeia de autoridade seríamos uma multidão de pessoas vivendo desordenadamente.
6) Não devemos confundir o princípio de autoridade com o estilo de uma pessoa. Há uma grande diferença entre você não simpatizar com a personalidade de um líder e você se rebelar contra o princípio de autoridade. O estilo de liderança é da pessoa, o princípio de autoridade é divino.
Muitas pessoas estão espiritualmente desencaixadas e perdidas, porque em virtude de decepções com "autoridades" se rebelaram contra o "princípio da autoridade".  Acham-se feridas, resistindo e combatendo contra Deus.
Algumas espiritualizam seu conflito dizendo: "não me submeto mais a homens, senão apenas a Deus!" Estas pessoas ainda precisam ser quebrantadas para não serem quebradas pelo princípio de autoridade. A história do filho pródigo ensina que pessoas são aprisionadas num lugar de sequidão e necessidades, e até morrem prematuramente por infligirem e afrontarem o princípio de autoridade.
Paulo recebe uma carta que vem lá de coríntios e essa carta tinha muitas perguntas (I coríntios 1:10 – 12) eu fui informado que há contenda no meio de vocês que a igreja ai está dividida em 4 grupinho.
Nós somos de Paulo- o homem da ciência
Nós somos de Apolo- o homem da eloquência
Nós somos de Cefas (Pedro) – o homem da experiência
Nós somos de Cristo- quanto acha que esse grupo era o melhor levante as mãos, era o pior era grupo que dizia o seguinte eu não ouço homens, eu não aceito liderança de homens, não submeto a homens, Deus fala comigo direto,
Lembrai-vos dos vossos lideres, que vos ensinaram a palavra de Deus; observando-lhe atentamente o resultado da vida que tiveram imitai - lhes a fé
Então Paulo responde: eu morri por vocês? Por ventura Cefas morreu por vocês, por ventura Apolo morreu por vocês
Autoridade é inseparável da responsabilidade
Por mais que uma posição conceda poder, autoridade legítima vem do caráter. Responsabilidade é a capacidade moral através do livre arbítrio de crescer em santidade de caráter, correspondendo com as expectativas divinas. Isso requer vencer as tentações, superar as provas, obedecer, perseverar, expressar a verdade no íntimo e também dispor de um coração inteiro no propósito de Deus.
Tudo isso envolve uma soma de escolhas que irão determinar nosso caráter. Na mesma proporção que o nosso caráter está sendo exercitado no quebrantamento da alma e no tratamento do Espírito Santo é que estaremos sendo revestidos da genuína autoridade.
Hoje vemos muitas pessoas obcecadas pelo poder. Mas se fossemos um pouco mais sábios, não buscaríamos primariamente o poder, mas o caráter. Poder sem caráter é simplesmente uma armadilha espiritual.  Através desta autoridade irresponsável muitos são seduzidos e destruídos. Jesus ensinou que ao que muito é dado, muito será cobrado. Responsabilidade é obrigação moral de prestar contas em relação a tudo o que nos foi confiado. Ninguém está isento disso.
Honrar e obedecer
Existem dois níveis de responsabilidade mediante pessoas que ocupam uma posição de autoridade sobre nós. A primeira responsabilidade é honrar e a segunda é obedecer. Porém, é importante analisarmos como a Bíblia nos ensina a desempenhar estas responsabilidades.
Honrar pais e autoridades constituídas, é um tributo incondicional: "Honra a teu pai e a tua mãe (que é o primeiro mandamento com promessa), para que te vá bem, e sejas de longa vida sobre a terra"(Ef 6.2,3).
Não importa quem seja o líder, precisamos respeita-lo incondicionalmente devido ao lugar de autoridade que ele ocupa. "Sujeitai-vos a toda autoridade humana por amor do Senhor, quer ao rei, como soberano". (1 Pe 2.13)
Já a responsabilidade de obedecer é condicional: "Vós, filhos. Sede obedientes a vossos pais no Senhor, pois isto é Justo". (Ef 6.1). Não se deve obedecer a nenhuma ordem humana que afronte algum preceito moral divino. Haverá situações em que teremos que escolher entre sujeitar a um líder ou obedecer ao próprio Deus (ex. Misael, Ananias e Azarias - Dn. )
A submissão pode trazer a tona um sério conflito: O que é mais importante? Devotar lealdade a um homem ou à verdade? Até que ponto podemos ser leais a um líder sendo desleais à verdade? Não podemos confundir "lealdade" com flacidez moral. Isto apenas reforçaria o espírito de corrupção numa liderança.
Quando o Sinédrio quis proibir que os apóstolos ensinassem no nome de Jesus, apesar deles representarem uma autoridade constituída legitimamente sobre o povo judeu, Pedro, sem deixar de respeita-los, não obedeceu: "Respondendo Pedro e os apóstolos, disseram: Importa antes obedecer a Deus que os homens"(Atos 5:27-29). Ele não negociou sua lealdade à verdade.
Quais são as características de um rebelde;
1.    Os rebeldes sempre questionam as ordens que recebem, a ordem dada não pode ser questionada é para ser obedecida, além de questionar espalham veneno no corpo de Cristo influenciando outras pessoas a se rebelar.
2.    Ela não se submete, não se sujeita a autoridade
 3.    Não sabe obedecer e nem honrar autoridade

A promoção não vem de baixo, mas sim de cima.
Conclusão:
O princípio da autoridade é um componente fundamental na formação e reprodução moral do ser humano. Deus não criou o homem com um caráter já formado. Muito pelo contrário, o caráter de cada recém-nascido é como uma folha em branco, que podemos definir.
Cada pessoa precisa ser influenciada por pessoas mais experientes para fazer as escolhas certas. Aqui entra o papel obrigatório do princípio de autoridade, a fundamental função e a grande responsabilidade de um líder, seja ele pai, professor, pastor, etc.
Esses princípios são muito importantes para nossa vida, é necessário entender que através deles seremos vitoriosos; na nossa vida espiritual, na vida familiar e no nosso ministério; é através deles que teremos um caminho bem-sucedido na presença de Deus.

20160118

Oportunidades, como perder, jogar fora, e Ganhar. Disc. André Queiróz - Culto de Celebração - 17/01/16

45 Quem é, pois, o servo fiel e prudente, a quem o senhor confiou os seus conservos para dar-lhes o sustento a seu tempo? 46 Bem-aventurado aquele servo a quem seu senhor, quando vier, achar fazendo assim. 47 Em verdade vos digo que lhe confiará todos os seus bens. 48 Mas, se aquele servo, sendo mau, disser consigo mesmo: Meu senhor demora-se,
49 e passar a espancar os seus companheiros e a comer e beber com ébrios, 50 virá o senhor daquele servo em dia em que não o espera e em hora que não sabe 51 e castigá-lo-á, lançando-lhe a sorte com os hipócritas; ali haverá choro e ranger de dentes. Mt 24:45-51

Introdução

Começamos o ano com diversos planos e propósitos, comprar um novo carro, sair do aluguel, Casar-se, ter um ou mais filhos, etc. Porém tudo isso ocorre em nossas vidas mediante a vontade de Deus e por muitas vezes por nossa vontade. De fato tudo isso pode ocorrer mediante as oportunidades que nos aparece, seja ela para nos edificar ou nos prejudicar oportunidades estão sempre batendo a nossa porta.

Neste ano de 2016 desfrutaremos da provisão completa, esta é a oportunidade que Deus esta nos dando para que possamos desfrutar de tudo isso. Em uma breve pesquisa a definição de pesquisa mais cabível para este momento é: Oportunidades servem para definir o momento ou ocasião propicia para fazer ou aproveitar alguma coisa.

Diante de nossa realidade temos inúmeras oportunidades em nossa vida, no texto lido nos deparamos com uma ocasião dentre inúmeras na Bíblia referente  a este assunto, mas para que isso fique claro devemos entender que as oportunidades tem características, meios ou caminhos na qual elas se manifestam.

Algumas características a respeito de oportunidades:

·      Toda Oportunidade não é estática, elas não duram para sempre, as oportunidades tem uma velocidade e com isso as pessoas se acomodam e as perdem.
·      Oportunidade não aparecem toda hora.
·      Quanto maior e melhor for a oportunidade, mais rara ela é; ou seja dificilmente elas aparecem.
·      Muitas oportunidades existem mas estão ocultas e precisam ser descobertas, trazidas para o visível.
·      Oportunidades se oferecem
·      Oportunidades se criam com atitudes.
·      Toda oportunidade tem uma etiqueta de preço.

Diante dessas características identifiquei 3 ocasiões na qual as lhe damos com oportunidades

Como Perder as oportunidades

1.      Precipitação – Querer fazer algo que não esta preparado para fazer.
Ex: Saul que ofereceu holocausto no momento de pressão, em seguida o profeta Samuel se apresenta diante dele e informa que ele tinha perdido reinado. 1 Sm 13:8-13

Seguindo as instruções de Samuel, Saul esperou sete dias, mas Samuel não foi até lá. E o povo começou a abandonar Saul e sair dali. Então Saul lhes disse: – Tragam os animais para o sacrifício que é completamente queimado e para as ofertas de paz. Ele ofereceu o sacrifício, 10 e, quando estava terminando, Samuel chegou. Saul foi ao encontro dele, para o cumprimentar, 11 mas Samuel disse: – O que foi que você fez? Saul respondeu: – Eu percebi que o povo estava me abandonando e indo embora. Você também não veio como havia prometido, e os filisteus já estavam reunidos em Micmás. 12 Aí eu pensei: “Os filisteus vão descer a Gilgal para me atacar, e eu ainda não tentei conseguir a ajuda de Deus, o SENHOR.” Então achei que tinha de oferecer o sacrifício. 13 – O que você fez foi uma loucura! – respondeu Samuel. – Você não obedeceu à ordem do SENHOR, nosso Deus. Se tivesse obedecido, ele teria deixado que você e os seus descendentes governassem o povo de Israel para sempre. 1Sm 13:8-13

Neste exemplo ele perdeu a oportunidade de edificar seu reino para sempre, naquela época era proibido o Rei oferecer holocausto  e por precipitação perdeu seu reinado. Devemos saber das nossas capacidades e limites, uma precipitação pode colocar a perder anos de dedicação e trabalho.

2.      Não estando preparado. Na parábola das 10 virgens as 5 néciais (loucas) não estavam preparadas para o encontro com o noivo. Mateus 25.
Como queremos uma oportunidade se não estamos preparados para ela? Acredite não como Deus te dar uma oportunidade sem que você esteja preparado, Deus não está louco de confiar algo desse tipo em suas mãos!

3.       Negligência e Infidelidade. Fazer as coisas de qualquer jeito sem se preocupar com as consequências, no texto que lemos no inicio vemos que o mal servo teve esse tipo de comportamento.

4.      Covarde e Medroso “Não vai dar Não”. Juízes 7:3 o Senhor eliminou toda a covardia do exercito  e apenas ficaram 300, quando dependemos de Deus ele elimina toda capacidade humana. No Cap 8 v26 eles receberam os despojos 1700 ciclos de ouro (21kg) porque não se acovardaram.
O covarde e medroso perde a oportunidade que Deus te confiou mas não tomaram posse.

5.      Não ouça pessoas erradas. 10 Espias e a terra prometida Números 13:1-14, porque não ouviram as pessoas erradas tiveram acesso a terra prometida.

6.      Duvidando de Deus. O que eu não posso fazer o Deus do Impossível faz por mim!
2Rs 7:1-2 O capitão duvidou de Deus e sua promessa, teve um fim trágico e acabou sendo atropelado e morto pela multidão.

“13 Ainda antes que houvesse dia, eu era; e nenhum há que possa livrar alguém das minhas mãos; agindo eu, quem o impedirá?” Isaias 43:12

Como Jogar fora as Oportunidades

1.      Não Dando Valor. HB 12:16 Esaú não deu valor a sua primogenitura almejando outra coisa “é melhor ser Funcionário empregado, do que gerente desempregado”
Existem oportunidades em nossas vidas que não damos valor, sua célula, seu líder, seu pastor, o emprego que temos, a quem nós servimos. Todas estas áreas e pessoas são oportunidades.
Certa vez em uma das reuniões com o Pastor Edenir ele me disse algo que me marcou:
“Ninguém pode receber aquilo que rejeita!”

Esta frase relata que nós podemos sim alcançar nossos objetivos, porém se não dermos valor é praticamente impossível receber algo.

2.     Cobiça. Ez 28:12 Querubim Ungido, servia o Senhor no trono, Aferidor de medida (sabedoria, riqueza e poder) quis o lugar de Deus e perdeu sua hierarquia.
É melhor ser um funcionário empregado do que um gerente desempregado, é melhor ser um Gerente empregado que um Diretor desempregado!

3.     Traição e Ganância. O exemplo de Judas tipifica a traição, ele era um dos 12, sentava em lugar de destaque .

21 E, enquanto comiam, declarou Jesus: Em verdade vos digo que um dentre vós me trairá.
22 E eles, muitíssimo contristados, começaram um por um a perguntar-lhe: Porventura, sou eu, Senhor? 23 E ele respondeu: O que mete comigo a mão no prato, esse me trairá. Mt 26:21-23

Neste texto vemos o lugar de Judas e mesmo assim o traiu e perdeu sua oportunidade!

4.     Desobedecendo. Líder, Pastor, Patrão, Chefe, Encarregado...
Adão e Eva perderam uma grande oportunidade porque desobedeceram foram tratados por Deus.

Como Ganhar a oportunidade

1.      Coragem Ousadia e Discernimento. Davi ao encarar Golias teve a oportunidade. Teve coragem e ousadia para enfrentar os problemas e conquistou sua oportunidade.

2.      Ser Fiel e Prudente. FIEL: Aquele que cumpre aquele que se obriga. PRUDENTE: Pessoa que busca evitar erro ou dano.

No texto lido o servo foi fiel e prudente tomava conta de um pequeno grupo, e por assumir este comportamento passou a tomar conta de tudo.
Não adianta quereremos sonhar com ima imensa igreja, se não tivermos prudência com aquilo que o Senhor esta nos confiando NUNCA alcançaremos algo maior.

3.      Esforço. Devemos empregar uma energia alem do normal para que possamos conquistar nossas oportunidades. Como nos comportamos em situações que exigem seu esforço, horário de saída de trabalho?

4.      Submissão. Nossa realidade hoje esta envolvida na seguinte ordem, “não quero obedecer a direção de meu superior”, a porta.

A submissão de Josué deu a ele o acesso a terra prometida. A porta para sua oportunidade chama-se SUBMISSÃO. A primeira vez que Josué é mencionado na Biblie é em Exodo Cap 17 e é mencionado servindo Moisés, no Capítulo 23 Josué é chamado e sua marca qual é???
SERVIDOR DE MOISÉS!
POR SUBMISSÃO SUBSTITUIU MOISÉS!

Conclusão:

O que faremos diante de nossas oportunidades, elas estão disponíveis e com tempo e modo para acessa-las como nessas palavras, vamos conquistar as nossas oportunidades!


20160114

Valorizando o que é primeiro. Mt 6:33; Pv 3:9. Pr. Edenir Araújo - Culto de Celebração - 10/01/16

“buscai, pois, em primeiro lugar, o seu reino e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas.” Mt 6:33

“Honra ao SENHOR com os teus bens e com as primícias de toda a tua renda...” Pv 3:9

Introdução

Todo ser humano na medida em que cresce e amadurece vai aprendendo a fazer escolhas. Quando alguém não é nascido de novo, basicamente suas escolhas orbitam entre duas situões: o bem e o mal. À medida que uma pessoa se converte e cresce no Senhor, as escolhas não são entre o bem e o mal, pois um cristão nunca deve escolher praticar o mal, mas entre o bem e o bem. Quero dizer com isso que, quanto ao que fazer, há frequentemente várias coisas boas que escolher. Quando alguém chega a esse ponto, é importante que vo entenda o conceito de prioridades segundo a palavra de Deus: Qual delas eu fo primeiro?” Jesus nos deu uma grande revelação sobre algumas coisas que deveriam ser feitas antes de outras. Jesus ensinou exaustivamente como estabelecer prioridades em seus ensinamentos.

No Novo Testamento, mais precisamente nos evangelhos, Jesus trouxe muitos exemplos sobre o que devemos priorizar e fazer em primeiro lugar. Nessas passagens, a palavra usada é próton.

“buscai, pois, em primeiro (próton) lugar, o seu reino e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas.” Mt 6:33

Próton significa o primeiro, primeiro no tempo, ordem e mero”. Próton também significa “aquilo que é o primeiro na classificação e ordem de valores. Próton diz respeito à “coisa mais importante”, e “aquilo que precede todas as demais. Por fim, a questão próton é a questão primordial.

Vamos analisar o que Jesus disse sobre o que é primeiro nas nossas vidas.

1.    Próton e Relacionamentos


“Portanto, se trouxeres a tua oferta ao altar e aí te lembrares de que teu irmão tem alguma coisa contra ti, deixa ali diante do altar a tua oferta, e vai reconciliar-te primeiro (PRÓTON) com teu irmão, e depois vem, e apresenta a tua oferta. Mt 5:23-24

Jesus está nos ensinando que ter bons relacionamentos com nosso próximo deve vir antes da adoração a Ele na igreja ou célula. É fácil par a nós erguermos as mãos em adoração. Mas o Senhor deixou claro que precisamos resolver os nossos relacionamentos antes que venhamos a Ele. Esta é uma prioridade para o Senhor. Ele disse que dever íamos fazer isto antes de adorar mos. Por que é tão importante par a nós deixar mos nossas ofertas no altar antes de adorar mos a Ele?

Cinco razões por que vo deve deixar sua oferta no altar :

a.     Ter bons relacionamentos prova que vo não é um mentiroso.

Se alguém diz: Eu amo a Deus e aborrece a seu irmão, é mentiroso. Pois quem não ama seu irmão, ao qual viu, como pode amar a Deus, a quem não viu?” 1Jo 4:20

b. Ter bons relacionamentos prova que vo não é um assassino.

“Qualquer que aborrece a seu irmão é homicida. E vós sabeis que nenhum homicida tem permanente nele a vida eterna.” 1Jo 3:15

c. Ter bons relacionamentos prova que vo não está permanecendo na morte.

“Nós sabemos que passamos da morte para a vida, porque amamos os irmãos; quem não ama a seu irmão permanece na morte.” 1Jo 3:14

d. Ter bons relacionamentos prova que vo não está mais vivendo em trevas.

“Aquele que diz que está na luz e aborrece a seu irmão até agora está em trevas. Aquele que ama seu irmão está na luz, e nele não há escândalo. Mas aquele que aborrece a seu irmão está em trevas, e anda em trevas, e não sabe para onde deva ir; porque as trevas lhe cegaram os olhos.” 1Jo 2:9-11

5. Ter bons relacionamentos prova que vo t em perdoado àqueles que o tem ofendido.

“E, quando estiverdes orando, perdoai, se tendes alguma coisa contra alguém, para que vosso Pai, que está nos us, vos perdoe as vossas ofensas. Mas, se vós não perdoardes, também vosso Pai, que está nos us, vos não perdoará as vossas ofensas.” Mc 11:25-26

2. Próton e o Reino de Deus


“Mas buscai primeiro (próton) o Reino de Deus, e a sua justiça, e todas essas coisas vos serão acrescentadas.” Mt 6:33

Busque o Reino de Deus antes de vo buscar seu reino pessoal de riqueza, conforto e segurança. Há muitas razões por que o reino de Deus deve ser buscado primeiro.

3.  Próton e as nossas faltas

“E por que reparas tu no argueiro que está no olho do teu irmão e não s a trave que está no teu olho? Ou como dirás a teu irmão: Deixa-me tirar o argueiro do teu olho, estando uma trave no teu? Hicrita, tira primeiro (próton) a trave do teu olho e, então, cuidarás em tirar o argueiro do olho do teu irmão.” Mt 7:35

Jesus nos alertou que considerássemos as nossas faltas antes de comentar as faltas dos outros. Par a nos ajudar ainda mais, Ele deu uma sugestão abrangente: Não julgueis! Em outras palavras, não diga nada sobre nada! Este é um dos problemas mais comuns entre os cristãos. Gostamos de criticar as pessoas, nós amamos ver os erros dos nossos amigos!

4.    Próton e nossos Problemas


“Ou como pode alguém entrar em casa do homem valente e furtar os seus bens, se primeiro
(próton) não manietar o valente, saqueando, então, a sua casa?” Mt 12:29

Lide primeiro com as raízes espirituais dos seus problemas, do contrário vo nunca ter á o progresso que vo precisa. O homem for te refere-se ao diabo e os fatores espirituais que fazem as coisas acontecerem. A menos que nós enderecemos os problemas desde uma perspectiva espiritual, eles, com muita frequência, nunca são solucionados. Quer a bênção de Deus seja necessária ou Satanás seja amarrado, é importante que a natureza espiritual dos assuntos seja endereçada.

5. Próton e os nossos erros

“Manda, pois, que o sepulcro seja guardado com segurança até ao terceiro dia; não se dê o caso que os seus discípulos vão de noite, e o furtem, e digam ao povo: Ressuscitou dos mortos; e assim o último erro será pior do que o primeiro (próton).” Mt 27:64

O primeiro erro diz respeito ao erro inicial que leva a todos os outros erros. Nós devemos procurar por esse primeiro erro, por que ele é um caminho que abr e a porta par a uma série de erros.

6. Próton e a frutificação

“Porque a terra por si mesma frutifica; primeiro (próton), a erva, de pois, a espiga, e, por último, o grão cheio na espiga.” Mc 4:28

Mesmo ao frutificar, há uma ordem. O fruto que vo pode produzir em certo estágio da sua vida pode ser apenas o prelúdio dos outros frutos que Deus tem reservado par a vo.

7.  Próton e Maria Madalena

É significativo que o Senhor apareceu primeiro a Mar ia Madalena.

E Jesus, tendo ressuscitado na manhã do primeiro (próton) dia da semana, apareceu primeiramente (próton) a Maria Madalena, da qual tinha expulsado sete demônios.” Mc 16:9

As mulheres tiveram um lugar especial no ministério de Jesus. Elas não foram chamadas par a ser em apóstolas ou pastor as. Jesus não tinha nenhuma mulher em Sua equipe de 12 discípulos. Mas por que Ele apareceu primeiro par a Mar ia Madalena? Esta é uma grande lição par a todos nós.


8. A mensagem que pregamos

“E, em qualquer casa onde entrardes, dizei primeiro (próton): Paz seja nesta casa.” Lc 10:5

Fomos chamados para levar a paz de Cristo. Somos testemunhas do príncipe da paz.

A primeira coisa par a levar a qualquer lar é a paz de Deus. As Escrituras nos ensinam a ter os nossos pés prontos com o Evangelho da paz. O modo como vo começa uma visita deter mina a entonação da sua permanência. Muitas pessoas começam a sua interação com os outros em uma notcarnal. Então se torna mais difícil estabelecer um relacionamento espiritual com alguém que você tenha conhecido carnalmente.

Uma das principais características que identificam um cristão autêntico é a paz constante. Isso é manifestar fé

9. Próton e Sofrimento

“Mas primeiro (PRÓTON) conm que ele pada muito e seja reprovado por esta geração.” Lc 17:25

Vo deve experimentar algum sofrimento antes de usufruir as elevadas bênçãos de Deus. Pagar o pro não é nada comparado à glória que ser á revelada em sua vida. Tenho observado que não há um ministro bem-sucedido que não tenha uma história de sofrimento e de dificuldades. Recentemente, um ministro visitante, cujo ministério eu conhecia um pouco, veio falar em nossa igreja. À medida que ele partilhava seu testemunho de vida, eu me maravilhava como esse princípio se efetua consistentemente na vida de cada um.