20110622

As portas do inferno e as chaves do reino. Mt 18:18-26 - Disc. André Queiróz - Culto de Celebração - 20/06/11

Hoje em dia somos bombardeados por fortes ataques do Diabo em nossas vidas, por muitos motivos e até mesmo por não termos motivo algum somos alvos de seqüentes ataques e perseguições. Como agir diante de uma pressão Espiritual? A resposta esta em como iremos trabalhar as possibilidades da ocasião. Muitas vezes se cala ou fazer uma vista grossa em meio a situação não é o melhor remédio.

A realidade que vivemos é que através do que deixamos o Senhor trabalhar temos a resposta para a grande maioria de nossos obstáculos, como a própria palavra de Deus nos mostra que o Inimigo esta ao derredor e a espreita de que estamos fazendo, o mover que estamos vivendo nos dias de hoje temos que estar vigilantes para que possamos

Num sentido literal Pedro recebeu as chaves do reino. Sabemos que foi ele que no dia de Pentecoste abriu as portas do evangelho aos judeus (At. 2:14) e também foi ele que na casa de Cornélio abriu a porta aos gentios (At. 10:34-38).

Mas estas chaves do reino não foram dadas apenas a Pedro, mas também a nós. Em Mateus 18:18 temos a mesma promessa mas endereçada a toda a igreja. Com as chaves do reino nós podemos ligar e desligar, abrir e fechar.

Em verdade vos digo que tudo o que ligardes na terra terá sido ligado nos céus, e tudo o que desligardes na terra terá sido desligado nos céus.Mt. 18:18

As chaves dadas a Pedro foram basicamente a pregação e o batismo. Assim podemos dizer que temos as mesmas chaves.

Creio no entanto que os versos 21 a 28 nos revelam algo mais sobre portas e chaves. As portas são mencionadas no verso 18 e as chaves no verso 19. O inimigo tem as portas, mas nós temos as chaves.

As portas não vencem as chaves, apesar de serem bem maiores, mas as chaves prevalecem contra as portas. O diabo tem muitas portas, mas nós temos as chaves. As portas são do inferno, mas as chaves são do reino.

Primeira porta - A mente

A chave que fecha - a confissão da Palavra

A primeira porta que o inimigo procura entrar é a porta de nossa mente. Nossa mente é o campo de batalha se perdemos a luta na mente não temos como vencer de forma alguma.

Jesus estava determinado a ir para Jerusalém sofrer nas mãos dos anciãos para assim cumprir a vontade de Deus, mas o diabo começa a usar a Pedro para tentar encontrar espaço na mente do Senhor.

A forma como o Senhor fechou esta porta nos mostra como devemos fecha-la também: ele usou da confissão ousada. Quando a nossa mente é atacada nós precisamos aprender a repreender o diabo com autoridade e isto em voz alta.

Segunda porta - O Ego


A chave que fecha - a cruz, o negar a si mesmo.

No verso 21 vemos Jesus mostrando que era necessário para ele ir para Jerusalém e ser crucificado.

Ao ouvir tal afirmação Pedro, instigado pelo diabo, tentou despertar o Ego do Senhor. Sua vontade própria independente da vontade de Deus.

Observe que uma porta do inferno estava colocada ali, mas Jesus tinha as chaves e a fechou imediatamente. No verso 24 vemos ele mencionando a chave com a qual fechamos a porta do nosso Ego: o tomar a cruz.

Há um trono no universo. O trono do mundo é uma cruz. Cristo reina a partir do madeiro.

Foi só depois de ele ter recebido uma coroa de espinhos que se tornou qualificado para receber a coroa da glória.

Foi depois de passar pela cruz que ele pode se sentar no trono.

Muitos querem ter a autoridade sem a cruz, o reino sem a humilhação, a coroa da glória sem a coroa de espinhos.

Precisamos nos lembrar que não há um caminho diferente para nós. O mesmo caminho trilhado por Jesus deverá ser seguido por todos nós, o caminho da cruz.

Há somente um lugar de poder sobre Satanás e este lugar é a Cruz. Foi na Cruz e pela Cruz que Cristo venceu e esse é o único lugar onde Satanás é sempre derrotado.

Quando as portas do Ego estão abertas o diabo pode agir e influenciar. Precisamos então de usar as chaves e negar a nós mesmos.

A chave colocada por Jesus no verso 24 é negar a si mesmo, ou seja, negar o Eu. Quando deixamos a nossa vontade de lado e procuramos a vontade de Deus então fechamos as portas do inferno.

Terceira porta - A auto-preservação da alma

A chave que fecha: a disposição de perder a vida da alma.

O argumento que o diabo usou para impedir que o Senhor seguisse para Jerusalém foi a autopiedade. Pedro disse a Jesus: tem compaixão de ti Senhor...

O sentimento de auto-preservação é uma porta do inferno. Jesus disse que aquele que deseja salva a sua alma vai perdê-la. Salvar a alma é não se dispor a nada que produza desconforto ou sacrifício.

Enquanto a maior expressão do Ego é o orgulho, a maior expressão da alma é o conforto e o prazer. Se vivemos buscando o prazer e o conforto fatalmente seremos conduzidos para pecado, para longe de Deus.

O reino de Deus não pode ser expandido sem sacrifício. O nosso galardão naquele dia vai depender muito de nossa disposição para perder a nossa alma pelo sacrifício do reino de Deus.

A chave que fecha naturalmente é a disposição de perder a vida alma, de se desgastar e sofrer por causa do evangelho.

A Igreja é uma questão de crer, mas o reino é uma questão de seguir.

A Igreja é uma questão de receber de Deus, mas o reino é uma questão de fazer para Deus.

Com base nessas palavras quais dessas portas devem ser fechadas em sua vida?

20110613

Poderoso Amor. 2Cro 33:1-16 - Pr Edenir Araújo - Culto de Celebração - 12/06/11

Há alguns dias tenho notado como satanás tem se aproveitado das circunstâncias de pecado para enganar o homem. Em um momento os demônios conduzem o homem ao pecado, mostram o pecado como algo bom, em outro momento usam o pecado para acusar o homem e dizer que por serem pecadores estes não podem ter comunhão com Deus.

Muitas vezes evangelizando o não crente, ouvimos dele: “Eu sei que Jesus me ama, mas eu sou muito pecador para ser crente.” Em outro caso ouvi: “Primeiro eu vou deixar o vício da bebida, depois irei à igreja.” E muitos crentes nascidos de novo também são enganados, pois esses dias ouvi: “Não vou me batizar porque tenho muitos pecados” outros irmãos dizem: “é melhor eu ir para o mundo, pois não consigo abandonar o pecado.”

Deus quer que você seja um crente vencedor, este é o seu chamado, e por essa razão o Senhor nos trouxe aqui! Saiba que o poder do pecado não é maior que o poder do amor que Jesus sente por nós.

Vamos entender melhor o amor de Deus para com o homem, entendendo melhor o texto de 2Cro 33.

Manassés tinha 12 anos de idade quando se tornou rei de Judá, e seu reinado durou 55 anos.

No texto aprendemos que ele fez o que era mau aos olhos do Senhor. A lista dos seus pecados é repulsiva, até mesmo para aqueles que não se preocupam muito com Deus. Manassés foi uma das maiores expressões de desobediência e falta de temor na Bíblia. Alguns estudiosos concordam em dizer que Manassés poderia ser classificado (se houvesse essa possibilidade) como o pior dos pecadores. Sua atitude desagradou muito a Deus, pois este homem errou e fez o povo também errar.

2Cro 33:1-16, é uma das mais tristes passagens sobre o povo de Israel. Este é o relato do Rei Manassés, filho do Rei Ezequias, de seu pecado e do seu perdão.

Observando a conduta e declínio desse homem. O que Manassés fez para provocar a ira de Deus?

1. Manassés prostrou-se diante dos ídolos. V. 3-4

2. Destruiu os altares de Deus no templo. V.5

3. Sacrificou seus filhos no vale de Hinom. V.6 Foi neste vale que os israelitas sacrificaram os seus filhos a Moloque nos dias de Manassés (2Rs 16:3; 2Rs 21:6; 2Cr 28:3; 2Cr 33:6). Jeremias predisse que este grande pecado traria um castigo severo sobre o povo e que o vale se tornaria conhecido por “vale da matança” (Jr 7:31-34; Jr 19:2, 6; Jr 32:35).

4. Fez uma imagem de escultura. V. 7

5. Induziu os outros a cometerem pecado. V.9

Qualquer um de nós ao ver um homem cometer tantos pecados, ainda mais sendo esse homem crente, diríamos: “Esse não tem jeito, certamente este vai queimar no inferno.” Geralmente essa é a nossa avaliação quando estamos diante de homens que estão mortos em uma vida de pecado.

Glória a Deus porque o Senhor se interessa pelo pecador e quer sarar suas feridas!

"...Os sãos não necessitam de médico, mas, sim, os que estão doentes; eu não vim chamar os justos, mas, sim, os pecadores ao arrependimento." Mc 2:17

"Porque o Senhor é bom, e eterna a sua misericórdia; e a sua verdade dura de geração em geração." Sl 100:5

Deixe-me dizer, Paulo sabia da consciência de Deus para com o pecador e disse:

“Exorto, pois, antes de tudo que se façam súplicas, orações, intercessões, e ações de graça por todos os homens, pelos reis, e por todos os que exercem autoridade, para que tenhamos uma vida tranqüila e sossegada, em toda piedade e honestidade. “Pois isto é bom e agradável diante de Deus nosso salvador, o qual deseja que todos se salvem e cheguem ao pleno conhecimento da verdade”.

I Timóteo 2:1-4

3 atitudes de DEUS para com o pecador

1. Atitude de Deus. Deus fala com o homem (Vontade absoluta de Deus)

“Falou o SENHOR a Manassés...” V.10

Veja o que o salmista Davi disse: “...a Rocha de Israel a mim me falou...” 2Sm 23:3

“Havendo DEUS outrora falado muitas vezes, e de muitas maneiras aos pais, pelos profetas, a nós falou-nos nestes últimos dias pelo filho, a quem constituiu herdeiro de tudo, por quem fez o mundo.” Hb 1:1-2

Quando afirmamos que Deus fala, não significa que a voz de Deus seja necessariamente audível aos nossos ouvidos. Ouvir o Senhor no espírito é o que precisamos, pois Deus é Espírito. Jo 4:24

Quando não ouvimos o Senhor em nosso espírito, este Deus maravilhoso não desiste de chamar a nossa atenção, pois vemos o Senhor usando os seus homens para tentar chamar a nossa atenção. 2Cro 33:10

“Falou o SENHOR a Manassés e ao seu povo...” V.10

“Disse o Senhor por intermédio de seus servos, os profetas...” 2Re 21:10

Deus está usando pessoas para falar com você!!!

Que os nossos ouvidos estejam abertos para respon der ao Senhor como Samuel: “Fala Senhor que o teu servo te ouve.”

Em várias ocasiões Jesus Cristo disse: “Aquele que tem ouvidos para ouvir, ouça o que o Espírito diz à igreja.”

2. Atitude de Deus. Deus permitiu o mal sobre Manassés. V.11 (Vontade permissiva de Deus)

A restauração de Manassés começa na vontade permissiva de Deus. Certamente nenhum pai quer ver seu filho sofrer, mas o sofrimento em alguns casos é necessário para despertamento, arrependimento e restauração. Lembre-se: Se você é filho, será disciplinado pelo Pai!!!

Deus tentou se fazer ouvir a Manassés, mas não conseguiu. Infelizmente o coração de Manassés estava muito endurecido pelo pecado e o poder que lhe fora concedido. Saiba meu irmão que em alguns casos o Senhor permite que o caos se instale na vida de pecadores desenfreados, que sem limites cometem todo tipo de torpeza diante de Deus.

No caso de Manassés, O Senhor não tinha mais o que fazer a não ser permitir que este sofresse a conseqüência do pecado cometido.

Algumas conseqüências do pecado

a) Mancha

1. Traz incômodo, desconforto e acusação.

a) Adão se escondeu – Gn 3:9,10

b) Jacó fugiu – Gn 28:1,9

2. Priva do desfrute da benção e presença de Deus - Sl 24:3,5

3. Condenação (Culpa) – Rm 8:1

4. Julgo pesado, cansaço – Não consegue caminhar muito longe – Lm 1:14

b) Insensibilidade ou frieza

1. Não tem vergonha do pecado (não mais foge, nem se esconde)

2. Não percebe o seu espírito, não ouve a voz de Deus – Ap 3:22

3. Perde o apetite espiritual – Ap 3:15

4. Perde a alegria da salvação – Sl 51:12

5. Manifesta a corrupção da carne (evidência) – Sl 42:7

6. Perde a visão e direção (cegueira) – Gn 37:23,25

7. Evidencia a justiça própria – se considera mais justo que todos.

c) Morte

1. Separação completa – Is 59:2

2. Perda total da comunhão com Deus e a Igreja (Corpo).

3. A benção é perdida e a vida se esvai! – Rm 6:23

4. A maldição se instala – 2Sm 12:13-18

3. Atitude de Deus. Deus procura e restaura o arrependido. V. 12-13

“Pois os olhos do Senhor passam por toda a terra para mostrar-se forte para com aqueles cujo coração é perfeito para com ele...” 2Cro 16:9

“Se o meu povo, que se chama pelo meu nome, se humilhar, e orar e buscar a minha face, e se converter dos seus maus caminhos, então eu ouvirei dos céus, e perdoarei os seus pecados, e sararei a sua terra.” 2Cro 7:14

Arrependimento significa: "mudança de posição". Os homens transgridem a vontade de Deus e precisam voltar-se novamente para o Senhor em arependimento.

A palavra arrependimento é usada na Bíblia para descrever o começo de uma mudança espiritual genuína. O estudante de línguas W. E. Vine diz que o arrepender-se significa "mudança na mente ou no propósito de alguém." No Novo Testamento arrependimento sempre envolve uma mudança para melhor quando uma pessoa se afasta do pecado e se dirige em direção a Deus. Jesus começou o Seu ministério público com o apelo:

"Arrependei-vos porque é chegado o reino de Deus" Mt 4:17

O arrependimento traz um resultado de boas obras, pois João Batista pregou aos religiosos de sua época dizendo: “Produzi, pois, frutos dignos de arrependimento; 9 E não presumais, de vós mesmos, dizendo: Temos por pai a Abraão; porque eu vos digo que, mesmo destas pedras, Deus pode suscitar filhos a Abraão.10 E também agora está posto o machado à raiz das árvores; toda a árvore, pois, que não produz bom fruto, é cortada e lançada no fogo.

Quando nos sentimos arrependidos por ter feito mal ou por termos sido apanhados, inicia-se então um processo de cura e restauração. Mas o verdadeiro arrependimento acontece no mais íntimo dos nossos corações e resulta numa mudança visível em nossas ações. Quando nos voltamos para Cristo e nos rendemos a Ele, Ele produz uma mudança real - não apenas uma máscara.

Não há, nisto tudo, uma lição para nós? Há, com toda certeza! Quando decidirmos passar uma boa porção da nossa vida perseguindo ativamente feitos perversos e licenciosos, não fiquemos surpresos se isso afetar tragicamente outros em volta de nós. Nossa recusa a fazer o bem influenciará outros, incluindo nossa própria família! O filho de Manassés Amon foi seu sucessor e também praticou toda sorte de maldição.

Ainda que possamos nos arrepender tardiamente na vida, não poderemos desfazer o dano que já causamos!

Alguns casos de pessoas arrependidas, mostram que embora estes recebessem perdão, a decisão tardia de arrepender-se não os livrou da conseqüência do pecado.

Sim, alguém poderá seguir nossos passos e afastar-se de seus pecados também. Mas centenas de outros jamais sequer saberão de nosso arrependimento e quase certamente nunca mudarão. E, quão partido nosso coração estará, se algumas das perdas forem de membros de nossa família, talvez até nossos próprios filhos! Agora é hora de pôr ponto final em qualquer má influência que possamos ter sobre outros. Tardio na vida pode ser tarde demais!

Olhando para a parábola do filho pródigo, podemos perceber o quanto aquele jovem sofreu. Não sofra por desobediência ou rebeldia diante do Senhor, não fuja ou tente se esconder, Ele te achou nessa noite. Volta logo, vem meu filho amado é a palavra do Senhor para você!

É hora de arrependermo-nos de nossos pecados! Não esperemos estar com os porcos comendo lavagem.

Assim diz o Senhor: “Arrependei-vos pois está próximo o Reino de Deus".

20110610

Firmes até o Fim. Hb 6:10-15 - Pr. Edenir Araújo - Culto de Celebração - 05/06/11

“10 Porque Deus não é injusto para ficar esquecido do vosso trabalho e do amor que evidenciastes para com o seu nome, pois servistes e ainda servis aos santos. 11 Desejamos, porém, continue cada um de vós mostrando, até ao fim, a mesma diligência para a plena certeza da esperança; 12 para que não vos torneis indolentes (preguiçosos), mas imitadores daqueles que, pela fé e pela longanimidade, (crêem e têm paciência) herdam as promessas. 13 Pois, quando Deus fez a promessa a Abraão, visto que não tinha ninguém superior por quem jurar, jurou por si mesmo, 14 dizendo: Certamente, te abençoarei e te multiplicarei. 15 E assim, depois de esperar com paciência (perseverar), obteve Abraão a promessa.” Hb 6:10-15

Esta carta ou epístola foi escrita para alguns cristãos que haviam perdido seu entusiasmo inicial pela fé (Hb 3:6,14; 4:14; Hb 10:23,35). Haviam deixado de crescer e progredir. Necessitavam ser novamente exortados a imitar a fé daqueles que os tinham precedido. Estes crentes estavam deixando de freqüentar as reuniões cristãs e de ser ativamente leais a seus líderes cristãos (Hb 13:17).

No Capitulo 10, verso 25, a exortação é para estarmos juntos nos cultos, nas células, reunidos com o corpo.

“não abandonando a nossa congregação, como é costume de alguns, antes admoestando-nos uns aos outros; e tanto mais, quanto vedes que se vai aproximando aquele dia.” Hb 10:25

Nós precisamos nos estimular e nos corrigir para não perder o foco e para não sairmos do propósito do que Deus tem preparado para nós. O desejo de Deus é que nós venhamos mostrar o mesmo cuidado até o fim tendo a mesma dedicação e fervor que Jesus teve quando esteve entre seus discípulos.

“... e havendo amado os seus que estavam no mundo, amou-os até o fim.” Jo 13:1b

Porque o mais importante na vida cristã não como começamos, mas como terminamos. O mais importante não é começar, mas chegar até o fim!

Deus não esquece o que fizemos, mas nós precisamos continuar fazendo o que nos foi proposto, até o fim!

Alguns ficam pensando... “ah... como era bom aquele tempo...”. Outros com espírito saudosista dizem: “Que saudades daqueles dias...”. “Eu fiz tanta coisa no passado...”

Guarde isso: Na vida cristã nenhum de nós deve viver do passado.

“13 Irmãos, quanto a mim, não julgo que o haja alcançado; mas uma coisa faço, e é que, esquecendo-me das coisas que atrás ficam, e avançando para as que estão adiante, 14 prossigo para o alvo pelo prêmio da vocação celestial de Deus em Cristo Jesus.” Fl 3:13-14

Ainda que Deus não esqueça tudo de bom que fizemos e que vivemos e que estamos fazendo, devemos continuar fazendo com o mesmo zelo. Ele mostra que na caminhada cristã precisamos desenvolver algumas características como:

· constância,

· longanimidade

· perseverança.

A vida cristã é semelhante a uma maratona, mas muitos enxergam essa vida como uma corrida de 100 metros, onde o corredor sai na explosão e em questão de 10 segundos a prova acabou. Na maratona (42 Km) não importa a velocidade que o corredor sai no inicio, pois ele precisa poupar o fôlego, energia, pois nesta corrida, nesta caminha da fé, o mais importante não é a maneira como você começa, mas da forma que você termina. Nenhum de nós irá chegar ao final de nossa carreira sem perseverança e paciência. Você precisa levar em conta tudo que Jesus fez e suportou para que você não venha desfalecer. Nesta caminhada não se engane, pois vamos precisar de muita perseverança, muita constância, pois são muitos os que têm ficado ao longo do caminho para traz.

Quem pensa que a vida cristã é uma corrida de 100 metros, em breve vai pisar na língua. O mais importante não é sair como um louco no começo, embora a experiência do primeiro amor nos faz disparar, para Deus o mais importante é que você não canse, não pare e chegue até o fim!

Alguns são intensos só na largada, começam bem e com muita ênfase, mas depois ao longo do caminho desfalecem. Na vida cristã tem muita gente boa de arrancada. Pessoas empolgadas, mas devemos nos perguntar: como será daqui 1 ano? 5 anos? dez anos?

Neste texto de Hebreus, Deus reconhece o passado maravilho e um presente excelente, mas o desejo é que mostremos a mesma dedicação até o fim. Ele diz e não vos façais negligentes.

A ênfase desta mensagem é ensinar um princípio para toda a sua vida cristã. Não desistir, ir até o fim!

Muitos se entregam a Jesus por um momento ou ocasião, mas a verdade é que a decisão por Cristo é por toda a eternidade. Até o fim!

“Portanto, nós também, pois estamos rodeados de tão grande nuvem de testemunhas, deixemos todo embaraço, e o pecado que tão de perto nos rodeia, e corramos com perseverança a carreira que nos está proposta, 2 fitando os olhos em Jesus, autor e consumador da nossa fé, o qual, pelo gozo que lhe está proposto, suportou a cruz, desprezando a ignomínia, e está assentado à direita do trono de Deus. 3 Considerai, pois aquele que suportou tal contradição dos pecadores contra si mesmo, para que não vos canseis, desfalecendo em vossas almas.” Hb 12:1-3

A Bíblia diz aqui que a vida cristã é uma proposta para a vida inteira. Para Deus o mais importante não é como começamos, mas se chegaremos até o final.

Uns tem pique, mas o importante é ter fôlego. Não importa quanto tempo de caminhada você tem, mas como será daqui para a frente. O autor aos Hebreus mostra que temos uma carreira a correr. Hb 12:1

A vida cristã de todo homem, consiste em três etapas:

· Porta

· Caminho

· Alvo

A porta é a experiência do novo nascimento, é rápido. O alvo, é o dia que alcançarmos o objetivo. Não será um processo, a hora que chegar chegou. O caminho é o problema. Todo o restante entre a decisão e o alvo se traduz neste caminho, onde a palavra diz que temos que correr a carreira com perseverança e constância.

“Portanto, nós também, pois estamos rodeados de tão grande nuvem de testemunhas, deixemos todo embaraço, e o pecado que tão de perto nos rodeia, e corramos com perseverança a carreira que nos está proposta...” Hb 12:1

Nem todos terminam bem sua carreira, e a verdade a respeito da carreira Cristã é que só quem terminar bem receberá o galardão. Muitos podem fazer muito no começo, e desistindo no caminho, terminarão sem prêmio. Interessante é que Jesus ao enviar os 70 discípulos às cidades e aldeias para abrir as casas de paz, deu a seguinte orientação:

“Não leveis bolsa, nem alforge, nem alparcas; e a ninguém saudeis pelo caminho.” Lc 10:4

Não saudar ninguém pelo caminho, nos fala de não atentar para outras coisas que nos tirem o foco. O caminho precisa ser percorrido e não podemos desistir de seguir por ele. Muitos começam bem, mas logo desanimam. O que importa mesmo para Deus é chegar ao final.

Paulo escrevendo aos Gálatas, chama a atenção daqueles irmãos dizendo: “Corríeis bem; quem vos impediu de obedecer à verdade?” Gl 5:7

Paulo está indagando os irmãos dessa igreja: Vocês estavam tão bem, mas no meio do caminho vocês se desviaram! Essa é a história da vida de muitos!

Minha mensagem é Permanecer firmes até o fim.

“Mas quem perseverar até o fim, esse será salvo.” Mt 24:13

Em Lucas 14 Jesus ensina que a vida cristã tem começo meio e fim. Ele disse:

26 Se alguém vier a mim, e não aborrecer a pai e mãe, a mulher e filhos, a irmãos e irmãs, e ainda também à própria vida, não pode ser meu discípulo. 27 Quem não leva a sua cruz e não me segue, não pode ser meu discípulo. 28 Pois qual de vós, querendo edificar uma torre, não se senta primeiro a calcular as despesas, para ver se tem com que a acabar? 29 Para não acontecer que, depois de haver posto os alicerces, e não a podendo acabar, todos os que a virem comecem a zombar dele, 30 dizendo: Este homem começou a edificar e não pode acabar.

31 Ou qual é o rei que, indo entrar em guerra contra outro rei, não se senta primeiro a consultar se com dez mil pode sair ao encontro do que vem contra ele com vinte mil? 32 No caso contrário, enquanto o outro ainda está longe, manda embaixadores, e pede condições de paz. 33 Assim, pois, todo aquele dentre vós que não renuncia a tudo quanto possui, não pode ser meu discípulo.

Falamos muito sobre entregar a vida a Jesus, mas pouco sobre percorrer o caminho, que segundo Jesus e estreito e apertado. É melhor saber quanto custa do que começar e desistir.

Em Hebreus muitos estavam cedendo e desistido da fé. Hb 3:6 diz que somos casa de Deus.

6 mas Cristo o é como Filho sobre a casa de Deus; a qual casa somos nós, se tão-somente conservarmos firmes até o fim a nossa confiança e a glória da esperança.

14 porque nos temos tornado participantes de Cristo, se é que guardamos firme até o fim a nossa confiança inicial;

No livro de Apocalipse 2:26 podemos ler: 26 Ao que vencer, e ao que guardar as minhas obras até o fim, eu lhe darei autoridade sobre as nações,

O fim pesa mais do que o começo!

Na vida cristã, nós precisamos continuar até o fim.

“E não nos cansemos de fazer o bem, porque a seu tempo ceifaremos, se não houvermos desfalecido.” Gl 6:9

Este texto diz que só colherá quem não desfalecer. O escritor aos hebreus está dizendo que um bom passado e um bom presente, pode ser perdido e não valer nada se não permanecermos. Muitos de nós precisamos fazer da experiência de nascer de novo uma constante.

28 Mas que vos parece? Um homem tinha dois filhos, e, chegando-se ao primeiro, disse: Filho, vai trabalhar hoje na vinha. 29 Ele respondeu: Sim, senhor; mas não foi. 30 Chegando-se, então, ao segundo, falou-lhe de igual modo; respondeu-lhe este: Não quero; mas depois, arrependendo-se, foi. 31 Qual dos dois fez a vontade do pai? Disseram eles: O segundo. Disse-lhes Jesus: Em verdade vos digo que os publicanos e as meretrizes entram adiante de vós no reino de Deus. 32 Pois João veio a vós no caminho da justiça, e não lhe deste crédito, mas os publicanos e as meretrizes lho deram; vós, porém, vendo isto, nem depois vos arrependestes para crerdes nele. Mt 21:28-32

Muitos dos que hoje estão dizendo sim, aqui dentro da igreja, vão parar daqui um tempo e serão derrotados. Por outro lado muitos dos que estão agora lá fora perdidos no pecado, em algum momento se arrependerão, virão e correrão a carreira até o fim.

Mais importante não é a resposta que você dá no inicio, mas a constância e perseverança até o fim.

Geralmente as pessoas não pensam no fim. Americanos e europeus passam a vida pensando em uma aposentadoria, diferentes da maioria de nós. A vida cristã precisa ser vivida em função do fim. Nós fazemos parte de uma cultura que achamos que o fim não vem, assim a gente vive sem se preparar. Não gostamos de pensar no fim. Alguém já te ligou para te vender um plano funerário? Qual a sensação?

É impressionante a quantidade de textos na Bíblia e principalmente em hebreus que nos exortam a não desistir.

35 Não lanceis fora, pois, a vossa confiança, que tem uma grande recompensa. 36 Porque necessitais de perseverança, para que, depois de haverdes feito a vontade de Deus, alcanceis a promessa. 37 Pois ainda em bem pouco tempo aquele que há de vir virá, e não tardará. 38 Mas o meu justo viverá da fé; e se ele recuar, a minha alma não tem prazer nele. 39 Nós, porém, não somos daqueles que recuam para a perdição, mas daqueles que crêem para a conservação da alma.

Nós não podemos desistir agora, devemos dizer como Paulo Completei a carreira.

Deus não é injusto para se esquecer das nossa obras desde que continuemos fazendo. Ez 3:20

16 Ao fim de sete dias, veio a palavra do Senhor a mim, dizendo: 17 Filho do homem, eu te dei por atalaia sobre a casa de Israel; quando ouvires uma palavra da minha boca, avisá-los-ás da minha parte. 18 Quando eu disser ao ímpio: Certamente morrerás; se não o avisares, nem falares para avisar o ímpio acerca do seu mau caminho, a fim de salvares a sua vida, aquele ímpio morrerá na sua iniqüidade; mas o seu sangue, da tua mão o requererei: 19 Contudo se tu avisares o ímpio, e ele não se converter da sua impiedade e do seu mau caminho, ele morrerá na sua iniqüidade; mas tu livraste a tua alma. 20 Semelhantemente, quando o justo se desviar da sua justiça, e praticar a iniqüidade, e eu puser diante dele um tropeço, ele morrerá; porque não o avisaste, no seu pecado morrerá e não serão lembradas as suas ações de justiça que tiver praticado; mas o seu sangue, da tua mão o requererei.

21 Mas se tu avisares o justo, para que o justo não peque, e ele não pecar, certamente viverá, porque recebeu o aviso; e tu livraste a tua alma. Ez 3:16-21

Deus está dizendo que o justo que foi justo durante muito tempo, mas desistiu será esquecido. Eu não posso viver apenas do meu passado. A chave para não ser esquecido é continuar fazendo. Muitas vezes neste processo, nós desanimamos. Muitas vezes pensamos em parar e desistir. Deus sempre está disposto a nos animar.

Diz o testemunho de uma irmã que estava em missões no Chile, que um dia, numa viagem de ônibus, muito desanimada, ela percebeu que alguém com vestes estranhas e sandálias do tipo alpargatas sentou ao seu lado, essa pessoa começou a dizer: Não desista, continue mais por mais um momento.

A irmã pensou: Mais um desses profetas. Quando ela resolveu olhar para o lado a pessoa não estava mais ali. Ela então levantou-se e percorreu várias vezes o corredor do ônibus buscando encotrar a pessoa para pedir desculpas pela indelicadeza. Mas não encontrou. Quando retornou ao seu lugar, ouviu o Senhor falando ao seu espírito: Eu estive e estou aqui para te animar.

Jesus está conosco até a consumação dos séculos.

“...e eis que eu estou convosco todos os dias, até a consumação dos séculos.” Mt 28:20b

“Porque eu, o Senhor teu Deus, te seguro pela tua mão direita, e te digo: Não temas; eu te ajudarei.” Is 41:13

“5 Ninguém te poderá resistir todos os dias da tua vida. Como fui com Moisés, assim serei contigo; não te deixarei, nem te desampararei. 6 Esforça-te, e tem bom ânimo, porque tu farás a este povo herdar a terra que jurei a seus pais lhes daria. 7 Tão-somente esforça-te e tem mui bom ânimo, cuidando de fazer conforme toda a lei que meu servo Moisés te ordenou; não te desvies dela, nem para a direita nem para a esquerda, a fim de que sejas bem sucedido por onde quer que andares. 8 Não se aparte da tua boca o livro desta lei, antes medita nele dia e noite, para que tenhas cuidado de fazer conforme tudo quanto nele está escrito; porque então farás prosperar o teu caminho, e serás bem sucedido. 9 Não to mandei eu? Esforça-te, e tem bom ânimo; não te atemorizes, nem te espantes; porque o Senhor teu Deus está contigo, por onde quer que andares.” Js 1:5-9

Não se deixe vencer pelo desânimo: Esforça-te e têm bom ânimo! Há uma necessidade em se aprender os elemento de perseverança e constância.

“Portanto, meus amados irmãos, sede firmes e constantes, sempre abundantes na obra do Senhor, sabendo que o vosso trabalho não é vão no Senhor.” 1Co 15:58

“Eis que cedo venho e está comigo a minha recompensa, para retribuir a cada um segundo a sua obra.” Ap 22:12

Não pare agora, mesmo que você esteja se sentindo cansado, continue mais um pouco!

“Levantai-vos, e ide-vos, pois este não é lugar de descanso...” Mq 2:10a

Eu não creio em aposentadoria celestial, servir a Deus

Quero encerrar compartilhando o testemunho de um irmão muito usado por Deus nos Estados Unidos. Disse a sua esposa, que nos seus últimos dias de sua vida, já com 94 anos, esse irmão já velhinho passava a maior parte de seu tempo na cama. Não que ele estivesse doente mas cansado por conta da idade. Um dia, conta a esposa ele se levantou da cama como se estivesse em plena forma, e começa a olhar fixamente para algum lugar além do teto. Não havia alucinação, pois ele não estava sob efeito de medicamentos. Olhando para cima, ele estendeu a mão, e num gesto de cumprimento, começou a saudar irmãos que já haviam partido no Senhor há muitos anos, cumprimentou talvez uns vinte deles. Em algum momento disse a esposa, ele se cala e seu rosto se ilumina e então ele diz: “Combati o bom combate, acabei a carreira guardei a fé.” 2Tm 4:7

Certamente este homem viu Jesus, que estava no principio de sua vida cristã, mas agora estava no fim de carreira.

Talvez por isso o próprio Jesus tenha dito: “Eu sou o Alfa e o Ômega (princípio e fim), diz o Senhor Deus, aquele que é, e que era, e que há de vir, o Todo-Poderoso.” Ap 1:8

Ele estava no começo da sua vida cristã e está no fim da sua carreira, te esperando.

20110601

Onde abundou o pecado, superabundou a graça. Rm 5: 1–11 Disc. Adilson Gomes - Culto de Celebração - 29/05/11

Sabemos que através da fé somos justificados pelo Senhor encontramos paz. Mas para termos fé em Cristo precisamos ouvir. (A bíblia diz que a fé vem pelo ouvir a palavra de Deus). Por isso Deus nos chama para cumprir o seu ide e alcançarmos aqueles que necessitam de paz, assim como nós um dia precisamos. Hoje Deus nos da estratégia para alcançarmos as vidas que necessitam , através da casa de paz, você foi chamado para levar Paz.

4 Maneiras de cumprir o Ide e levar as Boas Novas.

1º Entender que já obtemos paz em Cristo - Romanos 5: 1 Diz : “Tendo sido justificado pela fé temos paz em Cristo.”

Muitas vezes nos desestruturarmos mediante aos problemas, perdemos a paciência. Deus te chama para ser um VENCEDOR , você precisa vencer pois Ele te da a paz que você vai levar para os lares destruídos. Você é capaz de levar a vida e a paz aos cativos.

2º Ser perseverante no PropósitoRomanos 5: 3diz que “através das dificuldades vem a perseverança”

Saiba que nestes dias você pode enfrentar dificuldade. Talvez você já esta passando por tribulações e as vezes é difícil pensar em levar a paz as pessoas quando estamos em meio a tribulação saiba que as tribulações produz em nós perseverança. Quando deixamos as dificuldades para fazer a vontade de Deus, Ele não só nos capacita, como nos abençoa.

Deus te capacita nesta noite para vencer toda e qualquer tribulação.

3º Ter um caráter aprovado – Romanos 5:4 diz : “Como conseqüência da perseverança adquirimos um caráter aprovado”.

Renovar a nossa mente , melhorando nossas atitudes para agradar a Deus

4º Ter amor e esperança – Romanos 5: 5 diz que Deus derrama amor em nossos corações através do Espirito Santo e é com este amor que precisamos olhar para lares cheios de vidas que necessitam.

Precisamos entrar neste território e saquear o inferno , para isto Deus conta com VALENTES.

Em Romanos 5 :19 diz que por meio da desobediência de um homem, muitos foram feitos pecadores.

Mais por meio da obediência , muitos foram feitos justos..

Através da sua obediência muitos serão feitos justos e você poderá dizer que aonde a abundou o pecado, transbordará a glória de Deus

FAÇA PARTE DESTE MOVER!!!