20190321

Lições da parábola do filho pródigo. Lc 15:11-32. Pr. Edenir Araújo - Culto de Celebração - 17/03/19


Toda Escritura é proveitosa para nos ensinar, exortar, nos conduzir de maneira exitosa em todas as 

Deus é tão bom conosco que nos preparou esse dia para O conhecermos pelo poder das Escrituras.

“11 Continuou: Certo homem tinha dois filhos; 12 o mais moço deles disse ao pai: Pai, dá-me a parte dos bens que me cabe. E ele lhes repartiu os haveres. 13 Passados não muitos dias, o filho mais moço, ajuntando tudo o que era seu, partiu para uma terra distante e lá dissipou todos os seus bens, vivendo dissolutamente (se prostituindo, embebedando, mentindo, escarnecendo, etc.). 14 Depois de ter consumido tudo, sobreveio àquele país uma grande fome, e ele começou a passar necessidade. 15 Então, ele foi e se agregou a um dos cidadãos daquela terra, e este o mandou para os seus campos a guardar porcos. 16 Ali, desejava ele fartar-se das alfarrobas que os porcos comiam; mas ninguém lhe dava nada. 17 Então, caindo em si, disse: Quantos trabalhadores de meu pai têm pão com fartura, e eu aqui morro de fome! 18 Levantar-me-ei, e irei ter com o meu pai, e lhe direi: Pai, pequei contra o céu e diante de ti; 19 já não sou digno de ser chamado teu filho; trata-me como um dos teus trabalhadores (faze-me como a um de teus empregados - Bíblia Livre). 20 E, levantando-se, foi para seu pai. Vinha ele ainda longe, quando seu pai o avistou, e, compadecido dele, correndo, o abraçou, e beijou. 21 E o filho lhe disse: Pai, pequei contra o céu e diante de ti; já não sou digno de ser chamado teu filho. 22 O pai, porém, disse aos seus servos: Trazei depressa a melhor roupa, vesti-o, ponde-lhe um anel no dedo e sandálias nos pés; 23 trazei também e matai o novilho cevado. Comamos e regozijemo-nos, 24 porque este meu filho estava morto e reviveu, estava perdido e foi achado. E começaram a regozijar-se.

25 Ora, o filho mais velho estivera no campo; e, quando voltava, ao aproximar-se da casa, ouviu a música e as danças. 26 Chamou um dos criados e perguntou-lhe que era aquilo. 27 E ele informou: Veio teu irmão, e teu pai mandou matar o novilho cevado, porque o recuperou com saúde. 28 Ele se indignou e não queria entrar; saindo, porém, o pai, procurava conciliá-lo. 29 Mas ele respondeu a seu pai: Há tantos anos que te sirvo sem jamais transgredir uma ordem tua, e nunca me deste um cabrito sequer para alegrar-me com os meus amigos; 30 vindo, porém, esse teu filho, (Não era mais irmão dele, agora era apenas filho de seu pai) que desperdiçou os teus bens com meretrizes, tu mandaste matar para ele o novilho cevado.

31 Então, lhe respondeu o pai: Meu filho, tu sempre estás comigo; tudo o que é meu é teu. 32 Entretanto, era preciso que nos regozijássemos e nos alegrássemos, porque esse teu irmão estava morto e reviveu, estava perdido e foi achado.” Lc 15:11-32

Existem muitas lições neste texto, e hoje, minha abordagem será um pouco diferente das outras vezes que falei sobre essa história.

Eu quero compartilhar algumas lições preciosas sobre esse relato. Porém, é preciso enfatizar que essa história é uma expressão do amor de Deus pelo homem caído. A parábola do filho pródigo da ênfase nas ações do filho. Geralmente o foco é no desvio desse jovem e no seu “pseudo” arrependimento. Porém, não me parece ter havido arrependimento. O pródigo voltou porque se esvaíram os seus recursos, e numa situação de extrema miséria, esfomeado e vivendo no meio de porcos, ele lembrou-se do que o pai poderia oferecer-lhe.

O foco da parábola é o amor do pai e não o arrependimento do filho.

Algumas pessoas dizem que não podemos desejar as obras das mãos de Deus sem antes deseja-lo como pessoa. Mas aqui, vemos que o pai do filho pródigo não faz questão em saber por que seu filho estava retornando, mas se alegrou pelo simples fato do Filho ter retornado.   

1. A maturidade acontece quando deixamos o desejo de ter para ser.

Tempos atrás, alguém me perguntou: “Pastor Edenir como podemos medir a maturidade de um crente? Qual é o sinal de que alguém está crescendo na vida cristã”?

Percebemos que alguém está crescendo na vida cristã quando sua postura muda de ter para ser. Num primeiro momento, a relação do jovem com seu pai era baseada naquilo que Seu pai poderia oferecer-lhe, por isso podemos vê-lo dizendo ao Pai:

dá-me a parte dos bens que me cabe.... v. 12b

Esse é um sinal de imaturidade. Muitas pessoas estão preocupadas apenas em pedir o que o pai lhes pode dar. Porém, a maturidade é percebida quando alguém passa a orar de maneira diferente. Veja que depois de ter passado por uma grande aflição, agora o jovem ora de maneira diferente. Agora suas palavras são:

trata-me como um dos teus trabalhadores. v. 19

(faze-me como a um de teus empregados - Bíblia Livre).

Ser é mais importante do que ter!

Quando Isaias percebeu que SER era mais importante do que TER ele orou dizendo:

“Depois disto, ouvi a voz do Senhor, que dizia: A quem enviarei, e quem há de ir por nós? Disse eu: eis-me aqui, envia-me a mim.” Is 6:8

Ore Ao Senhor para que Você SEJA, ao invés de que Você TENHA isto ou aquilo. Veja a diferença que faz quando Você pensa...

·         Não em TER uma casa; mas SER paciente para esperá-la até que Deus a dê;
·         Não em TER um carro novo; mas SER conformado e contente com o que tem;
·         Não em TER uma vida melhor, mas SER melhor na vida;
·         Não em TER mais compromisso com Deus, mas de SER mais comprometido com Deus.
·         O TER é circunstancial, efêmero, fugaz; o SER indica ESTADO, estabilidade, perseverança.

Faça votos diante de Deus para que Você SEJA melhor filho/a de Deus, melhor servo/a, melhor crente, melhor esposo/a, melhor pai/mãe, melhor filho/a, melhor irmão/ã, melhor empregado/a, melhor patrão/patroa, melhor chefe, melhor cidadão/ã, melhor estudante, melhor professor/a.

Faça votos para que Você SEJA mais perseverante na leitura da Bíblia, na vida de comunhão com Deus, na vida de oração, no testemunho de cristão.

2. Tenha uma visão positiva em meio aos problemas.

“E ele começou a passar necessidade...”. v. 14

Veja que somente após a necessidade bater à porta daquele jovem, o mesmo se atentou para a sua realidade e resolveu mudar de vida.

“Estas coisas vos tenho dito para que tenhais paz em mim. No mundo, passais por aflições; mas tende bom ânimo; eu venci o mundo.” Jo 16:33

... através de muitas tribulações, nos importa entrar no reino dos Deus.” At 14:22b

“Porque a nossa leve e momentânea tribulação produz para nós cada vez mais abundantemente um eterno peso de glória.” 2Co 4:17

Todos os grandes homens de Deus tiveram de enfrentar tribulações!

Todos os grandes homens de Deus mencionados pela Bíblia sofreram situações de adversidades, foram perseguidos, sofreram ataques, etc.

·         Moisés teve de enfrentar Faraó
·         José teve de enfrentar infortúnios que envolveram a perseguição de seus irmãos, mentiras e injustiças.
·         Davi teve de enfrentar, leões, ursos, Golias, etc.
·         Elias enfrentou Acabe, Jezabel, a incredulidade do povo.
·         Os outros profetas também passaram por muitas tribulações.
·         Calebe e Josué enfrentaram muitas tribulações.
·         Os discípulos e o próprio Jesus enfrentaram muitas tribulações.

A princípio algumas lutas são como muralhas intransponíveis, são para nós barreiras e obstáculos, gigantes invencíveis. Mas nós devemos olhar para estes desafios como fez Calebe e Josué. Diante do desafio de tomar posse da herança pela fé, eles disseram:

7 e falaram a toda a congregação dos filhos de Israel, dizendo: A terra pelo meio da qual passamos a espiar é terra muitíssimo boa. 8 Se o SENHOR se agradar de nós, então, nos fará entrar nessa terra e no-la dará, terra que mana leite e mel. 9 Tão-somente não sejais rebeldes contra o SENHOR e não temais o povo dessa terra, porquanto, como pão, os podemos devorar; retirou-se deles o seu amparo; o SENHOR é conosco; não os temais.” Nm 14:7-9

3. O amor de Deus por nós é incondicional

“20 E, levantando-se, foi para seu pai. Vinha ele ainda longe, quando seu pai o avistou, e, compadecido dele, correndo, o abraçou, e beijou. V. 20

Veja que coisa linda. Quem supostamente poderia estar irado e desapontado era o pai, mas em vez disso ele estava cheio de compaixão e perdão.

O Pai da parábola agiu de acordo coma sua natureza, e não de acordo com o que o filho merecia.

O pai da parábola que representa Deus, estava em todo tempo preocupado com seu filho. E mesmo que aquele jovem não merecesse, seu pai estava disposto a abençoá-lo. O pai não estava fazendo algo por causa da atitude de seu filho, mas por seu caráter paterno cheio de amor e compaixão.

A esmola de Alexandre o grande

Conta-se que Alexandre o Grande certa vez foi abordado por um mendigo pedindo esmolas. Imediatamente ele lhe deu duas moedas de ouro. O seu escudeiro vendo aquilo lhe questionou: “por que dar duas moedas de ouro se duas moedas comuns satisfariam a necessidade do mendigo?

Alexandre então respondeu: “duas moedas comuns são apropriadas para a necessidade do mendigo, mas duas moedas de ouro são apropriadas para a grandeza de Alexandre.

Eu o favoreci não pelo que ele merece, mas pelo minha grandeza e poder.”

Deus nos supre segundo a sua riqueza em glória

Deus nunca nos prometeu suprir-nos de acordo com a nossa necessidade, mas ele prometeu nos suprir de acordo com a sua riqueza em glória (Fp 4:19).

“19 E o meu Deus, segundo a sua riqueza em glória, há de suprir, em Cristo Jesus, cada uma de vossas necessidades. 20 Ora, a nosso Deus e Pai seja a glória pelos séculos dos séculos. Amém!” Fl 4:19-20

Deus não nos perdoa de acordo com os limites de nosso arrependimento ou confissão, mas ele nos perdoa de acordo com a riqueza de sua graça.

“6 para o louvor da glória da sua graça, a qual nos deu gratuitamente no Amado; 7 em quem temos a redenção pelo seu sangue, a redenção dos nossos delitos, segundo as riquezas da sua graça, 8 que ele fez abundar para conosco em toda a sabedoria e prudência, 9 fazendo-nos conhecer o mistério da sua vontade, segundo o seu beneplácito, que nele propôs 10 para a dispensação da plenitude dos tempos, de fazer convergir em Cristo todas as coisas, tanto as que estão nos céus como as que estão na terra.” Ef 1:6-10


20190313

Como Deus revela a Sua glória? Ex 33:12-23. Pr. Edenir Araújo - Culto de Celebração - 11/03/19


Nós estamos vivendo um tempo de fome e sede pela glória de Deus. Buscamos a glória de Deus por que entendemos que precisamos de poder e unção para vivermos a vida cristã de maneira vitoriosa. 
A glória de Deus é a Sua presença manifestada através de coisas sobrenaturais e extraordinárias.
"12 Disse Moisés ao SENHOR: Tu me dizes: Faze subir este povo, porém não me deste saber a quem hás de enviar comigo; contudo, disseste: Conheço-te pelo teu nome; também achaste graça aos meus olhos. 13 Agora, pois, se achei graça aos teus olhos, rogo-te que me faças saber neste momento o teu caminho, para que eu te conheça e ache graça aos teus olhos; e considera que esta nação é teu povo. 14 Respondeu-lhe: A minha presença irá contigo, e eu te darei descanso. 15 Então, lhe disse Moisés: Se a tua presença não vai comigo, não nos faças subir deste lugar. 16 Pois como se há de saber que achamos graça aos teus olhos, eu e o teu povo? Não é, porventura, em andares conosco, de maneira que somos separados, eu e o teu povo, de todos os povos da terra?"
Servindo ao Senhor, a caminho da Terra Prometida, Moisés ouviu da boca do Senhor, ”A minha presença irá contigo, e eu te darei descanso”. Presença e descanso! Isso é poderoso!!! Deus nos deu a Sua presença e o seu descanso.
Se alguém não está percebendo a presença de Deus e o Seu descanso, isso não tem nada haver com Ele mas com a nossa fé.
Jesus prometeu e cumpriu essas duas promessas:
Presença:
"16 E eu rogarei ao Pai, e ele vos dará outro Consolador, a fim de que esteja para sempre convosco, 17 o Espírito da verdade, que o mundo não pode receber, porque não o vê, nem o conhece; vós o conheceis, porque ele habita convosco e estará em vós. 18 Não vos deixarei órfãos, voltarei para vós outros.” Jo 14:16-18
Descanso:
“28 Vinde a mim, todos os que estais cansados e sobrecarregados, e eu vos aliviarei. 29 Tomai sobre vós o meu jugo e aprendei de mim, porque sou manso e humilde de coração; e achareis descanso para a vossa alma. 30 Porque o meu jugo é suave, e o meu fardo é leve.” Mt 11:28-30
Aliviarei - anapauo - 1) provocar ou permitir que alguém pare com algum movimento ou trabalho a fim de recuperar e recompor suas energias 2) dar descanso, reanimar, dar a si mesmo descanso, descansar 3) manter quieto, de expectativa calma e paciente
Mais do que a presença e o descanso
Voltando ao texto de Êxodo 33:12-23, vemos Moisés querendo mais do que a presença e descanso de Deus. Moisés roga a Deus que lhe mostre a sua glória.
“17 Disse o SENHOR a Moisés: Farei também isto que disseste; porque achaste graça aos meus olhos, e eu te conheço pelo teu nome. 18 Então, ele disse: Rogo-te que me mostres a tua glória. 19 Respondeu-lhe: Farei passar toda a minha bondade diante de ti e te proclamarei o nome do SENHOR; terei misericórdia de quem eu tiver misericórdia e me compadecerei de quem eu me compadecer. 20 E acrescentou: Não me poderás ver a face, porquanto homem nenhum verá a minha face e viverá. 21 Disse mais o SENHOR: Eis aqui um lugar junto a mim; e tu estarás sobre a penha. 22 Quando passar a minha glória, eu te porei numa fenda da penha e com a mão te cobrirei, até que eu tenha passado. 23 Depois, em tirando eu a mão, tu me verás pelas costas; mas a minha face não se verá.” Ex 33:12-23.
Depois de anos caminhando e servindo a Deus, Moisés chega e diz: V 15: não me deixes subir (liderar) deste lugar se a Tua Presença não for comigo. No verso 14 Deus disse: “ A minha presença irá contigo, e eu te darei descanso”. Mt 11:28-30; Jo 6:10.
Uma das coisas que Deus quer pra nós é que vivamos e lideremos no descanso. Para isso é preciso entender como isso é possível. 
Destaquei a palavra “irá  no sentido primário significa: andar. Deus está dizendo que Ele iria andar com Moisés. Esse é o segredo para uma vida e liderança no descanso. Temos descanso quando cremos que Ele anda conosco. Sl 23:4; Mt 28:20.
Na versão NTLH a palavra descanso é vitória. Do mesmo modo temos vitória quando Ele anda conosco. No entanto é preciso saber que a vitória não é conquistada, ela nos é dada.
Moisés queria a glória
No verso 18 Moisés pede para ver a GLÓRIA de Deus. Aqui começa a REVOLUÇÃO. A  revolução da Graça começa quando  a Lei perde a força e chega ao fim. A revolução da Graça começa quando temos revelação da Glória de Deus, quando pedimos pra ver a Glória de Deus.
AS FACES DA GLÓRIA DE DEUS
1. Bondade de Deus
“Respondeu-lhe: Farei passar toda a minha bondade diante de ti...”. V. 19
A Glória de Deus é a Sua bondade. A Glória de Deus é ser bom! Ele quer passar TODA a Sua bondade diante de nós.  Eu profetizo que a partir de hoje.
Bondade faz parte de um dos atributos comunicáveis de Deus.
Porque o Senhor é bom, a sua misericórdia dura para sempre, de geração em geração, a sua fidelidade.Sl 100:5
Veja o que Jeremias diz no capitulo 29:11.... Ele quer nos dar o fim que desejamos.  O que você deseja?
“Eu é que sei que pensamentos tenho a vosso respeito, diz o SENHOR; pensamentos de paz e não de mal, para vos dar o fim que desejais.” Jr 29:11
Paz - shalowm ou שׂלמּ shalom procedente de 07999 , grego 4539 σαλωμη ; DITAT - 2401a; n m 1) completo, saúde, bem estar, paz 1a) totalidade (em número) 1b) segurança, saúde (no corpo) 1c) bem estar, saúde, prosperidade 1d) paz, sossego, tranqüilidade, contentamento
A glória de Deus e a glória do diabo
A glória de Deus é mostrar a Sua bondade e a glória do diabo é mostrar sua maldade. O inimigo trabalha para mostrar o tempo todo que Deus não está tão bem conosco como imaginamos, que Ele não é bom coisa nenhuma. O diabo diz: “Você não fez por merecer, então Deus não vai te abençoar”. Não caia nessa falácia! Deus quer a vai te abençoar por causa de Jesus e não por sua causa.
Deus é Pai!
Deus é rico em bondade... Ele quer passar/manifestar Sua bondade em toda área da nossa vida.
Não tem haver com que fazemos, tem tudo haver com o que Deus é. Ele é Pai, e como Pai Ele quer que vivamos debaixo dessa revelação.
Deus quer que você confie Nele o tempo todo, mesmo nos momentos difíceis.
Precisamos ganhar fé para isso!
A fé vem pelo ouvir (Rm. 10:17), Ouça somente pregações que falam da bondade de Cristo, não ouça aqueles que falam que Deus está zangado com você. No entanto precisamos de uma fé que funciona... a fé Bíblica só funciona falando (2Co 4:13) Preste atenção NÃO EXISTE FÉ MUDA. Temos o que falamos em fé.
2. O nome do Senhor
... e te proclamarei o nome do Senhor...”. V. 19
A Glória de Deus é revelar seu nome, essa é a glória de Deus. Quanto mais temos revelação do Nome, mas Glória de Deus temos em nossa vida.
·         Para aqueles que estão doentes, Deus se revela como Jeová Rafá;
·         Para aqueles que estão precisando de suprimento Ele se revela com Jeová Jiré;
·         Para aqueles que estão precisando de paz, Ele se revela como Jeová Shalom;
·         Para aqueles que estão precisando da manifestação da Presença, Ele se revela como Emanuel, Deus conosco;
·         Para aqueles que estão precisando de coragem, Ele se revela como o Leão da tribo de Judá (Ap. 5:5);
·         Para aqueles que acham que precisam viver uma vida sacrificada, Ele se revela como o Cordeiro e como Aquele que é o supremo sacrifício pelos nossos pecados;
·         Para aqueles que precisam de vida, Jesus se revela como o Autor da Vida (At 3:15);
·         Para aqueles que precisam de Palavra, Ele se revela como o Verbo (Jo. 1:1);
·         Para aqueles que precisam de mais unção, Ele se revela como o Ungido (Sl.2:).
3. Misericórdia
... terei misericórdia de quem eu tiver misericórdia.” V. 19
A Glória de Deus é a Sua misericórdia.
Ter misericórdia é:  Ser gracioso, mostrar seu favor, tornar favorável.
Sabe quando eu percebo que estou debaixo da misericórdia de Deus? Eu percebo que estou debaixo da misericórdia quando eu não recebo o que mereço receber por conta dos tantos pecados e deslizes qu cometo.
Sim, esse é o real significado de misericórdia!
Misericórdia: Nao receber o que você merece!
Graça: Receber o que você não merece!
Deus que tornar a nossa vida fácil!
Deus quer tornar todas as coisas favoráveis para nós. Você sabe o que significa isso? Tornar nossa vida fácil. Ao contrário do que muitos pensam e pregam, Ele não quer que lutemos para conquistar algo que Ele já conquistou para nós.
Essa vida de favor e de portas abertas encontramos em Cristo, pois a misericórdia de Deus é o próprio Jesus. Veja que textos poderosos,
guardai-vos no amor de Deus, esperando a misericórdia de nosso Senhor Jesus Cristo, para a vida eterna.” Jd 1:21
Pois, para com as suas iniqüidades, usarei de misericórdia e dos teus pecados jamais me lembrarei.” Hb 8:12
porém eu, pela riqueza da tua misericórdia, entrarei na tua casa e me prostrarei diante do teu santo templo, no teu temor.” Sl 5:7
Bondade e misericórdia certamente me seguirão todos os dias da minha vida; e habitarei na Casa do Senhor para todo o sempre.” Sl 23:6
4. Compaixão
... e me compadecerei de quem eu me compadecer.” V. 19
A Glória de Deus é se compadecer. A palavra compadecer é: amar profundamente. Essa é a Gloria de Deus.
Deus amou de TAL maneira que deu o Seu Filho...”. Jo 3:16
Você sabia que somos de DEUS duas vezes? ...contar a historia do carrinho. 
Na antiga Aliança era: Amarás a Deus....Na Nova Aliança: Deus nos ama! Ele nos ama independente de qq coisa. Olha o que Salmo 37:23-24 diz....
O vencedor é aquele que teve revelação de que é amado.
O que é amar profundamente: É morrer no lugar do amado, Jesus morreu no nosso lugar; é perdoar sem se quer considerar as falhas, Jesus nos perdoou; vivamos com essa consciência de filhos perdoados.
É promover o amado sem qualquer merecimento, Jesus nos fez herdeiros e co-herdeiros;  é relacionar sem olhar para os defeitos; Deus não pode mais olhar para os nossos defeitos porque Cristo está em nós.
Spurgeon disse: “ Você pode apresentar-se diante de Deus como se fosse Cristo, porque Cristo se apresentou diante de Deus como se fosse você.
Filhos amados têm Glória de Deus.
... A Gloria de Deus está revelada na própria palavra GLÓRIA.
Glória é Kabod e no sentido primário sig: Honra, abundância, riqueza.
A Glória de Deus é nos dar a sua Honra (Cristo), abundância e riqueza. A palavra riqueza é a mesma palavra para Glória – Gn. 31:1
A Glória de Deus é que seus filhos sejam como Ele é em todas as coisas, inclusive prósperos e que não tem falta de nada.
2 Co.8: 9 e Jo. 10:10

20190307

Fé, gratidão e generosidade, os três efeitos de quem se encontra com a graça. Jo 6:1-13. Pr. Edenir Araújo - Culto de Celebração - 03/03/19


“1 Depois destas coisas, atravessou Jesus o mar da Galiléia, que é o de Tiberíades. 2 Seguia-o numerosa multidão, porque tinham visto os sinais que ele fazia na cura dos enfermos. 3 Então, subiu Jesus ao monte e assentou-se ali com os seus discípulos. 4 Ora, a Páscoa, festa dos judeus, estava próxima. 5 Então, Jesus, erguendo os olhos e vendo que grande multidão vinha ter com ele, disse a Filipe: Onde compraremos pães para lhes dar a comer? 6 Mas dizia isto para o experimentar; porque ele bem sabia o que estava para fazer. 7 Respondeu-lhe Filipe: Não lhes bastariam duzentos denários de pão, para receber cada um o seu pedaço. 8 Um de seus discípulos, chamado André, irmão de Simão Pedro, informou a Jesus: 9 Está aí um rapaz que tem cinco pães de cevada e dois peixinhos; mas isto que é para tanta gente? 10 Disse Jesus: Fazei o povo assentar-se; pois havia naquele lugar muita relva. Assentaram-se, pois, os homens em número de quase cinco mil. 11 Então, Jesus tomou os pães e, tendo dado graças, distribuiu-os entre eles; e também igualmente os peixes, quanto queriam. 12 E, quando já estavam fartos, disse Jesus aos seus discípulos: Recolhei os pedaços que sobraram, para que nada se perca. 13 Assim, pois, o fizeram e encheram doze cestos de pedaços dos cinco pães de cevada, que sobraram aos que haviam comido.” Jo 6:1-13
No capítulo 6 do evangelho de João, vemos o episódio da multiplicação de pães e peixes que Jesus realizou e podemos aprender algumas lições importantes.
Atitudes que conduzem à felicidade plena
1. Efeito fé
No exercício da vida cristã, nós precisamos crer. Isso foi o que Jesus disse para Marta, irmã de Lázaro:
“... se creres, verás a glória de Deus?” Jo 11:40b

“todavia, o meu justo viverá pela fé; e: Se retroceder, nele não se compraz a minha alma.” Hb 10:38

Crer é o mesmo que ter fé. Isso é ter uma visão clara do que Deus já fez. Uma multidão seguiu a Jesus porque “tinham visto os sinais...”. Eles não tinham o Espírito, por isso estavam andando baseados nos sinais exteriores. Nós temos o Espírito habitando em nós, assim podemos ver pela fé os milagres que o Senhor está fazendo.

Jesus questiona Felipe

No relato, uma grande multidão seguia a Jesus porque o viram operando milagres. Ao ver tanta gente, Jesus perguntou a Filipe onde compraria pães para dar àquela multidão. Vale ressaltar que a pergunta de Jesus a Filipe fora feita para ver qual seria a resposta deste.
Jesus, sabedor de todas as coisas, já sabia o que iria acontecer. Cinco pães e dois peixinhos era o suficiente para o Mestre realizar o milagre, suprir a necessidade daqueles cinco mil homens, sem contar as mulheres e as crianças.
Da mesma forma que Jesus esperava uma resposta de Felipe diante daquele problema, da mesma maneira que Deus questionou Ezequiel, hoje Ele espera uma resposta de nós também. Essa resposta é a fé!
A primeira coisa que precisamos é ter fé! Coisas maiores VEREMOS!
Nós precisamos ter uma visão clara da realidade espiritual que nos permeia.
“22 São os olhos a lâmpada do corpo. Se os teus olhos forem bons, todo o teu corpo será luminoso; 23 se, porém, os teus olhos forem maus, todo o teu corpo estará em trevas.” Mt 6:22-23
Bons olhos aqui é ter clareza na mente, é ter fé. (Oftalmos = Olhos da mente)
Quando não se tem visão além do natural, fica-se à mercê das circunstâncias porque só se conhece as circunstâncias.
“... e conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará.” Jo 8:32

A importância de você abrir os olhos

“8 O rei da Síria fez guerra a Israel e, em conselho com os seus oficiais, disse: Em tal e tal lugar, estará o meu acampamento. 9 Mas o homem de Deus mandou dizer ao rei de Israel: Guarda-te de passares por tal lugar, porque os siros estão descendo para ali. 10 O rei de Israel enviou tropas ao lugar de que o homem de Deus lhe falara e de que o tinha avisado, e, assim, se salvou, não uma nem duas vezes. 11 Então, tendo-se turbado com este incidente o coração do rei da Síria, chamou ele os seus servos e lhes disse: Não me fareis saber quem dos nossos é pelo rei de Israel? 12 Respondeu um dos seus servos: Ninguém, ó rei, meu senhor; mas o profeta Eliseu, que está em Israel, faz saber ao rei de Israel as palavras que falas na tua câmara de dormir. 13 Ele disse: Ide e vede onde ele está, para que eu mande prendê-lo. Foi-lhe dito: Eis que está em Dotã. 14 Então, enviou para lá cavalos, carros e fortes tropas; chegaram de noite e cercaram a cidade. 15 Tendo-se levantado muito cedo o moço do homem de Deus e saído, eis que tropas, cavalos e carros haviam cercado a cidade; então, o seu moço lhe disse: Ai! Meu senhor! O que faremos? 16 Ele respondeu: Não temas, porque mais são os que estão conosco do que os que estão com eles. 17 Orou Eliseu e disse: SENHOR, peço-te que lhe abras os olhos para que veja. O SENHOR abriu os olhos do moço, e ele viu que o monte estava cheio de cavalos e carros de fogo, em redor de Eliseu.” 2Re 6:8-17
2. Efeito gratidão
“11 Então, Jesus tomou os pães e, tendo dado graças, distribuiu-os entre eles; e também igualmente os peixes, quanto queriam. 12 E, quando já estavam fartos, disse Jesus aos seus discípulos: Recolhei os pedaços que sobraram, para que nada se perca. 13 Assim, pois, o fizeram e encheram doze cestos de pedaços dos cinco pães de cevada, que sobraram aos que haviam comido.” Jo 6:1-13
Jesus deu graças pelos pães e peixes
Jesus deu graças por aquele alimento, e isso foi a chave que abriu os céus para provisão e abundância. Gratidão é o que se espera dos crentes.
A primeira marca de quem tem um encontro com a graça é a gratidão. Os ingratos não conhecem a graça. Aluízio Silva
Por que você deve expressar gratidão diária?

1. Porque ser grato glorifica o nome do nosso Senhor! Glorificar o nome do nosso Senhor e Salvador deve ser a nossa santa ambição. E no Salmo 50, a maneira como devemos fazer isso é oferecendo a Ele a nossa gratidão.

Aquele que oferece sacrifício de ação de graças me glorifica; e mostrarei a salvação de Deus ao que atenta para seus atos.” Sl 50:23

2. Quem é grato foca no lado SIM da vida, onde as oportunidades estão. Quem é constantemente grato está focando no lado SIM da vida, ou seja, observando as grandes e pequenas bençãos diárias e isto faz toda a diferença. Em vez de buscar mais motivos para reclamar, quem é constantemente grato começa a buscar soluções e encontrar oportunidades. É importante dizer também que o que você foca expande. Quanto mais você for grato, mais receberá dos céus! Agradecer é fazer a graça descer.

3. Agradecer trará mais saúde física, mental e espiritual. Quando olhamos para nossos dias buscando pequenos ou grandes motivos para sermos gratos, áreas específicas do nosso cérebro produzem maiores doses de dopamina e oxiticina, neuro-hormônios responsáveis pela sensação de bem estar e entusiasmo. Pessoas constantemente agradecidas tem mais energia, são emocionalmente inteligentes, demonstram tolerância e paciência, e menos propensas a serem deprimidas, ansiosas ou solitárias.

Gratidão é a primeira expressão de louvor e adoração que devemos apresentar ao Senhor. 
Jesus manifestou gratidão na multiplicação dos pães e peixes. Ele não reclamou da quantidade nem do tamanho dos alimentos, Ele foi grato por aquilo que estava em suas mãos. Certamente, se fossemos nós a orar pela multiplicação, diríamos muitas coisas, pediríamos para Deus multiplicar a quantidade dos alimentos, diminuir o número de pessoas, aumentar o tamanho dos pães e peixes, e talvez nem déssemos graças. Porém, Jesus sempre foi grato ao Pai, e no episódio relatado em João 6, nosso Senhor apenas deu graças para nos ensinar o poder de um coração grato, de um coração contente diante de Deus. Se não há contentamento por tudo aquilo que o Senhor nos tem nos dado, Ele não pode multiplicar, porque isso seria incoerente com a natureza de Deus.
3. Efeito Generosidade
“Então, Jesus tomou os pães e, tendo dado graças, distribuiu-os entre eles; e também igualmente os peixes, quanto queriam.” Jo 6:11
Etimologia da palavra
Generosidade vem de gênese ou gênesis GÊNESE – o começo de tudo. Em Grego, genesis queria dizer “criação, força produtiva, origem”, de genos, “nascimento, família, raça”, da raiz Indo-Europeia acima citada.
Assim que a graça alcançou os irmãos da igreja de Macedônia, mesmo havendo uma dificuldade de contribuição, eles se esforçaram em contribuir para com os necessitados de Jerusalém. Paulo mostrou a necessidade da Igreja encorajando-os e motivando-os a esta prática na solução dos problemas ali encontrados.
“1 Irmãos, quero que saibais como a graça de Deus foi concedida às igrejas da Macedônia, 2 pois a intensidade da alegria e a extrema pobreza deles transbordaram em riqueza de generosidade, e isso em dura prova de tribulação.” 2Co 8:1-2
Por fim, Jesus foi generoso ao distribuir os pães. Que combinação explosiva! Fé, gratidão e generosidade! Que exemplo a ser seguido! Muitas pessoas reclamam do salário, dizem que ele não dá para nada, que é uma miséria, amaldiçoa a todo o tempo o fruto das mãos, em vez de manifestarem fé, gratidão e generosidade assim como nos ensinou Jesus.
Note que Ele tomou cinco pães e dois peixinhos, deu graças, distribuiu, deu sem reservas e assim, alimentou uma multidão com direito a abundância.
Sejamos sempre gratos para que a provisão e abundância das bênçãos do Senhor venham sobre nós!
Agora é importante perceber que o milagre aconteceu enquanto ele distribuía os pães e peixes.
Zaqueu encontrou a graça e decidiu agir com generosidade
“1 Entrando em Jericó, atravessava Jesus a cidade. 2 Eis que um homem, chamado Zaqueu, maioral dos publicanos e rico, 3 procurava ver quem era Jesus, mas não podia, por causa da multidão, por ser ele de pequena estatura. 4 Então, correndo adiante, subiu a um sicômoro a fim de vê-lo, porque por ali havia de passar. 5 Quando Jesus chegou àquele lugar, olhando para cima, disse-lhe: Zaqueu, desce depressa, pois me convém ficar hoje em tua casa. 6 Ele desceu a toda a pressa e o recebeu com alegria. 7 Todos os que viram isto murmuravam, dizendo que ele se hospedara com homem pecador. 8 Entrementes, Zaqueu se levantou e disse ao Senhor: Senhor, resolvo dar aos pobres a metade dos meus bens; e, se nalguma coisa tenho defraudado alguém, restituo quatro vezes mais. 9 Então, Jesus lhe disse: Hoje, houve salvação nesta casa, pois que também este é filho de Abraão. 10 Porque o Filho do Homem veio buscar e salvar o perdido.” Lc 19:1-10
O milagre aconteceu enquanto Jesus distribuía os pães.
“24 A quem dá liberalmente, ainda se lhe acrescenta mais e mais; ao que retém mais do que é justo, ser-lhe-á em pura perda. 25 A alma generosa prosperará, e quem dá a beber será dessedentado.” Pv 11:24-25 (ARA)
O generoso prosperará; quem dá alívio aos outrosalívio receberá. Pv 11:25 (NVI)

Vencendo o medo pelo poder da fé. Sl 34:4. Pr. Edenir Araújo. Culto de Celebração - 16/02/20

Meses atrás , eu e minha esposa estávamos indo de carro para Poá, quando percebi que o marcador de combustível estava na reserva. Quando a...