20120906

Pegando fogo através da oração em Línguas. 1Co 14:4

Pegando fogo através da oração em Línguas. 1Co 14:4

O que fala em outra língua a si mesmo se edifica, mas o que profetiza edifica a igreja." 1 Co 14:4

"Dou graças a Deus, porque falo em outras línguas mais do que todos vós." 1Co 14:18

Introdução

Na cabeça da maior parte dos irmãos que eu conheço, a maneira de ser cheio de Deus está diretamente ligada à adoração, imposição de mãos de um super ungido de Deus, através da leitura da Palavra de Deus, oração etc, etc. Isso é uma grande verdade eu creio. Mas existe também um meio ou recurso que temos em Deus para sermos edificados e cheios da presença e fogo de Deus, que infelizmente é ignorado ou rejeitado. Esse meio é a oração em línguas ou no espírito. Orar em uma lingua estranha é orar no espírito segundo o que podemos ler em Romanos 8:26-27.

"E da mesma maneira também o Espírito ajuda as nossas fraquezas; porque não sabemos o que havemos de pedir como convém, mas o mesmo Espírito intercede por nós com gemidos inexprimíveis. E aquele que examina os corações sabe qual é a intenção do Espírito; e é ele que segundo Deus intercede pelos santos." Romanos 8.26,27

Veja o que Paulo diz que quem ora em línguas estranhas, edifica-se a si mesmo. E da mesma maneira também o Espírito ajuda as nossas fraquezas; porque não sabemos o que havemos de pedir como convém (Rm 8.26a). Seria impossível para nós, em nossa razão humana, em nosso raciocínio lógico, saber o que devemos orar da maneira apropriada.

O mesmo espírito intercede por nós com gemidos inexprimíveis (Rm 8.26b). De acordo com P. C. Nelson, a versão original desse versículo no grego indica gemidos que não podem sem expressos por meio de palavras articuladas. Nossa maneira comum de comunicação usa palavras articuladas. Esse versículo está referindo-se a orar em línguas, pois Paulo fala a mesma coisa aos romanos e aos coríntios. Em outras palavras, aqueles gemidos que brotam do nosso interior quando estamos orando são do nosso espírito. Não podem ser expressos por meio da linguagem regular.

Compreendendo a Importância do Orar em Línguas Estranhas

Muitos infelizmente ignoram o Orar em línguas por desconhecimento do dom, outros acreditam que este dom encerrou na era apostólica, e que não deve ser mais uma pratica cristã. Outros ainda dizem que esta pratica é do diabo. Vejamos o que a Bíblia diz:

1. Jesus disse que é um sinal dos que crêem. Mc 16:17

"Estes sinais hão de acompanhar aqueles que crêem: em meu nome, expelirão demônios; falarão novas línguas..." Mc 16:17


Jesus não parece ter nos deixado muita opção. Ele disse que nós falaríamos novas línguas! Não é uma opção.

2. No Pentecoste foi um sinal da Plenitude do Espírito. At 2:1-4

Todos ficaram cheios do Espírito Santo e passaram a falar em outras línguas, segundo o Espírito lhes concedia que falassem.

3. Na casa de Cornélio foi a evidencia que estavam cheios do Espírito Santo. Atos 10:44-46

44 Ainda Pedro falava estas coisas quando caiu o Espírito Santo sobre todos os que ouviam a palavra. 45 E os fiéis que eram da circuncisão, que vieram com Pedro, admiraram- se, porque também sobre os gentios foi derramado o dom do Espírito Santo; 46 pois os ouviam falando em línguas e engrandecendo a Deus. Atos 10:44-46

4. Na cidade de Éfeso as línguas foi um sinal que foram batizados com o Espírito Santo, Atos 19:1-6

v 6 E, impondo-lhes Paulo as mãos, veio sobre eles o Espírito Santo; e tanto falavam em línguas como profetizavam. Atos 19:6

Quais são os obstáculos que Podem nos Impedir de Orar em Línguas?

1. Ignorância

Muitos não oram no Espírito porque nem sabem que existe esse tipo de oração. Outros acham que este dom se encerrou na era apostólica e por aí vai.

2. Bloqueio Teológico

Muitos também não oram em línguas estranhas porque foram criados num contexto de igreja tradicional onde ensinam que este tipo de dom não existe para a igreja de hoje. 1 Coríntios 14:18.

3. Falta de Fé

Somos cheios do Espírito Santo pela fé, assim como todas as outras coisas na vida cristã. Possivelmente pessoas já estão dotadas do dom de línguas, mas não utilizam porque não acreditam que receberam.

4 - Falta de Busca, desprezo.

Muitas pessoas ainda não foram batizadas com o Espírito Santo e não falam em línguas, por não acharem tão importante e nunca buscarem.

"Buscar-me-eis e me achareis quando me buscardes de todo o vosso coração." Jr 29:13

5. Conflito Mental

Há pessoas que têm muita dificuldade com os pensamentos. Sua mente persiste com toda sorte de preocupação quando estão orando em línguas, e elas ficam de tal modo incomodadas que param de orar em línguas.

"Se eu orar em outra língua, o meu espírito ora de fato, mas a minha mente fica infrutífera" 1Co 14:14

6. Acusação do Diabo

É fácil Satanás perturbar a mente cheia de preocupação e tormento, pois quando a mente está dessa forma não se consegue o que se quer pensar claramente.

7. Falha em Exercitar

Há muitos crentes que já foram batizados com o Espírito Santo e receberam o dom de línguas, porém pela falta de exercício, o dom ficou emperrado.

Quais são os Benefícios de Orar em Línguas?

1. Orar em línguas abre portas para a manifestação de outros dons.

"E apareceram, distribuídas entre eles, línguas, como de fogo, e pousou uma sobre cada um deles. 4 Todos ficaram cheios do Espírito Santo e passaram a falar em outras línguas, segundo o Espírito lhes concedia que falassem." Atos 2:3-4

"pois os ouviam falando em línguas e engrandecendo a Deus." Atos 10:46

"E, impondo- lhes Paulo as mãos, veio sobre eles o Espírito Santo; e tanto falavam em línguas como profetizavam." Atos 19:6

2. Nos traz Revelação


Podemos ter 2 tipos de revelações de Deus:

¨ Revelação dos mistérios de Deus. "Pois quem fala em outra língua não fala a homens, senão a Deus, visto que ninguém o entende, e em espírito fala mistérios." 1Co 14:2

¨ Revelação de nós mesmos.

3. Ativa a nossa Fé

A oração no Espírito em conjunto com a Palavra ativa a nossa fé nos levando a um outro nível de fé, intrepidez e ousadia.

"Vós, porém, amados, edificando-vos na vossa fé santíssima, orando no Espírito Santo..." Jd 1:20

Veja que orar em outras línguas ativa a nossa fé e não gera fé, pois a fé vem pelo ouvir a palavra de Deus.

Repare neste ato de fé: vou fazer isso simplesmente porque está escrito. Em outras palavras, se eu orar em línguas, ou ORAR NO ESPÍRITO SANTO, eu vou edificar a minha fé.

4. A Edificação Própria

"O que fala em outra língua a si mesmo se edifica, mas o que profetiza edifica a igreja." 1Co 14:4

Através da oração em línguas Deus vai construindo o seu tabernáculo dentro de nós pelo Espírito. Por isso busque o Batismo com o Espírito Santo para falar novas línguas. Muitos se equivocam ao buscar uma experiência emocional, porém a experiência que precisamos não tem nada a ver com a emoções, por ser uma experiência estritamente espiritual. À medida que vamos orando dia após dia no Espírito, as verdades de Deus vai sedimentando em nós como materiais para habitação de Deus em nós. Em Efésios diz que estamos sendo edificados para habitação de Deus no Espírito e a medida que vamos avançando vamos nos tornando pedras vivas para a edificação da Nova Jerusalém. Aleluia!

5. Capacidade de orar por aquilo que desconhecemos.

Essa é uma maneira de orar a respeito de coisas em que ninguém pensa, e das quais não temos consciência.

6. Trás refrigério espiritual.

"Pelo que por lábios gaguejantes e por língua estranha falará o SENHOR a este povo, 12 ao qual ele disse: Este é o descanso, dai descanso ao cansado; e este é o refrigério; mas não quiseram ouvir." Is 28:12

7. Submete nossa língua ao Espírito Santo.

"a língua, porém, nenhum dos homens é capaz de domar; é mal incontido, carregado de veneno mortífero. 9 Com ela, bendizemos ao Senhor e Pai; também, com ela, amaldiçoamos os homens, feitos à semelhança de Deus." Tg 3:8-9

entregar o controle da nossa língua é um gigantesco passo para o exercício do domínio próprio. Pense comigo, se a Bíblia diz que a língua é o membro mais difícil de se dominar, concluímos que uma vezquis a língua está dominada, os demais membros ou o seus corpo todo também estarão.

O Pr. Antonio Cirilo testemunha que depois de 2 meses no monte orando em línguas, seu ministério foi transformado. Os cristãos das mega-igrejas praticam o dom de línguas diariamente.

Conclusão: Nesta campanha de 21 dias de jejum e oração, o foco principal é trazer avivamento pessoal. Se você praticar o dom de línguas diariamente, nos encontraremos no final desta campanha com uma fé inabalável, com um fogo interior contagiante e com uma nova realidade espiritual que certamente trará maiores resultados positivos em todas as áreas de sua vida.

Nenhum comentário:

Postar um comentário