20090720

Palavra do culto de celebração domingo 20/07/09

DESMASCARANDO A CONTENDA. Parte I - Rm 12:9, 18-21
Pr. Edenir Araújo

9- O amor seja não fingido. Aborrecei o mal, e apegai-vos ao bem.
10- Amai-vos cordialmente uns aos outros com amor fraternal, preferindo-vos em honra uns aos outros.
11- Não sejais vagarosos no cuidado, mas sede fervorosos no espírito, servindo ao Senhor.
12- Alegrai-vos na esperança, sede pacientes na tribulação, perseverai na oração.
13- Partilhai com os santos nas suas necessidades, segui a hospitalidade.
14- Abençoai aos que vos perseguem; abençoai. E não amaldiçoeis.
15- Alegrai-vos com os que se alegram, e chorai com os que choram.
16- Sede unânimes entre vós. Não ambicioneis as coisas altivas, mas acomodai-vos às humildes. Não sejais sabios em vós mesmos.
17- a ninguém torneis mal por mal. Procurai as coisas honestas perante todos os homens.
18- Se for possível, quanto depender de vós, tende paz com todos os homens...
21- Não te deixes vencer do mal, mas vence o mal com o bem.”
Rm 12:9-21

O espírito de contenda tem uma missão que o inferno lhe conferiu:
Destruir tudo aonde quer que ele passe.

É fato que não podemos enxergá-lo, mas com toda a certeza, somos capazes de ver os sinais de sua presença em nosso meio. Ele se manifesta num conflito conjugal, em uma discussão teológica, e até mesmo em um corriqueiro desentendimento entre irmãos. Num bate boca agressivo, em uma ofensa verbal, na mais sutil fofoca ele está presente.
Sem dúvida, a contenda é a causa de destruição de empresas, igrejas e famílias.

A definição de contenda que encontramos no dicionário é:

“briga, conflito acalorado e muitas vezes violento; desavença cheia de amargura; briga entre grupos rivais; discussão”.

Existe ainda outros termos que são sinônimos de contenda: Luta, rivalidade, discussão, debate, provocação e facções.

Muitas pessoas estão com a vida destruída por causa do espírito de contenda. Entretanto elas não enxergam que ele é o causador dos seus problemas. Outras reconhecem que é o diabo que está por trás do processo, mas não se dão conta que elas próprias é que abrem as brechas para ele operar. Não sabem que estão deixando a porta aberta para a atuação satânica.

A contenda é como um câncer!

Geralmente quando alguém descobre a existência de um câncer, a pessoa o faz por meio de sintomas. A contenda também provoca sintomas que se manifestam por meio de sentimentos ou atitudes.

Veja o que escreveu Tiago a respeito deste mal e seus sintomas:

“Onde há inveja (cobiça) e sentimento faccioso (rivalidade e egoísmo) ai há confusão (inquietação, discordância e rebeldia), e toda espécie de coisas ruins.” Tg 3:16

Ao considerarmos o contexto desta passagem, observamos que Tiago estava preocupado com as muitas discussões e disputas entre os irmãos. A contenda ou este espírito do inferno estava sendo fortalecido por esse comportamento da igreja em Jerusalém. Agora no texto referido, todas as manifestações citadas são conseqüências de contendas, de discórdias e discussões vãs.

Observe que Tiago diz que o homem dominado pelo espírito de contenda é um poço de coisas ruins. Ele diz que “toda espécie de coisas ruins” estão impregnadas nesta pessoa.

Toda espécie de coisas ruins é a totalidade da obra do maligno como podemos ver em Jo 10:10, roubo, morte e destruição.

A instrução de Tiago é para que consigamos nos ver livres das contendas, para também ficarmos livres de outros problemas, como confusão, rebelião e toda sorte de maldição.

Paulo disse que nós fomos chamados para termos paz com todos os homens.

“Se for possível, quanto depender de vós, tende paz com todos os homens.” Rm 12:18

A contenda é um espírito que tira o foco da luta contra os demônios, e nos faz lutar contra o nosso próximo.

“Pois não temos de lutar contra a carne e o sangue, e sim contra os principados e contra as potestades, contra os poderes deste mundo tenebroso, contra as forças espirituais da maldade nas regiões celestes.” Ef 6:12

Precisamos fechar as portas de entrada deste espírito nas nossas vidas.

Saibamos identificar as portas pelas quais esse espírito maligno tenta entrar na vida dos homens. Para entrar em nossa vida o espírito de contenda se utiliza principalmente de três portas.

Porta de Entrada por onde o espírito de contenda entra nas nossas vidas.

1. Os lábios
2. Orgulho
3. As discussões

1. OS LÁBIOS

“A língua também é fogo, mundo de iniquidade situada entre nossos membros. Ela contamina todo o corpo, inflama o curso da natureza, e é por sua vez inflamada pelo inferno.” Tg 3:6

Palavras são sementes e determinam bênção ou maldição. Você já percebeu que alguns irmãos não vigiam quando falam? Estão sempre ferindo outras pessoas, rompendo com princípios de autoridade. Estes estão semeando contenda e morte por onde passam. “A morte e a vida estão no poder da língua...” Pv 18:21

Vamos entender melhor como a contenda se manifesta pelo falar Lendo. Nm 12:1-16

Arão e Miriã eram os irmãos mais velhos de Moisés. Portanto, em casa, Moisés deveria se sujeitar à autoridade deles. Mas na vocação e no trabalho de Deus eles deveriam se sujeitar à autoridade de Moisés. Eles não gostaram da mulher etíope com quem Moisés se casou, por isso murmuraram contra Moisés: "Porventura tem falado o Senhor somente por Moisés? Não tem falado também por nós?" v.2
Os etíopes são descendentes de Cão. Moisés não deveria ter-se casado com esta mulher etíope. Na posição de irmã mais velha, Miriã poderia ter repreendido seu irmão com base em seu relacionamento familiar. Mas quando ela abriu a boca para contender tocou na obra e no próprio Deus, pondo em dúvida a posição de Moisés. Esta atitude de contender com Moisés trouxe sérias conseqüências sobre Miriã e Arão. Veja o verso 9 e 10.
Precisamos aprender a fechar mais a boca! Podemos evitar discussões e contendas se decidirmos fechar a boca.

“Sabeis isto, meus amados irmãos: Todo homem seja pronto para ouvir, tardio para falar e tardio para se irar, pois a ira do homem não opera a justiça de Deus.” Tg 1:19-20
“A resposta branda desvia o furor, mas a palavra dura suscita a íra.” Pv 15:1
“A língua serena é árvore de vida.” Pv 15:4

Agora por outro lado, “Os lábios do insensato (insensato) entram na contenda, e por açoites brada a sua boca.” Pv 18:6

Para trazer ainda mais a consciência de que devemos Ter cuidado com o que falamos, veja o texto de Provérbios 6:16-19:

“16- Há seis coisas que o Senhor odeia, sete que a sua alma abomina: 17- Olhos altivos, língua mentirosa, mãos que derramam sangue inocente; 18- Coração que maquina projetos iníquos, pés que se apressam a correr para o mal; 19- testemunha falsa que profere mentiras, e o que semeia contenda entre os irmãos.”

Observe que de todas as coisas odiadas pelo Senhor o que semeia a contenda é o que abomina a Deus. Isso se dá porque quando alguém semeia a contenda se parece com lúcifer.

Veja em Números que Arão não ficou leproso, mas Miriã sim, porque foi dela que partiu a contenda, “o que semeia contenda entre os irmãos”. Mt 18:7

Hoje muitos crentes estão leprosos, longe da presença de Deus (Nm 12:9-10) por se envolverem em contendas e conversas vãs.

“Ninguém vos engane com palavras vãs; porque, por estas coisas vem a ira de Deus sobre os filhos da desobediência.” Ef 5:6

“Mas não entres em questões loucas, genealogias e contendas, e nos debates acerca da lei, porque são coisas inúteis e vãs.” Tt 3:9

“Ora o fim do mandamento é o amor de um coração puro, e de uma boa consciência e de uma fé não fingida. Do que, desviando-se alguns, se entregaram a vãs contendas, Querendo ser doutores da lei, e não entendendo nem o que dizem nem o que afirmam.” 1tm 1:5-7

A Bíblia diz que “Bem aventurados são os pacificadores, porque eles serão chamados filhos de Deus” (Mt 5:9),

Os pacificadores são bem aventurados, e chamados Filhos de Deus!

Jesus deixou claro qual deve ser as palavras que saem de nossa boca.

“...e vós sereis minhas testemunhas.” At 1:8

Não seja como Miriã e tantos outros que você conhece, não joguemos lenha na fogueira, pois assim estaremos abrindo uma brecha para a contenda. A língua tem a capacidade de atear fogo estranho e maldito em nossa vida. Portanto, sempre que dissermos uma palavra errada e ela acender uma fogueira, temos de apagá-la logo. E como faremos isso? Dizendo as palavras certas ou então nos calando!

Continuaremos com essa palavra na semana que vem,

Até mais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário