20090825

Palavra do culto de celebração 23/08/09 - Pr. Edenir Araújo




OBSERVAÇÕES SOBRE A CEIA DO SENHOR. Lc 22:17-20


"Então Jesus tomou o cálice, deu graças e disse: Tomai-o e reparti-o entre vós. 18 Pois vos digo que não mais beberei do fruto da vide, até que venha o reino de Deus. 19. E tomou o pão, deu graças, partiu-o e deu-lhes, dizendo: Isto é o meu corpo que por vós é dado; faze isso em memória de mim. 20. Semelhantemente tomou o cálice, depois da ceia, dizendo: Este é o cálice da Nova Aliança no meu sangue derramado por vós.”

Propósitos da Santa Ceia

1º Trazer à memória o que Cristo fez por nós. V.19

A ministra de adoração Ana Paula Valadão Bessa, em 1999, compôs uma linda canção onde ela cita o texto do profeta Jeremias, que diz: "Quero trazer à memória aquilo que me dá esperança".
A Ceia do Senhor é uma cerimônia que tem, exatamente, esse objetivo: trazer à lembrança o importante acontecimento do sacrifício de Jesus.O próprio Senhor estabeleceu esta cerimônia para ser assim, porque lemos no v.19 que Jesus disse: "Façam isto em memória de mim". E Jesus mostrou o que devemos fazer: Ele tomou nas mãos dois elementos: o Pão e o Vinho. Disse para pegar o pão como símbolo do Seu corpo, e tomar o suco de uvas, como símbolo do Seu sangue. E distribuiu aos discípulos, orientando-os a comer o pão e a beber do cálice - Jesus estava ensinando: Do mesmo modo como o organismo se nutre de energia, de força, pelo comer e beber, assim também se dá com a nossa fé: ela é revigorada, fortalecida, quando nos apropriamos de Jesus.E convém destacar ainda o seguinte, que Jesus disse: "Façam isso em memória de mim". Esta cerimônia serve para trazermos Jesus à memória, trazermos Jesus à nossa lembrança.E lembrança de que? ...de Jesus menino, na infância, deitado na manjedoura ou a discutir com os doutores da lei no templo? Não. ...a lembrança de Jesus ensinando ou estendendo as mãos para curar os doentes? Não.
Nesta cerimônia, nós lembramos de Jesus morrendo na cruz, com cravos prendendo Suas mãos e com coroa de espinhos comprimindo Sua cabeça, num verdadeiro sacrifício de amor por nós, que pecamos contra Deus. Sim, com esta cerimônia, recordamos a morte de Jesus na cruz, as feridas em Seu corpo e o sangue que foi derramado...E lembramos que tudo isso foi uma prova do amor que Deus tem por nós, livrando-nos da morte e da perdição eterna.Jesus disse para comermos do pão e bebermos do cálice, trazendo isto à memória.Ao invés de ficar pensando tanta coisa ruim, ocupando sua mente com tanta porcaria, vamos pensar nas coisas que são do alto. Amados, vamos fazer isto: Vamos trazer à memória aquilo que nos dá esperança. Pelo sacrifício de Jesus na cruz, temos salvação eterna e paz com Deus nesta vida.Portanto, ao cear, faça isto em memória do Senhor: traga à sua memória o que Jesus fez por você na cruz; Ele te tirou das trevas, te libertou da condenação... Ele te trouxe para o Reino de Deus, onde há segurança e paz.Oh! Amado irmão, ao lembrar que Jesus morreu por você na cruz, oro para que você também se lembre de que deve viver para Ele.

2º Nos fazer enxergar o reino vindouro. 1Co 11:25-26

“Semelhantemente também, depois de cear, tomou o cálice, dizendo: Este cálice é o novo testamento no meu sangue; fazei isto, todas as vezes que beberdes, em memória de mim. Porque todas as vezes que comerdes este pão e beberdes este cálice anunciais a morte do Senhor, até que venha.” 1Co 11:25-26

Este é um outro aspecto da santa ceia, nos fazer enxergar o reino vindouro. Veja que enquanto ceiamos, estamos nos preparando para a volta de Cristo. Cear é dizer: Maranata, ora vem Senhor Jesus! Aqueles que participam do pão e do vinho, estão na verdade se preparando para a volta de Cristo. Estes estão a espera de seu Senhor, prontos para serem arrebatados.

Muitos estão andando errantes, desrregrados, desgarrados, pois não mais enxergam a iminente vinda de Cristo. Vivem de qualquer maneira, não se importando com a volta do Senhor.

"Mas daquele dia e hora ninguém sabe, nem os anjos do céu, mas unicamente meu Pai. E, como foi nos dias de Noé, assim será também a vinda do Filho do homem. Porquanto, assim como, nos dias anteriores ao dilúvio, comiam, bebiam, casavam e davam-se em casamento, até ao dia em que Noé entrou na arca, E não o perceberam, até que veio o dilúvio, e os levou a todos, assim será também a vinda do Filho do homem." (MT 24:36,39)

“Mas o dia do Senhor virá como o ladrão de noite; no qual os céus passarão com grande estrondo, e os elementos, ardendo, se desfarão, e a terra, e as obras que nela há, se queimarão.” 2Pe 3:10

Mencionar Mateus 24:45-51

45 Quem é, pois, o servo fiel e prudente, que o seu senhor constituiu sobre a sua casa, para dar o sustento a seu tempo?
46 Bem-aventurado aquele servo que o seu senhor, quando vier, achar servindo assim.
47 Em verdade vos digo que o porá sobre todos os seus bens.
48 Mas se aquele mau servo disser no seu coração: O meu senhor tarde virá;
49 E começar a espancar os seus conservos, e a comer e a beber com os ébrios,
50 Virá o senhor daquele servo num dia em que o não espera, e à hora em que ele não sabe,
51 E separá-lo-á, e destinará a sua parte com os hipócritas; ali haverá pranto e ranger de dentes.

3º Restaurar a condição do corpo de Cristo. 1Co 11:17-22

Deus está nos guardando de sentimentos de mágoa e tristeza com nossos irmãos. A igreja de Corinto era uma igreja dividida por muitas causas, e uma delas era a condição social de seus membros. Aqui Paulo enfatiza a necessidade de relacionar como corpo sem pressa. “pois quando comeis, cada um se apressa a tomar sua própria ceia.” V. 21
Veja que não havia amor no meio daqueles irmãos, pois o amor prioriza o próximo.

4º Mostrar a real condição dos participantes do corpo de Cristo. 1Co 11:27-30

Aqui podemos ver que todos aqueles que participam do corpo de Cristo precisam de cura, por essa razão Paulo escreveu que o homem precisaria se examinar a si mesmo antes de comer do pão e beber do cálice. V. 28

Veja que muitos no dia da ceia, faltam na igreja, e se ausentam porque não crêem que Deus pode perdoar pecados. Estão na verdade lutando com Deus. Outros até vão ao culto, mas dizem: “Eu não vou cear pois não sou digno, estou em pecado.” Parece espiritual, mas é carne pura! É ego não se arrepender não cumprindo assim a vontade de Deus.

Independente do pecado cometido, arrependa-se e participe da Ceia do Senhor para cura e restauração do corpo de Cristo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário