20160104

6 princípios para o desfrute da provisão completa! Sl 126:1-6. Pr. Edenir Araújo. Culto de Celebração - 03/01/16

1 Quando o Senhor restaurou a sorte de Sião, ficamos como quem sonha. 2 Então, a nossa boca se encheu de riso, e a nossa língua, de júbilo; então, entre as nações se dizia: Grandes coisas o Senhor tem feito por eles. 3 Com efeito, grandes coisas fez o Senhor por nós; por isso, estamos alegres.
4 Restaura,Senhor, a nossa sorte, como as torrentes no Neguebe.
5 Os que com lágrimas semeiam com júbilo ceifarão. 6 Quem sai andando e chorando, enquanto semeia, voltará com júbilo, trazendo os seus feixes. Sl 126:1-6

Introdução

Três perspectivas sobre o povo de Deus

O Salmo 126 nos leva a uma reflexão sobre as escolhas que fazemos e as respostas de Deus para nossas vidas. O Salmo 126 descreve a vida do povo de Deus em três perspectivas distintas:
1. Passado (v. 1-3)
2. Presente (v. 4)
3. Futuro (v. 5,6)

Ao olharem para o passado, eles exultavam pelo livramento do exílio. Ao olharem para o presente, viam-se áridos e secos como o deserto do Neguebe. Ao olharem para o futuro, sentiam-se desafiados a sair e semear, ainda que precisassem regar o solo duro com suas lágrimas, na certeza de que voltariam com júbilo trazendo seus feixes.

Assim como Israel, hoje é dia de seguirmos alguns princípios espirituais para vermos a nossa sorte restaurada e possamos ter uma grande colheita em 2016, vejamos quais são esses princípios:

1. Um passado de glória não é garantia de presente glorioso.

O povo saiu do cativeiro, rompeu os grilhões do exílio e voltou para sua terra depois de setenta anos na Babilônia. Deus fez coisas grandiosas e eles estavam alegres por isso. As nações testemunharam os grandes feitos de Deus na vida deles. Mas, as vitórias do passado não serviam mais para viverem vitoriosamente no presente. Precisavam de restauração. Estavam tão áridos como um deserto.
Não moramos no passado. Somos um povo que tem história, mas não vivemos apenas da história. Precisamos andar com Deus hoje. Nossas vitórias do passado são medidas mínimas do que Deus pode fazer em nossa vida hoje.
Ao começar um novo ano devemos deixar o passado para traz!
Ao começar um novo ano, precisamos deixar o passado para traz agradecendo a Deus por tudo o que Ele fez até aqui por nós, mas tendo tudo isso apenas como uma mostra do que está por vir, pois o melhor está adiante de nós. Devemos fazer isso principalmente quanto as derrotas do passado, da época do exilio no mundo, antes de nascermos de novo, a Bíblia nos lembra que não temos passado.

"E, assim, se alguém está em Cristo, é nova criatura; as coisas antigas já passaram; eis que se 
fizeram novas." 2Co 5:17

Você já nasceu de novo e em relação ao mundo, não tem mais passado, só nos cabe avançar. O que Deus fez até aqui é para gerar fé em seu coração para você avançar e não para se acomodar.
Este é o temo de agradecer pelas bênçãos recebidas, por tudo que se passou, mas é também tempo de acreditar que tudo isso é apenas a prova de que coisas muito maiores e melhores estão diante de nós.

"...mas, como está escrito: Nem olhos viram, nem ouvidos ouviram, nem jamais penetrou em coração humano o que Deus tem preparado para aqueles que o amam." 1Co 2:9

Nós somos o povo que vivemos na certeza de que sempre haverá mais de Deus para nós, pois o nosso Deus é generoso, sempre abundante e que nos surpreende.
Essa deve ser a sua expectativa para este ano, anime-se e encha-se de fé e jamais se esqueça: Não é porque você é bom, é porque Ele é bom, não é porque você merece, é porque você é filho, tudo é pela graça – um ano abençoado está diante de você e o mundo lá fora terá que reconhecer – “Grandes coisas o Senhor tem feito por nós.”

2. A sequidão e o deserto de hoje não são motivos de desânimo, mas de clamor.

Ao olharem para o presente e verem o deserto instalado na vida deles, não ficaram rendidos a uma nostalgia doentia, mas cobraram ânimo para clamarem a Deus por restauração. Deus também fez coisas grandes por nossos pais no passado. Aconteceram grandiosos avivamentos, mas hoje, o cenário parece cinzento. A crise nos mostra sua carranca. Em vez de ficarmos desalentados, devemos nos levantar e clamar: Ó Senhor, restaura a nossa sorte!
Talvez esse seja o seu caso, embora Deus tenha feito grandes coisas na sua vida até aqui, agora está sofrendo com um tempo de seca ou até mesmo assustado com o que se anuncia para 2016. Em momentos assim, o mundo, que não tem a quem buscar, cai em desalento, mas nós, o povo de Deus não.
Esse não é momento para desanimarmos, mas como o povo de Israel, é tempo de levantarmos nossa vos e clamarmos: “Senhor, como sempre o Fizeste, restaura novamente a nossa sorte e nos abençoa no meio da seca”.

"Porque ele acode ao necessitado que clama e também ao aflito e ao desvalido. Ele tem piedade do fraco e do necessitado e salva a alma aos indigentes." Sl 72:12,13
"Pedi, e dar-se-vos-á; buscai e achareis; batei, e abrir-se-vos-á. Pois todo o que pede recebe; o que busca encontra; e, a quem bate, abrir-se-lhe-á. Ou qual dentre vós é o homem que, se porventura o filho lhe pedir pão, lhe dará pedra? Ou, se lhe pedir um peixe, lhe dará uma cobra? Ora, se vós, que sois maus, sabeis dar boas dádivas aos vossos filhos, quanto mais vosso Pai, que está nos céus, dará boas coisas aos que lhe pedirem?" Mt 7:7-11

3. Espere o mover e as bênçãos somente de Deus.

O Salmista clamou: “Restaura, Senhor, a nossa sorte como as torrentes do Negueve”. Não produzimos nossa própria restauração ou bênçãos. O remédio para uma vida enferma não está na panaceia das novidades do mercado da fé, mas no próprio Senhor. As bênçãos e a restauração da sorte vem do próprio Deus e de nenhum outro. Só Ele pode restaurar nossa sorte. Só de Deus vem nossa cura. Só o Senhor pode levantar um exército poderoso de um vale de ossos secos. Correr atrás de novidades e abraçar doutrinas estranhas às Escrituras longe de trazer restauração e bênçãos te debilita ainda mais.
Deus é a fonte da nossa restauração. Você não pode esperar do homem ou do seu próprio braço o mover de Deus para o ano de 2016 em sua vida e em sua família, mas somente dele.

Outras fontes de provisão?

Todos os anos as pessoas esperam um ano melhor advindo de tantas fontes que não o Senhor. De Yemanjá ao vestir-se de roupa branca, fazendo um pedido para o vento jogando uma moedinha no poço ou passando a meia noite com os dedos cruzados, até a compromissos feitos com sigo mesmo para mudanças de hábitos e costumes, sem no entanto alcançar sucesso ao fim do próximo ano.
Não espere de outra fonte um ano abençoado e prospero se não daquele que é o único capaz de garantir o presente e o futuro de nossas vidas, o nosso Pai de amor.

"Agrada-te do SENHOR, e ele satisfará os desejos do teu coração. Entrega o teu caminho ao SENHOR, confia nele, e o mais ele fará. Fará sobressair a tua justiça como a luz e o teu direito, como o sol ao meio-dia." Sl 37:4-6
"O SENHOR é a minha força e o meu escudo; nele o meu coração confia, nele fui socorrido; por isso, o meu coração exulta, e com o meu cântico o louvarei. O SENHOR é a força do seu povo, o refúgio salvador do seu ungido. Salva o teu povo e abençoa a tua herança; apascenta-o e exalta-o para sempre." Sl 28:7-9
"Elevo os olhos para os montes: de onde me virá o socorro? O meu socorro vem do SENHOR, que fez o céu e a terra. Ele não permitirá que os teus pés vacilem; não dormitará aquele que te guarda. É certo que não dormita, nem dorme o guarda de Israel. O SENHOR é quem te guarda; o SENHOR é a tua sombra à tua direita. De dia não te molestará o sol, nem de noite, a lua. O SENHOR te guardará de todo mal; guardará a tua alma. O SENHOR guardará a tua saída e a tua entrada, desde agora e para sempre." Sl 121:1-8

4. A Benção é resultado da oração.

O Salmista clamou: “Restaura, Senhor, a nossa sorte”. Em vez de ficarmos lamentando nossa condição, devemos dobrar nossos joelhos e levantar nossas mãos ao Senhor em profundo clamor: “Restaura, Senhor, a nossa sorte”.
Quando o incenso da oração sobe, a restauração e a benção desce. Quando nos curvamos diante de Deus, o próprio Senhor nos levanta diante dos homens. Quando você ora, o braço de Deus age em seu favor.
Eu quero desafiar você a fazer de 2016 um ano de oração mais do que nunca, pois a oração move o braço de Deus a nosso favor, é o lugar do nosso esconderijo, é onde tocamos o céu e apresentamos nossa vida e necessidades a quem cuida de nós.
Penso que muitos de nós ficaremos surpresos por tantas coisas que poderíamos ter recebidos e não recebemos porque não oramos mais.
Paulo nos adverte sobre a necessidade de nós revestirmos com toda a armadura de Deus, e logo em seguida diz que devemos orar em todo tempo (Ef 6:18).

Tabernáculo

No tabernáculo, o altar de incenso não poderia se apagar. Em Êxodo 30:8, a palavra de Deus diz que deveria ser contínuo e ininterrupto perante o Senhor. “...Será incenso contínuo perante o Senhor, pelas vossas gerações.” Ex 30:8
O que simboliza esse incenso? A resposta pode ser encontrada em Apocalipse 5:8:  “e, quando tomou o livro, os quatro seres viventes e os vinte e quatro anciãos prostraram-se diante do Cordeiro, tendo cada um deles uma harpa e taças de ouro cheias de incenso, que são as orações dos santos...” Ap 5:8
“Suba à tua presença a minha oração, como incenso...” Sl 141:2a
Tiago diz que a falta de provisão é na verdade falta de oração.
"Cobiçais e nada tendes; matais, e invejais, e nada podeis obter; viveis a lutar e a fazer guerras. Nada tendes, porque não pedis..." Tg 4:2
"Disse-lhes Jesus uma parábola sobre o dever de orar sempre e nunca esmorecer... Então, disse o Senhor: Considerai no que diz este juiz iníquo. Não fará Deus justiça aos seus escolhidos, que a ele clamam dia e noite, embora pareça demorado em defendê-los? Digo-vos que, depressa, lhes fará justiça. Contudo, quando vier o Filho do Homem, achará, porventura, fé na terra?" Lc 18:1,6-8
"Naquele dia, nada me perguntareis. Em verdade, em verdade vos digo: se pedirdes alguma coisa ao Pai, ele vo-la concederá em meu nome. Até agora nada tendes pedido em meu nome; pedi e recebereis, para que a vossa alegria seja completa." Jo 16:23,24

Experimente orar com fé, crendo na graça e tendo a certeza de que, por ser filho, o Pai de amor irá te responder. Você será surpreendido nesse novo ano por ver o quanto o Senhor ama dar respostas aos filhos que a Ele clamam em fé.

5. As bênçãos e a restauração são milagres de Deus.

O Salmista roga a Deus para fazer na vida do povo o mesmo que faz na natureza: “Restaura, Senhor, a nossa sorte como as torrentes no Negueve”. O deserto do Negueve é o maior deserto da Judéia, o mais baixo, com montes e vales de areias escaldantes. Naquela sequidão estéril, um fenômeno acontece vez ou oltra. De vez em quando, as chuvas ocasionais não caem sobre o negueve por ser um lugar muito baixo, mas quando caem sobre as montanhas próximas formam bolsões de águas armazenadas nas partes mais altas da região. Quando transbordam, as torrentes correm dos montes para os vales do negueve e por onde essas torrentes passam tudo é restaurado.
O Salmista pede para Deus fazer o mesmo milagre na vida do seu povo. O deserto pode florescer, os vales áridos podem se tornar fontes de vida. Do mesmo modo, isso pode acontecer na sua vida.
Não importa o vale que hoje nos encontramos, não importa o quão baixo estejamos. O que importa é que está chovendo, e os bolsões de bênçãos estão acumulando bênçãos que em breve serão transbordadas e derramadas sobre nós!!!
Ao contrario do que se anuncia, no ano do deserto de 2016 no Brasil, o Senhor tem o poder para trazer, poderosamente, uma torrente de vida e benção sobre você e a sua casa e isso é fé, pois isso é milagre. Se 2016 está determinado para ser um ano fracassado e de derrota pelo mundo e pelos entendidos, então prepare-se porque tempos assim são tempos da fé chamar a existência os milagres de Deus. Eu te desafio hoje a ser ousado e crer por um ano de milagres em cada área da sua vida.

6. As benção de Deus devem ser semeadas com lágrimas antes de serem colhidas.

Mas agora, nos últimos versículos do Salmo nós podemos ver em operação o caminho para que todos esses princípios produzam os resultados esperados, a lei da semeadura e da colheita. Porque sabiam o que Deus já tinha feito uma vez, tinham fé para clamar e crer por um novo tempo de vida e bênçãos, então se levantaram para agir, saíram para semear com lágrimas mesmo que em terra aparentemente seca, pois a fé traria a chuva e a colheita.
Como dissemos no inicio, essa é uma lei universal que Deus estabeleceu para que participássemos do milagre e pudéssemos ver a colheita; semear e colher. Você pode praticar todas as coisas mencionadas até aqui, mas se não praticar o ultimo, semear com lágrimas, não espere colher coisa alguma em 2016.
Mas alguém pode me perguntar: Pastor onde fica a graça? Justamente aqui, na questão de que qualquer semeadura e plantio é uma dádiva de Deus, pois tudo depende dele. É Ele quem dá a semente, a terra e a chuva; é Ele que faz crescer e germinar a semente e traz a colheita, tudo vem dele e por meio dele, a nossa única parte é crer e plantar.

"E isto afirmo: aquele que semeia pouco pouco também ceifará; e o que semeia com fartura com abundância também ceifará. Cada um contribua segundo tiver proposto no coração, não com tristeza ou por necessidade; porque Deus ama a quem dá com alegria. Deus pode fazer-vos abundar em toda graça, a fim de que, tendo sempre, em tudo, ampla suficiência, superabundeis em toda boa obra, como está escrito: Distribuiu, deu aos pobres, a sua justiça permanece para sempre. Ora, aquele que dá semente ao que semeia e pão para alimento também suprirá e aumentará a vossa sementeira e multiplicará os frutos da vossa justiça, enriquecendo- vos, em tudo, para toda generosidade, a qual faz que, por nosso intermédio, sejam tributadas graças a Deus." 2Co 9:6-11

“Porque o que semeia para a sua própria carne da carne colherá corrupção; mas o que semeia para o Espírito do Espírito colherá vida eterna.” Gl 6:8

Eu amo esses versículos, como são poderosos e ricos. É muita graça de Deus que podemos encontrar aqui: Eu decido o quanto quero colher, eu proponho o valor no meu coração para que seja feito com alegria, Ele me faz abundar na graça, Ele me dá ampla suficiência, Ele me dá a semente para plantar, Ele me dá o pão para que eu possa comer e não ter que comer a semente, Ele aumenta a minha sementeira para que eu possa enriquecer e, no fim, Ele recebe graças por meu intermédio por algo que eu mesmo nada fiz, é muita graça.

Quero concluir com apenas três princípios mais para uma semeadura e colheita de sucesso.

2 comentários:

  1. Pr. Edenir Araújo

    Que palavra maravilhosa glória a Deus, creio que Deus está preparando o melhor para você e sua familia isso é só o começo da provisão completa. Deus abençoe, Paz .

    ResponderExcluir
  2. Tremendo essa palavra...foi muito edificante...creio que assim como em negueba essas aguas tambem chegarao nas nossas celulas e igrejas e experimentaremos um grande manancial....ALELUIAAAA

    ResponderExcluir