20170822

Fale positivamente ou cale-se!. Pv 6:2. Pr. Edenir Araújo - Culto de Celebração - 20/08/17

“enredaste-te com as palavras da tua boca, prendeste-te com as palavras da tua boca.” Pv 6:2 (RC)

A importância das palavras

No inicio, Deus criou todas as coisas pelo poder de sua palavra. Tudo passou a existir depois que Deus dizia algo. Jesus é a palavra. Quando oramos ou fazemos algo em nome de Jesus, estamos agindo pelo poder da Palavra.

Palavras podem construir ou destruir. Palavras tem o poder da criação. Não se esqueça, palavras são sementes.

Quando falamos algo, damos vida para o que estamos falando. Por isso precisamos evitar falar o que é negativo. Seja positivo ou fique quieto. Provérbios 6 diz que estamos presos pelas palavras que saem da nossa boca.

Palavras são sementes

“Não se deixem enganar: de Deus não se zomba. Pois o que o homem semear, isso também colherá. Quem semeia para a sua carne, da carne colherá destruição; mas quem semeia para o Espírito, do Espírito colherá a vida eterna. E não nos cansemos de fazer o bem, porque no tempo próprio colheremos, se não desanimarmos”. Gl 6:7-9 NVI

Como a lei natural, a espiritual está destinada por Deus a cumprir aquilo para a qual foi criada.
A ignorância de leis espirituais não impede sua operação. Se alguém desconhece a lei da gravidade e salta de uma janela, mesmo assim cairá e se espatifará no chão.

Este seria um caso de destruição por falta de conhecimento. Os 4:6
Gálatas nos fala que quando laçamos uma semente a colheita é garantida. Gl 6:7-9
Colheremos exatamente o que semeamos.
Palavras são sementes que todos os dias estamos lançando. Sementes nuca são neutras e sempre vão produzir uma colheita.

Palavras erradas podem te afastar de seu destino. Isso quase aconteceu com Jeremias.

“4 A mim me veio, pois, a palavra do SENHOR, dizendo: 5 Antes que eu te formasse no ventre materno, eu te conheci, e, antes que saísses da madre, te consagrei, e te constituí profeta às nações. 6 Então, lhe disse eu: ah! SENHOR Deus! Eis que não sei falar, porque não passo de uma criança. 7 Mas o SENHOR me disse: Não digas: Não passo de uma criança; porque a todos a quem eu te enviar irás; e tudo quanto eu te mandar falarás. 8 Não temas diante deles, porque eu sou contigo para te livrar, diz o SENHOR. 9 Depois, estendeu o SENHOR a mão, tocou-me na boca e o SENHOR me disse: Eis que ponho na tua boca as minhas palavras. 10 Olha que hoje te constituo sobre as nações e sobre os reinos, para arrancares e derribares, para destruíres e arruinares e também para edificares e para plantares.” Jr 1:4-10

Veja que Deus tocou nos lábios de Jeremias pois o pecado estava na boca. Você pode pensar coisas negativas, mas não verbalize isso.

Nós temos uma tendência para falar coisas negativas.

 Outro caso foi o de Isaias. Depois de vacilar muitas vezes através de palavras malditas, este profeta tem m encontro com Deus e é transformado.

“1 No ano da morte do rei Uzias, eu vi o Senhor assentado sobre um alto e sublime trono, e as abas de suas vestes enchiam o templo. 2 Serafins estavam por cima dele; cada um tinha seis asas: com duas cobria o rosto, com duas cobria os seus pés e com duas voava. 3 E clamavam uns para os outros, dizendo: Santo, santo, santo é o SENHOR dos Exércitos; toda a terra está cheia da sua glória. 4 As bases do limiar se moveram à voz do que clamava, e a casa se encheu de fumaça. 5 Então, disse eu:

ai de mim! Estou perdido! Porque sou homem de lábios impuros, habito no meio de um povo de impuros lábios, e os meus olhos viram o Rei, o SENHOR dos Exércitos! 6 Então, um dos serafins voou para mim, trazendo na mão uma brasa viva, que tirara do altar com uma tenaz; 7 com a brasa tocou a minha boca e disse: Eis que ela tocou os teus lábios; a tua iniqüidade foi tirada, e perdoado, o teu pecado. 8 Depois disto, ouvi a voz do Senhor, que dizia: A quem enviarei, e quem há de ir por nós? Disse eu: eis-me aqui, envia-me a mim. 9 Então, disse ele: Vai e dize a este povo: Ouvi, ouvi e não entendais; vede, vede, mas não percebais.” Is 6:1-9

Isaias foi tocado nos seus lábios porque todo mover começa nas palavras. “Vai e dize...”.

Não podemos antecipar o mover de Deus, o cumprimento de suas promessas, mas certamente podemos atrasa-lo.

Nós temos uma tendência para o negativo. Uma criança ouve 100000 nãos até os 7 ou 8 anos. Para cada elogio a criança ouve 9 repreensões. Isso interfere na nossa conduta e palavras que saem da nossa boca.

Lucas capítulo 1 nos conta a história de Zacarias

5 Existiu, no tempo de Herodes, rei da Judeia, um sacerdote, chamado Zacarias, da ordem de Abias, e cuja mulher era das filhas de Arão; o nome dela era Isabel. 6 E eram ambos justos perante Deus, vivendo irrepreensivelmente em todos os mandamentos e preceitos do Senhor.
7 E não tinham filhos, porque Isabel era estéril, e ambos eram avançados em idade. 8 E aconteceu que, exercendo ele o sacerdócio diante de Deus, na ordem da sua turma, 9 segundo o costume sacerdotal, coube-lhe em sorte entrar no templo do Senhor para oferecer o incenso. 10 E toda a multidão do povo estava fora, orando, à hora do incenso. 11 Então, um anjo do Senhor lhe apareceu, posto em pé, à direita do altar do incenso. 12 E Zacarias, vendo-o, turbou-se, e caiu temor sobre ele. 13 Mas o anjo lhe disse: Zacarias, não temas, porque a tua oração foi ouvida, e Isabel, tua mulher, dará à luz um filho, e lhe porás o nome de João. 14 E terás prazer e alegria, e muitos se alegrarão no seu nascimento, 15 porque será grande diante do Senhor, e não beberá vinho, nem bebida forte, e será cheio do Espírito Santo, já desde o ventre de sua mãe. 16 E converterá muitos dos filhos de Israel ao Senhor, seu Deus, 17 e irá adiante dele no espírito e virtude de Elias, para converter o coração dos pais aos filhos e os rebeldes, à prudência dos justos, com o fim de preparar ao Senhor um povo bem disposto.

18 Disse, então, Zacarias ao anjo: Como saberei isso? Pois eu já sou velho, e minha mulher, avançada em idade. 19 E, respondendo o anjo, disse-lhe: Eu sou Gabriel, que assisto diante de Deus, e fui enviado a falar-te e dar-te estas alegres novas. 20 Todavia ficarás mudo e não poderás falar até ao dia em que estas coisas aconteçam, porquanto não creste nas minhas palavras, que a seu tempo se hão de cumprir. 21 E o povo estava esperando a Zacarias e maravilhava-se de que tanto se demorasse no templo. 22 E, saindo ele, não lhes podia falar; e entenderam que tivera alguma visão no templo. E falava por acenos e ficou mudo. 23 E sucedeu que, terminados os dias de seu ministério, voltou para sua casa. 24 E, depois daqueles dias, Isabel, sua mulher, concebeu e, por cinco meses, se ocultou, dizendo: 25 Assim me fez o Senhor, nos dias em que atentou em mim, para destruir o meu opróbrio entre os homens.” Lc 1:5-25

Será necessário um anjo do Senhor calar a nossa boca? Acredito que não, pois já temos o Espírito Santo em nós para nos dirigir nas palavra que falamos.

Josué foi chamado para junto de seu povo, conquistar Jericó, e Deus estranhamente disse para que eles desses 7 voltas em redor da cidade, mas em silêncio. Vamos ler o texto:

“1 Ora, Jericó estava rigorosamente fechada por causa dos filhos de Israel; ninguém saía, nem entrava. 2 Então, disse o SENHOR a Josué: Olha, entreguei na tua mão Jericó, o seu rei e os seus valentes. 3 Vós, pois, todos os homens de guerra, rodeareis a cidade, cercando-a uma vez; assim fareis por seis dias. 4 Sete sacerdotes levarão sete trombetas de chifre de carneiro adiante da arca; no sétimo dia, rodeareis a cidade sete vezes, e os sacerdotes tocarão as trombetas. 5 E será que, tocando-se longamente a trombeta de chifre de carneiro, ouvindo vós o sonido dela, todo o povo gritará com grande grita; o muro da cidade cairá abaixo, e o povo subirá nele, cada qual em frente de si.” Js 6:1-5 

Certamente, ao chegarem nos portões de Jerico, a imagem não seria muito otimista, pois a cidade era cercada por altos e imponentes muros. Muitos daqueles homens, diante de tão grande desafio certamente tropeçaria nas palavras como fizeram seus pais quando vieram antes espiar a terra prometida (Nm 12).

Então a ordem foi, Vós, pois, todos os homens de guerra, rodeareis a cidade” por sete vezes, só isso!

Apelo

“Porque todos tropeçamos em muitas coisas. Se alguém não tropeça no falar, é perfeito varão, capaz de refrear também todo o corpo.” Tg 3:2

pedis e não recebeis, porque pedis mal, para esbanjardes em vossos prazeres.” Tg 4:3

Quantos de nós reconhecemos que temos tropeçado em muitas palavras?

Vamos orar e pedir ao Senhor que nos ajude a melhorar com as nossas palavras.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sabedoria para prosperar em tempos de abundantes chuvas. Pv 1:1-7; 20-33. Pr. Edenir Araújo - Culto de Celebração - 19/01/20

De 3 meses para cá, eu tenho descoberto uma fonte de vida inesgotável através da leitura do livro de provérbios. Eu penso que propositadam...