20181226

Veja coisas maiores. Pv 4:20-23. Parte 1. Pr. Edenir Araújo. Culto de Celebração - 23/12/18


“Filho meu, atenta para as minhas palavras; aos meus ensinamentos inclina os ouvidos. Não os deixes apartar-se dos teus olhos; guarda-os no mais íntimo do teu coração. Porque são vida para quem os acha e saúde, para o seu corpo. Sobre tudo o que se deve guardar, guarda o coração, porque dele procedem as fontes da vida.” Pv 4:20-23

O Senhor declara que a sua palavra é vida e saúde para o corpo, por isso ele manda que atentemos para as suas palavras e não deixemos que elas se apartem de nossos olhos. Atentar para as palavras parece simples, mas o que significa não deixar que elas se apartem de nossos olhos?

Há um costume em Israel onde os judeus religiosos oram com uma pequena caixa na testa. Elas são chamadas de tefilin e dentro delas está escrito um texto de Deuteronômio 6:8 onde o Senhor manda que a sua palavra seja por frontal entre os olhos. Os religiosos tomam isso de forma literal, mas nós cremos que há algo mais profundo sobre isso.

Ter a palavra diante dos olhos significa “ver a palavra de Deus!” Ver a palavra significa criar uma imagem em nosso coração do que ela declara. E logo em seguida o texto diz que devemos guardar essa imagem no íntimo do nosso coração. O resultado é que será vida e saúde para o corpo.

O nosso coração precisa ser guardado porque dele procedem as fontes da vida, dele procede saúde e vida. Mas do coração também pode proceder doença e enfermidade. Muito antes de uma doença se manifestar em seu corpo ela existe no seu coração.

“O homem bom do bom tesouro do coração tira o bem, e o mau do mau tesouro tira o mal; porque a boca fala do que está cheio o coração.” Lc 6:45

Tudo aquilo que você fala mostra do que está cheio o seu coração. Mas eu preciso dizer algo ainda mais poderoso, tudo o que você vê acontecendo ao seu derredor procede do seu coração. Se há coisas acontecendo em sua vida hoje com as quais você não está contente, como falta de provisão, crise conjugal, família disfuncional, e você não vê aquele tipo de vida que um homem abençoado deveria ter, saiba que muito antes de tudo isso acontecer uma imagem surgiu no seu coração. As coisas que vemos se originam no coração, pois ele é a fonte. Se você não gosta do que você vê em sua vida, então mude o seu coração.

Como funciona o coração

Para compreendermos como funciona o coração vamos recorrer ao princípio da primeira menção. Esse é um princípio de interpretação bíblica que diz que a primeira menção de qualquer assunto na Bíblia determina o seu sentido em linhas gerais no resto da escritura.

A primeira menção de coração no Velho Testamemento está em Gênesis 6:5.

“E viu o SENHOR que a maldade do homem se multiplicara sobre a terra e que toda imaginação dos pensamentos de seu coração era só má continuamente.” Gn 6:5

Veja que Deus liga o coração com a imaginação do homem. Nós pensamos que a imaginação vem da mente, mas Deus diz que procede do coração.

Em nossos dias a forma de educação é baseada na lógica e no raciocínio, mas nos tempos bíblicos eles aprendiam por meio de imagens. Deus deu a eles imagens na Bíblia. O Senhor sempre nos dá imagens de fé sobre a nossa vida. A maneira como ele libera fé é nos dando imagens. Não é por acaso que dizem que uma imagem vale mais que mil palavras.

Muitos pensam que a imaginação é inofensiva, mas Deus diz que aquilo que imaginamos já está feito diante dele. Muito antes do homem se tornar perverso Deus já tinha visto a perversidade na imaginação do seu coração. Esta é a razão porque o diabo procura encher o coração dos homens com pornografia. As imagens pornográficas tornam-se parte do coração.

“Eu, porém, vos digo: qualquer que olhar para uma mulher com intenção impura, no coração, já adulterou com ela.” Mt. 5:28

Quando as pessoas fantasiam, elas não usam a parte racional da mente, mas usam imagens. O inimigo sabe que tudo aquilo que for colocado em sua imaginação será reproduzido em sua vida. Por isso Deus quer purificar a nossa imaginação.

A primeira menção de coração no Novo Testamento está em Mateus 5:8 que diz:

“Bem-aventurados os limpos de coração, porque verão a Deus.” Mt 5:8

O coração está associado com o ver. O que você está vendo no seu coração? Se você não gosta do que tem visto em sua vida, mude o seu coração. Mude a sua imaginação. Coloque as imagens corretas no coração.

A Bíblia é um livro de imagens dadas por Deus para transformar o seu coração. Nossa tendência quando meditamos na palavra é tentar entender, analisar e tirar um ensino do texto. Mas a maneira de Deus é criar uma imagem no coração.

No Salmo primeiro o Senhor diz que o homem que tem prazer na lei do Senhor e nela medita é como árvore plantada junto a corrente de águas, que, no devido tempo, dá o seu fruto, e cuja folhagem não murcha; e tudo quanto ele faz será bem sucedido. O Senhor quer que você se veja como essa árvore. Crie a imagem de si mesmo como essa árvore, verde, cheia de frutos e junto a correntes de água.

No Salmo 128 temos uma outra imagem de fé. O homem que teme ao Senhor come do trabalho de sua mãos e é feliz. Coloque essa imagem no seu coração e desfrute dela. Depois o salmo diz que a esposa é como videira cheia de frutos e os filhos são rebentos da oliveira. Em outras palavras sua esposa é atrante como uvas maduras e seus filhos são ungidos. O que você imagina em seu coração se manifesta na sua vida.

Abraão é o exemplo mais impressionante do poder da imagem no coração. Abraão era um homem abençoado, mas ele tinha um problema, não tinha filhos. O Senhor veio ter com ele e lhe disse:

Ergue os olhos e olha desde onde estás para o norte, para o sul, para o oriente e para o ocidente; porque toda essa terra que vês, eu ta darei, a ti e à tua descendência, para sempre. Farei a tua descendência como o pó da terra; de maneira que, se alguém puder contar o pó da terra, então se contará também a tua descendência.” Gn 13:14-16

Deus sabia como Abraão se sentia abatido por isso lhe deu uma imagem. Ele disse que sua descendência seria como o pó. Enquanto ele andava de cabeça baixa ele via o pó que agora tinha se tornado numa imagem de fé.

Quem já foi a Israel sabe que aquela é uma terra desértica cheia de pó. Abraão agora podia olhar para o pó e ver a face de incontáveis filhos e descendentes. Mas ele não tinha ainda nenhum. O que Deus estava fazendo com ele? Mudando a sua imaginação no coração.

Antes de confessar crie uma imagem

Temos ensinado bastante a respeito da confissão da palavra de Deus. Isso é bom, mas temos ignorado a importância de mudar as imagens no coração. Em Marcos 11 o Senhor disse que precisamos falar para a montanha, mas depois precisamos ter uma imagem de fé no coração.

“Porque em verdade vos afirmo que, se alguém disser a este monte: Ergue-te e lança-te no mar, e não duvidar no seu coração, mas crer que se fará o que diz, assim será com ele.” Mc 11:23

Em Gênesis 15 vemos que Abraão tinha se esquecido da imagem do pó, então o Senhor vem ter novamente com ele. O Senhor lhe diz: “eu sou o seu escudo!” Veja o poder dessa imagem. Deus queria que Abraão o visse como um escudo o protegendo continuamente.

“Respondeu Abrão: SENHOR Deus, que me haverás de dar, se continuo sem filhos e o herdeiro da minha casa é o damasceno Eliézer? Disse mais Abrão: A mim não me concedeste descendência, e um servo nascido na minha casa será o meu herdeiro. A isto respondeu logo o SENHOR, dizendo: Não será esse o teu herdeiro; mas aquele que será gerado de ti será o teu herdeiro. Então, conduziu-o até fora e disse: Olha para os céus e conta as estrelas, se é que o podes. E lhe disse: Será assim a tua posteridade.” Gn 15:5

Abraão tinha voltado a se ver sem filhos. Como eu e você ele ainda lutava com as imagens no coração. Precisamos hoje encher o nosso coração do futuro que esperamos ter. Precisamos ver grandes igrejas, pastores cheios do Espírito, suprimento financeiro, glória de Deus.

Antes que o milagre pudesse acontecer Deus tinha de mudar as imagens no coração de Abraão. O Senhor então lhe diz: “conta as estrelas do céu! Assim será a sua posteridade.” Você precisa mudar a imagem no seu coração antes que o milagre aconteça.

Quando Abraão completou 99 anos de idade Deus lhe apareceu e lhe disse que o nome dele já não seria Abrão, mas Abraão que significa “pai de multidões”. Ao mudar o nome de Abraão Deus estava também mudando a sua confissão. A confissão é importante, mas você consegue perceber que antes da confissão Deus teve de colocar uma imagem no coração de Abraão para que ele tivesse fé?

Nós tentamos fazer confissões sem antes mudar no coração aquilo que vemos por dentro. Mas não é assim na palavra de Deus. Primeiro mudamos a imagem no coração, depois fazemos a confissão. Isso algumas vezes pode demandar tempo. No caso de Abraão foram 15 anos para que pudesse mudar o coração. Mas uma vez que ele mudou o coração e começou a confessar, três meses depois Sara ficou grávida. Qual a base para dizer que foram três meses depois? Porque Deus apareceu para Abraão quando ele tinha 99 anos e disse que a criança nasceria em um ano (Gn. 18:10). E Isaque nasceu quando Abraão tinha 100 anos (Gn. 21:5).

E o que aconteceu naqueles três meses? Deus mudou o nome de Abraão e de Sara. Abraão tinha cumprido a primeira parte da equação: crer em Deus, mas agora ele precisa também confessar. Deus então muda o seu nome. Abrão significa “um pai grande” ou “um pai exaltado”, mas agora o Senhor diz que o seu nome será Abraão que significa “pai nações” ou “pai de multidões”.

Quando Abraão se apresentava ele agora dizia: “meu nome é pai de nações”. É mesmo? Muito bonito? E quanto filhos o senhor tem? Ele tinha de dizer: “ainda não tenho nenhum, mas serei pai de multidões”. Dá para imaginar Sara chamando-o na hora da refeição: “pai de nações, a comida está na mesa!” Essa foi a segunda parte da equação, agora Abraão cria e também confessava.

O mesmo aconteceu com Sara. Seu nome antes era Sarai, mas agora seria Sara, que significa princesa. Ela tinha 90 anos, mas mesmo assim Abraão a chamava de princesa. E Deus colocou a juventude dentro dela novamente.

O que você vê a partir do seu coração? Veja sua família abençoada. Veja-se cheio de vigor, saúde e unção. Veja a sua igreja cheia de discípulos e do poder do Espírito. Veja-se dentro do mover de Deus em nossa geração. Veja sua vida cheia de prosperidade e suprimento.

Imagens produzem a nossa realidade

Existe uma sequência simples na nossa mente: imagens produzem pensamentos, pensamentos produzem palavras e palavras criam as circunstâncias. Se queremos mudar as coisas em nosso derredor, temos de ir à origem e mudar as imagens.

Tudo o que Deus faz ele o faz a partir de imagens. Antes de Deus nos levar a fazer alguma coisa ele sempre nos levará a imaginar a obra e sonhar com ela.

Foi assim que Deus fez com Abraão. Deus lhe fez a promessa que a sua descendência seria muito numerosa e então lhe disse: olha para as estrelas Abraão, olha para a areia do mar. Encha a sua mente com essas imagens. Não olhe para a sua idade, olhe para as estrelas, não olhe para a idade avançada de Sara, olhe para a areia do mar.

Nós devemos controlar as imagens que vêm ao nosso coração. É verdade que não podemos impedir que venham imagens erradas a nossa mente, mas podemos impedir que elas continuem ali. Não podemos impedir que um passarinho pouse em nossa cabeça, mas podemos impedir que ele faça um ninho.

Todos nós formamos dentro de nós imagens com relação a Deus, a nós próprios e aos outros. E uma vez que isso acontece nós nos relacionarmos com essas imagens.

Qual a sua imagem  de Deus? Há muitas imagens do Senhor nas escrituras, mas a principal é a imagem de pai. Mas a imagem que o diabo insinua é que Deus é mau e está nos esperando para nos condenar e punir.

Sempre gosto de me lembrar da imagem que o servo infiel tinha de Deus na parábola dos talentos em Mateus 25:24. No seu conceito o servo infiel pensava que Deus era alguém tão severo que queria colher o que não havia semeado e queria ajuntar o que não havia espalhado. Foi essa imagem distorcida de Deus que o levou a agir errado guardando o seu talento com medo de Deus, pois o diabo conseguiu torcer a imagem de Deus neles. Não podemos servir a Deus com base no medo, na angústia e na cobrança. Deus é o que ele diz que é, não o que você pensa ou o que os outros dizem. E onde podemos saber o que Deus diz? Evidentemente na sua Palavra. A Palavra de Deus nos diz quem Deus é. Amado, Deus não está zangado com você. Ele o ama como você é e já pagou o preço por todas as suas injustiças. Lembre-se, Deus nunca desiste de você.

E qual a imagem que temos de nós mesmos? Em provérbios 23:7 a Bíblia diz: “Porque como imagina no seu coração assim ele é.” Veja, você é o que imagina ser. Precisamos encher a nossa mente com as imagens verdadeiras da Palavra de Deus. Você não é o que seus pais dizem, não é o que seus colegas dizem, você é o que Deus diz que você é.

Em Números 13:33 temos um exemplo interessante do poder de uma imagem errada. Os espias foram enviados por Moisés para verem a terra prometida, e no seu retorno fizeram o seguinte relatório: “vimos ali gigantes e éramos aos nossos próprios olhos como gafanhotos, e assim também o éramos aos seus olhos.”

Eles se viam como gafanhotos e viam o inimigo como gigantes. A imagem que ele tinham de si mesmos era a de gafanhotos. Isto explica porque não puderam alcançar muita coisa, afinal gafanhotos são insignificantes.

O grande problema é que muitos não sabem quem são em Cristo. Não se vêm como Deus os vê e por isso cedem às ameaças do inimigo. Você se torna naquilo que imagina sobre si mesmo. Se nos vemos como fracos assim o seremos, se nos vemos como gafanhotos, eis no que nos tornamos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

As três provisões da chuva abundante. Dt 11:14. Pr. Edenir Araújo - Culto de Celebração - 12/01/20

“ darei as chuvas da vossa terra a seu tempo, as primeiras e as últimas , para que recolhais o vosso cereal, e o vosso vinho, e o vosso ...