20120329

Entre a promessa e o milagre. Mc 16:17-18 - Pr. Edenir Araújo - Culto de Celebração - 25/03/12

Entre a promessa e o milagre

Temos avançado por esse tempo de jejum buscando o Senhor para recebermos um milagre. Estou feliz porque sei que chegamos no fim desses 21 dias mais convictos de que Deus está trabalhando em nosso favor. Se até aqui alguns de nós não experimentamos a concretização de algum milagre, podemos nos alegrar com os que se alegram, alegrar com o milagre alheio, pois muitas pessoas foram tremendamente abençoadas nesse últimos dias. Bom é saber que Deus continua operando, ele não desistiu de seus projetos e o principal ele já nos confiou, que é o seu poder.

Guarde essa verdade: O Senhor nos deu poder e autoridade para operarmos milagres.

Em Marcos 16 lemos que “estes sinais hão de acompanhar aqueles que crêem: em meu nome, expelirão demônios; falarão novas línguas; pegarão em serpentes; e, se alguma coisa mortífera beberem, não lhes fará mal; se impuserem as mãos sobre enfermos, eles ficarão curados” (Mc. 16:17-18).

Precisamos porém lembrar que esse poder não é um tipo de cheque em branco para usarmos de acordo com o nosso capricho e vontade. O Espírito nos dá poder e opera através de nós para demonstrar a verdade do evangelho de forma que as pessoas possam crer que Jesus é o Senhor e salvador.

Todavia, embora a Palavra de Deus esteja saturada de evidências de que a unção e o poder nos pertencem como cristãos, precisamos reconhecer que os milagres têm sido mais uma exceção do que a regra. E isto não é porque o poder de Deus tenha diminuído ou porque ele não mais queira curar ou operar milagres como fez no passado. Mas é pelo simples fato de que temos falhado em tomar a sua Palavra crendo e confiando completamente de que ele fará aquilo que prometeu fazer, mesmo que chegando ao fim da campanha aparentemente sem o seu milagre.

Precisamos pela fé descomplicar o processo por que o que torna as coisas realmente complicadas é que frequentemente nós somos impacientes. Nós queremos as coisas do nosso jeito e queremos que sejam feitas agora.

Através das escrituras nós encontramos muitas ilustrações de milagres e curas acontecendo instantaneamente, mais isso é excessão. Muitas vezes falhamos em atentar para aqueles milagres que aconteceram de forma gradual ou processual. O melhor exemplo de um milagre gradual é a cura do cego em Marcos 8:22.

"Então, chegaram a Betsaida; e lhe trouxeram um cego, rogando-lhe que o tocasse. Jesus, tomando o cego pela mão, levou-o para fora da aldeia e, aplicando-lhe saliva aos olhos e impondo-lhe as mãos, perguntou-lhe: Vês alguma coisa? Este, recobrando a vista, respondeu: Vejo os homens, porque como árvores os vejo, andando. Então, novamente lhe pôs as mãos nos olhos, e ele, passando a ver claramente, ficou restabelecido; e tudo distinguia de modo perfeito." Mc. 8:22-25

Eu poderia mencionar centenas de exemplos de pessoas que receberam o milagre e a cura. Mas os milagres nem sempre aconteceram instantaneamente. E também não aconteceram para entreter as pessoas. Existe um plano e um propósito por detrás de cada ato sobrenatural de Deus.

Em algum momento, ao longo do processo, sua fé redundará no cumprimento do milagre, mas nesse processo existe um período de tempo onde você deve confiar que Deus está operando mesmo sem ver coisa alguma. Abraão recebeu a promessa de ser pai de muitas nações com 75 anos e Isaque o filho da promessa nasceu quando ele tinha 100 anos. Ele tinha uma promessa de Deus de que seria pai de multidões, ele teve de esperar mais de 25 anos até ver o milagre do nascimento de seu filho, a realização de sua promessa. É preciso continuar crendo na promessa entendendo que o Senhor fará no seu tempo. Eu reconheço que isso nem sempre é fácil. Nós não gostamos de esperar!

1. Deus trata conosco através dos aparentes atrasos

Esperar é nessessário! Mesmo por que toda espera em Deus é lucro. Esse intervalo entre a promessa e o milagre, é o tempo da perseverança. Nós queremos o milagre instantâneo, mas nem sempre acontece tão rápido quanto gostaríamos. O tempo é o maior teste da fé. Esperar em oração pode ser um tempo duro, mas certamente é um tempo de tratamento.

"Sede pacientes" é a exortação da palavra de Deus para nós.

"regozijai- vos na esperança, sede pacientes na tribulação, na oração, perseverantes..." Rm 12:12

"Sede, pois, irmãos, pacientes, até à vinda do Senhor. Eis que o lavrador aguarda com paciência o precioso fruto da terra, até receber as primeiras e as últimas chuvas. Sede vós também pacientes e fortalecei o vosso coração , pois a vinda do Senhor está próxima." Tg 5:7-8

Lembro-me da história de um irmão de nossa igreja que ficou 10 dias internado e desejoso de ir embora, chamou a enfermeira e disse: "Eu quero ir para casa, não agüento mais ficar nesse hospital." A enfermeira respondeu: "Mas o seu tratamento não acabou, você deve permanecer aqui até o fim do tratamento." Ele respondeu: "Pra você é fácil dizer isso, pois daqui a pouco você vai para a sua casa, para junto de sua família." A enfermeira então respondeu: "Por essa razão você é chamado de paciente e não de enfermeiro ou médico, portanto sede paciente."

Nós somos os pacientes nesse processo, pois Deus está tratando conosco enquanto esperamos. O tempo de espera é um tempo de tratamento e de amadurecimento. Gl 4:1

Você pode dizer: "Mas esperar é muito desconfortável." Me permita voltar à história desse precioso irmão.

Ainda conversando com a enfermeira ele questionou: "Tudo bem, entendo que tenho de ficar até o fim do meu tratamento, mas vocês poderiam me acomodar melhor." A enfermeira respondeu: "Rapaz, você está internado e não hospedado, isso é um hospital e não um hotel! Nós queremos que você reaja e não se acomode. Se você tivesse uma cama confortável, comida de churrascaria e uma tela de 42 polegadas, a sua melhora estaria comprometida. Ao mesmo tem que você precisa ser paciente, você também precisa reajir e lutar para se recuperar ereceber alta."

Quando a prova é grande, a fé também é; porque não somos provados menos do que a fé suporta.

2. Deus testa a nossa fé através dos aparentes atrasos

Se todas as orações fossem respondidas imediatamente, se todas as suas necessidades fossem atendidas automaticamente, se todos os problemas fossem resolvidos de imediato, você não precisaria de fé e sua fé não precisaria ser aumentada. Mas não é assim. Temos de esperar as coisas.

Nós não gostamos de filas de espera. Nós não gostamos do tráfego. Não queremos esperar nos consultórios. No entanto, uma grande porcentagem de sua vida é gasto em espera. Se você não perceber que Deus quer aumentar a sua fé durante os tempos de espera; você perderá muitas das lições que Ele quer lhe ensinar.

Um bom exemplo desse princípio é o povo de Israel no Antigo Testamento. A jornada do Egito até a terra prometida poderia ser feita em duas ou três semanas. Mas acabou levando quarenta anos. Por que todo esse tempo perdido?

Deus esta mais interessado em desenvolver a sua fé do que levá-los do ponto A ao ponto B pelo caminho mais rápido.

A Bíblia diz em Deuteronômio 8:2:

Recordar-te-ás de todo o caminho pelo qual o SENHOR, teu Deus, te guiou no deserto estes quarenta anos, para te humilhar, para te provar, para saber o que estava no teu coração, se guardarias ou não os seus mandamentos.

Isso é o que acontece em tempos de espera. Deus quer ver o que está em nosso coração. Você já se encontrou em situações onde você sente pressa, mas definitivamente parece que Deus não está com pressa? Por que isso acontece? Porque Deus está mais interessado no crescimento da nossa fé do que em qualquer outra coisa.

Então nós começamos a perguntar “quando?” Ficamos cheios de perguntas e questionamentos enquanto estamos esperando.

· Quando é que o meu casamento vai ficar melhor?

· Quando é que eu vou encontrar a pessoa certa e me casar?

· Quanto tempo vai demorar até eu ficar saudável?

· Quando vamos ter um bebê?

· Quando é que eu vou encontrar o trabalho certo?

Eu diria que é nessa área de espera que Deus tem trabalhado para desenvolver a nossa fé mais do que em qualquer outra área.

Alguns estão esperando por muito tempo. Enquanto você está esperando Deus está lá. Ele não o abandonou. Ele está te testando. Deus usa os aparentes atrasos para edificar a sua fé.

Isaías 64:4 diz:

“Porque desde a antiguidade não se ouviu, nem com ouvidos se percebeu, nem com os olhos se viu Deus além de ti, que trabalha para aquele que nele espera.”.

"Esperei confiantemente pelo SENHOR; ele se inclinou para mim e me ouviu quando clamei por socorro." Sl 40:1

A palavra confiantemente é esperar ou aguardar ansiosamente, esperar de espreita. Esperar com vigilância.

Vale a pena ser paciente. Apenas lembre-se:

Enquanto você está esperando Deus está trabalhando.

Você não está esperando sozinho. Espere crendo que Deus está trabalhando. Deus está fazendo as coisas nos bastidores, de uma forma que você não pode ver agora. Se eu realmente quero aprender a viver pela fé, eu tenho que aprender a esperar pacientemente.

3. Deus nos ensina o valor da perseverança através dos aparentes atrasos

Lembre-se: O tempo de espera é o tempo de perseverar

A chave para o sucesso é se levantar e correr contra todos os obstáculos sempre mantendo os olhos no alvo. Precisamos nos lembrar disso enquanto esperamos pelo milagre que o Senhor nos prometeu.

Mas por que Deus faz com que seja tão difícil para nós? Por que ele não faz as coisas acontecerem mais rápido? Por que precisamos lutar até receber a resposta para a nossa necessidade? Na verdade existe uma boa resposta para essa pergunta, mas você certamente não vai gostar dela. Isso acontece para aperfeiçoar a nossa fé e nos ensinar a perseverança.

"Meus irmãos, tende por motivo de toda alegria o passardes por várias provações, sabendo que a provação da vossa fé, uma vez confirmada, produz perseverança. Ora, a perseverança deve ter ação completa, para que sejais perfeitos e íntegros, em nada deficientes." Tg. 1:2-4

Nisso exultais, embora, no presente, por breve tempo, se necessário, sejais contristados por várias provações, para que, uma vez confirmado o valor da vossa fé, muito mais preciosa do que o ouro perecível, mesmo apurado por fogo, redunde em louvor, glória e honra na revelação de Jesus Cristo. I Pe. 1:6-7

"Com efeito, tendes necessidade de perseverança, para que, havendo feito a vontade de Deus, alcanceis a promessa." Hb 10:36

Na maior parte do tempo nós lutamos com Deus e isso acontece porque não vemos as coisas da perspectiva divina. O que você precisa entender é que nesse intervalo Deus está preparando você para o milagre. Abraão teve de esperar vinte anos para ver o milagre acontecer. Aquele tempo de espera, porém, não foi um tempo perdido, o Senhor o estava treinando. Foi nesse tempo de espera que ele entendeu como andar por fé. Na medida em que o tempo passava, Abraão e Sara resolveram fazer algo por iniciativa própria para cumprir o plano de Deus. Abraão creu que Deus lhe daria um filho, mas não percebeu que precisava também abandonar toda a sua capacidade humana. A questão já não era se Abraão teria um filho mas, sim, por meio de quem o filho seria gerado. É certo gerar filhos, mas a questão de Deus é quem os está gerando e com qual força, pois, para Deus, a origem do que fazemos é tão importante quanto o que estamos fazendo. Se fazemos algo por intermédio de nós mesmos, isso é Ismael, é obra da carne. Mas, se fazemos algo por meio de Deus, é Isaque, é obra do espírito. Sabemos que Deus sempre rejeita Ismael. O milagre não virá na nossa força natural, pois assim nem seria mesmo um milagre. O que vem de Deus, flui da dependência e da fé d'Ele. Antes do milagre vir Abraão teve de aprender que Deus não queria dar-lhe apenas um filho, mas uma descendência inumerável.

Abraão teve de esperar 25 anos para receber seu Isaque, José teve de esperar e suportar muitas dificuldades como um escravo egípcio e depois como prisioneiro antes de ver seu sonho se tornando realidade. Davi também passou pelo mesmo processo. Demorou pelo menos treze anos desde o dia em que ele foi ungido por Samuel até o dia em que se sentou no trono.

Todos esses homens receberam a promessa, mas cada um teve de passar por um intervalo entre a promessa e o cumprimento. Mas essa é a parte boa da história, todos eles foram transformados nesse processo e foram preparados para receberem a promessa. Reconheça que Deus está preparando você também para o millagre!

Deus nos ensina a obediência através dos aparentes atrazos

Obediência à Palavra de Deus é um ingrediente essencial para que um milagre aconteça. O anjo Gabriel, depois de dizer para Maria que ela iria conceber pelo poder do Espírito Santo, disse a ela: “Porque para Deus não haverá impossíveis em todas as suas promessas” (Lc. 1:37).

Tudo o que o Senhor nos promete é possível. Tudo o que Deus fala com você é possível. Eu acredito que há sempre um milagre ao nosso alcance. Todavia ele nem sempre acontece da mesma forma e nem sempre acontece no momento que imaginamos.

Certa vez depois de voltar de uma pescaria onde não havia pescado nada, Pedro foi surpreendido por Jesus.

“Quando acabou de falar, disse a Simão: Faze-te ao largo, e lançai as vossas redes para pescar. Respondeu-lhe Simão: Mestre, havendo trabalhado toda a noite, nada apanhamos, mas sob a tua palavra lançarei as redes.” Lucas 5:4-6

É sobre a palavra do Senhor que apoiamos a nossa fé, mas a nossa fé precisa ser acompanhada de obediência. De nada adianta dizer que crê e não lançar as redes na água. Não há milagres sem fé e a fé sempre nos motiva fazer aquilo que o Senhor manda.

Em todo milagre você encontrará fé, obediência e disposição a correr o risco. E isso representa as três coisas que você precisa vencer para receber o milagre: dúvida, medo e pensar que já sabe tudo. A fé vence a dúvida. Mesmo a pessoa mais cheia de fé precisa vencer a dúvida. Não pense que está tudo acabado se apareceu em sua mente alguma dúvida, apenas persevere em crer. A obediência, por sua vez, vence o medo. Ter medo é algo natural, mas quando obedecemos ele se vai. E por fim precisamos correr riscos com Deus para vencer nossos conceitos naturais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário