20120306

Vencendo a síndrome de Laís. Jz 18:1-2; v7-8; v27-29 - Pr. Edenir Araújo - Culto de Celebração - 26/02/12

1 Naqueles dias , não havia rei em Israel , e a tribo dos danitas buscava para si herança em que habitar; porquanto, até àquele dia, entre as tribos de Israel, não lhe havia caído por sorte a herança. 2 Enviaram os filhos de Dã cinco homens dentre todos os da sua tribo, homens valentes, de Zorá e de Estaol, a espiar e explorar a terra; e lhes disseram: Ide, explorai a terra. Chegaram à região montanhosa de Efraim, até à casa de Mica, e ali pernoitaram.
7 Partiram os cinco homens, e chegaram a Laís, e viram que o povo que havia nela estava seguro, segundo o costume dos sidônios, em paz e confiado. Nenhuma autoridade havia que, por qualquer coisa, o oprimisse; também estava longe dos sidônios e não tinha trato com nenhuma outra gente. 8 Então, voltaram a seus irmãos, a Zorá e a Estaol; e estes lhes perguntaram: Que nos dizeis? 9 Eles disseram: Disponde-vos e subamos contra eles; porque examinamos a terra, e eis que é muito boa. Estais aí parados? Não vos demoreis em sair para ocupardes a terra. 10 Quando lá chegardes, achareis um povo confiado, e a terra é ampla; porque Deus vo-la entregou nas mãos; é um lugar em que não há falta de coisa alguma que há na terra. 11 Então, partiram dali, da tribo dos danitas, de Zorá e de Estaol, seiscentos homens armados de suas armas de guerra.
26 Assim, prosseguiram o seu caminho os filhos de Dã; e Mica, vendo que eram mais fortes do que ele, voltou- se e tornou para sua casa. 27 Levaram eles o que Mica havia feito e o sacerdote que tivera, e chegaram a Laís, a um povo em paz e confiado, e os feriram a fio de espada, e queimaram a cidade. 28 Ninguém houve que os livrasse, porquanto estavam longe de Sidom e não tinham trato com ninguém; a cidade estava no vale junto a Bete-Reobe. Reedificaram a cidade, habitaram nela 29 e lhe chamaram Dã, segundo o nome de Dã, seu pai, que nascera a Israel; porém, outrora, o nome desta cidade era Laís.

Introdução

A tribo de Dã, uma das doze tribos de Israel, ainda não havia conquistado para si território mesmo estando a cerca de 300 anos na terra. Conforme o verso 2, os líderes da tribo enviaram cinco homens de valor para procurar uma terra que eles pudessem tomar por herança. Os espias foram e viram uma cidade chamada Laís. Então, eles apresentaram um relatório aos líderes, sobre o povo da terra, a disposição da terra, e a energia necessária para tomá-la.
E o relatório foi que a cidade de Laís seria facilmente conquistável. Aquela cidade era tão mal governada, tão mal guardada, que seria uma presa fácil para o invasor.
Para se ter um idéia da fragilidade daquela cidade, foram necessários somente 600 homens para conquistá-la. Ao entrar em Canaã a tribo de Dã continha em seu exército cerca de 64.000 homens. Mas apenas 600 foram necessários para conquistar Laís (Jz 18:21).
Ao comparar o versículo 7, com os versículos 27 e 28, encontramos quatro razões porque aquela cidade pôde ser tão facilmente conquistada. E essas mesmas razões que fizeram a cidade de Laís, um lugar vulnerável, facilmente conquistável, são as mesmas razões que podem nos tornar vulneráveis, facilmente conquistáveis, nos levar à queda.
Nesta história podemos observar que o estilo de vida dos habitantes da cidade de Laís nos trazem algumas lições importantes sobre como não devemos viver. Queremos olhar para essa cidade, os habitantes que habitavam em Laís, o estilo de vida deste povo e aprender com eles algumas lições sobre como não devemos viver.

Vejamos então algumas lições sobre as características dos habitantes desta cidade:

1) Eles eram acomodados! Vida boa e tranqüila! v. 7
"e viram que o povo que havia nela estava seguro..."

Havia uma prosperidade econômica, muita circulação de dinheiro, e essa prosperidade, comodidade financeira deixou os habitantes de Laís totalmente tranqüilos, sem preocupação. Para que se preocupar se tudo está bem?
Devemos lembrar que Laodicéia também era uma cidade próspera. Na última carta que o Senhor escreveu às Igrejas, no sentido profético ela é especialmente dirigida à Igreja dos tempos finais e assim aos crentes de hoje. Laodicéia representa aquela Igreja que se afastou do Senhor, que deixou Jesus do lado de fora. Os crentes de Laodicéia diziam: "Estou rico e abastado e não preciso de coisa alguma...". Ap foras
Consideravam como mérito exclusivamente seu, o fato de terem sucesso. Toda esta preocupação com as coisas materiais causou naquela igreja mornidão espiritual devido à acomodação. Em resposta a essa postura arrogante e de soberba da igreja de Laodicéia Jesus disse: "e nem sabes que tu és infeliz, sim, miserável, pobre, cego e nu. Ap 3:17b
"Dinheiro na mão é vendaval...", diz um velho sucesso da música popular brasileira. Vendaval que pode tirar o sono, destruir a saúde, demolir a paz, sepultar a confiança, detonar relacionamentos. dividir famílias e indispor nações umas contra as outras.
Fiquei chocado com a morte da Rede de Lojas DASLU, toda a riqueza que conquistou, não foi suficiente para livrá-lá da morte.
Conheço muitas pessoas que por terem prosperado e alcansado cega estabilidade financeira, esqueceram-se de Deus.
Não os como Laís!!! Não sejamos acomodados e tranqüilos, descansados em nós mesmos.
Eu quero continuar servindo a Deus em gratidão e nunca deixar meu compromisso com esse Deus maravilhoso!!!

2) Eles viviam isolados! v. 7
"...também estava longe dos sidônios e não tinha trato com nenhuma outra gente." v. 7b

Eles não tinham relacionamento com outras pessoas. Eles eram tão cheios de si, que achavam que não precisavam de ninguém. Não precisavam da consideração de ninguém. Não precisavam da atenção de ninguém. Eles viviam como uma ilha. Eles vivam longe dos Sidônios e de todos os povos. Eles não se preocupavam e não precisavam de ninguém, eram auto suficientes.
A maneira que eles mediam, assim eles eram medidos. Não se importavam com ninguém e da mesma forma ninguém se importou com eles quando foram surpreendidos. Por causa desta postura, ninguém também se interessava por eles. Eles criaram essa barreira. Essa postura causava uma rejeição nos outros, nos vizinhos. Eles viviam separados.
Muitos acham que também podem viver sozinhos! Prestar conta da minha vida para quem? E para que? Na minha casa, vida, ninguém se mete! Eram pessoas orgulhosas, não se misturavam com ninguém!
Para que estar envolvido com essas reuniões de célula? Algumas pessoas vivem isoladas do convívio da igreja local, porqeu não querem ser descobertas. Estão vivendo escondidas e isso evidencia pecado.
As poucas vezes que vemos Deus pedindo para homens ficarem a sós, é para oração e saantificação, nunca para fuga e isolamento.
Isolamento é sinal de orgulho!
Nós somos seres relacionais, devemos ser como pontes, ligando-nos, criando conexões uns com os outros.
As pessoas que decidem viver isoladas, ao invés de contruir pontes, constroem muros em volta de sí. Estes fogem do propósito eterno de Deus que é relacionar.

3) Eles viviam desprotegidos! v. 10, v. 28
"Quando lá chegardes, achareis um povo confiado..." v. 10
"Ninguém houve que os livrasse, porquanto estavam longe de Sidom e não tinham trato com ninguém" v. 28

Não faziam questão de fechar as portas da cidade! Quando alguém chegava em Laís, sempre encontrava as portas da cidade abertas! Eles achavam que nunca nada de mal iria acontecer. Sabe aquele sentimento do tipo: "Eu jamais pensei que isso poderia acontecer comigo!"
"Quando andarem dizendo: Paz e segurança, eis que lhes sobrevirá repentina destruição, como vêm as dores de parto à que está para dar à luz; e de nenhum modo escaparão." 1Ts 5:3
Em Mateus 26:41, o Senhor Jesus alerta a igreja: "Vigia e orai, para que não entreis em tentação: na verdade, o espírito está pronto, mas a carne é fraca."
Podemos ler também em Lucas 21:36:
"Vigiai, pois, a todo tempo, orando, para que possais escapar de todas estas coisas que têm de suceder e estar em pé na presença do Filho do Homem."
E na carta de Paulo aos Efésios 4:27 a Palavra do Senhor relata: Não deis lugar ao diabo. Isto porque em I Pedro 5.8, 9 está escrito: "Sede sóbrios e vigilantes. O diabo, vosso adversário, anda em derredor, como leão que ruge procurando alguém para devorar; 9 resisti-lhe firmes na fé, certos de que sofrimentos iguais aos vossos estão-se cumprindo na vossa irmandade espalhada pelo mundo."
Amado, você já presenciou o ataque de um leão faminto a sua presa? A palavra relata exatamente assim a atuação de satanás, nosso inimigo.
Para que ter proteção espiritual? Não podemos viver assim! Eram tranqüilos. Não havia quem lhes oprimisse. Eram prósperos e tudo estava indo bem!

4) Viviam sem cobertura espiritual! v. 28
"Nenhuma autoridade havia que, por qualquer coisa, o oprimisse; também estava longe dos
sidônios e não tinha trato com nenhuma outra gente." v. 28

Eles viviam sem governo! Não prestavam conta a nenhuma autoridade. Porque eu preciso que alguém me dê cobertura espiritual, está tudo tão bem. Na minha vida ninguém se mete, na minha igreja ninguém se mete. Eles não sentiam falta de nenhuma autoridade! Eram totalmente independentes!
"Obedecei aos vossos guias e sede submissos para com eles; pois velam por vossa alma, como quem deve prestar contas, para que façam isto com alegria e não gemendo; porque isto não aproveita a vós outros." Hb 13:17
Eles foram vencidos facilmente por 600 homens. v. 27 Como enfrentar esse problema?
Não foram 6.000 mil homens, foram apenas 600. Eles entraram e acabaram com tudo. A surpresa desagradável apareceu de repente. Esse é o retrato de quem vive isolado, acomodado, desguarnecido, sem proteção espiritual.
Para que contar essa história? Para termos uma compreensão de como o mundo vive hoje e como igreja deve lutar contra tudo isso. Isso tem acontecido no mundão ai fora. É por isso que depressão é uma das maiores pragas, desgraças nos dias de hoje. O mundo virtual é muito convidativo e há muitas pessoas mergulhando fundo neste mundo hoje, onde não se olha no olho, onde não se sente o calor humano, não se escuta o bater do coração. Tudo muito longe, tudo muito superficial.

A Solução é Olhar para o Coração de Deus!
O que queima no coração de Deus? Estabelecer seu reino através da vida de cada seguidor! Através da igreja! Através das pessoas cumprindo o propósito eterno de Deus!
Onde pisamos, o reino está entrando!
O coração do reino é a Igreja local. Ela é Corpo de Cristo! Igreja é o remédio para acomodação, frieza, mornidão quando fazemos parte ativamente dos alvos, projetos, etc. da igreja. Todos nós fomos chamados por Deus para fazer parte ativamente do corpo de Cristo e assim estabelecer seu reino na terra.

O coração da igreja local e a célula! Célula nunca sai da moda! É a melhor ponte de transição para consolidar alguém! É nas células que conseguimos vencer a barreira do isolamento. Nas células vencemos nossas guerras com mais facilidade:
"Cinco de vós perseguirão a cem, e cem dentre vós perseguirão a dez mil; e os vossos inimigos cairão à espada diante de vós." Levítico 26:7
O coração da célula e discipulado um a um! Nós precisamos aprender colocar o foco naquilo que é prioridade para Deus. Jesus investiu a maior parte de sua vida no discipulado! Ele morreu por toda a humanidade, porém, enquanto viveu aqui na terra, orou para saber quais seriam as doze pessoas que ele iria gastar sua vida estando com eles diariamente discipulando. Eclesiastes 4.9-11. Uma das primeiras frases de Deus na criação: Gênesis 2:18 Disse mais o SENHOR Deus:
"Não é bom que o homem esteja só." Gn 2:18
Conclusão: Os males da solidão

Pesquisa aponta que viver isolado faz tão mal a uma pessoa quanto fumar 15 cigarros por dia. Nós não aceitamos este estilo de vida, pois o fim sempre é o mesmo: derrota. Por isso cremos que caminhamos na direção certa quando ensinamos que cada crente deve ter um bom acompanhamento espiritual através do discipulado, célula e igreja do Senhor Jesus.

Nenhum comentário:

Postar um comentário