Pular para o conteúdo principal

Guarde o que tens! Mt 25:1-13. Pra. Silvana Araújo - Culto de Celebração - 22/07/12

1 Então, o reino dos céus será semelhante a dez virgens que, tomando as suas lâmpadas, saíram a encontrar- se com o noivo. 2 Cinco dentre elas eram néscias, e cinco, prudentes. 3 As néscias, ao tomarem as suas lâmpadas, não levaram azeite consigo; 4 no entanto, as prudentes, além das lâmpadas, levaram azeite nas vasilhas. 5 E, tardando o noivo, foram todas tomadas de sono e adormeceram. 6 Mas, à meia- noite, ouviu- se um grito: Eis o noivo! Saí ao seu encontro! 7 Então, se levantaram todas aquelas virgens e prepararam as suas lâmpadas. 8 E as néscias disseram às prudentes: Dai- nos do vosso azeite, porque as nossas lâmpadas estão- se apagando. 9 Mas as prudentes responderam: Não, para que não nos falte a nós e a vós outras! Ide, antes, aos que o vendem e comprai- o. 10 E, saindo elas para comprar, chegou o noivo, e as que estavam apercebidas entraram com ele para as bodas; e fechou- se a porta. 11 Mais tarde, chegaram as virgens néscias, clamando: Senhor, senhor, abre- nos a porta! 12 Mas ele respondeu: Em verdade vos digo que não vos conheço. 13 Vigiai, pois, porque não sabeis o dia nem a hora. Matheus 25:1-13

Introdução: Em tempos em que muito se ouve falar de prosperidade, curas, milagres, libertação; pouco se ouve falar sobre a volta de Jesus.

Confesso que gostaria de compartilhar uma Palavra que falasse sobre essas coisas, pois Deus e Poderoso pra fazer tudo isso, porém a palavra que queima em meu coração fala acerca da vigilância.

Explicando a Parábola

Essa parábola nos fala de dez virgens, cinco loucas e cinco prudentes, que saem ao encontro do noivo. Cada uma leva consigo uma lâmpada acesa. O noivo demora a chegar, elas adormecem. Diz o texto que a meia noite alguém grita: o noivo chegou! As lâmpadas das virgens loucas, se apagam. Elas pedem azeite para as virgens prudentes, que por sua vez negam-se em dar-lhes de seu azeite, e manda-lhes comprar. Elas se afastam das prudentes, em busca de azeite. Ao retornarem, o noivo havia acolhido as cinco virgens prudentes, deixando as virgens loucas de fora.

As virgens representam todos os crentes.

Muitos comentaristas e pregadores ensinam que as virgens néscias (loucas) são não salvos.

A Bíblia jamais usa a expressão virgem para se referir ao ímpio pecaminoso. Podemos dizer que elas eram crentes pelos seguintes motivos:

1. As cinco eram noivas virgens. Essa questão nunca é colocada em dúvida.

2. Todas foram encontrar-se com o noivo. Já estavam aguardando a volta do noivo.

3. O grito foi para todas as virgens.

4. O Senhor mandou vigiar indicando que a parábola é para crentes. Deus só pode dar direções para seus filhos.

A parábola das dez virgens fala sobre o reino Deus.

O outro aspecto que precisa ficar claro é que a ênfase da parábola não é a salvação do indivíduo do inferno, mas o Reino do Senhor Jesus Cristo. Tanto esta parábola como a dos talentos (também o capítulo de Mateus 25) falam acerca do Reino de Deus, do galardão que receberemos se formos aprovados pelo Senhor.

Mateus 25 no primeiro verso diz: ENTÃO o reino dos céus será semelhante a dez virgens que, tomando as suas lâmpadas, saíram ao encontro do esposo.”

Podemos dizer que, na igreja, há dois tipos de crentes:

1. Prudente (crente vencedor, este herdara o reino).

2. Néscio (crente derrotado, este ouvira: não vos conheço).

O que significa os termos usados nesta parábola?

O noivo: É Cristo. Sua chegada, representa as bodas do Cordeiro, a segunda vinda à terra: "Regozijemo-nos e alegremo-nos, e demos-lhe glória, porque vindas são as bodas do Cordeiro, e já a sua esposa se aprontou". Ap 19:7

As Virgens: Representam a noiva ou a igreja: "Porque estou zeloso de vós, com zelo de Deus; porque vos tenho preparado para vos apresentar como virgem pura a um marido, a saber, a Cristo". IICor 11:3

As Lâmpadas: Representam a vida, o espírito: "E a seu filho darei uma tribo: Para que Davi, meu servo, sempre tenha uma lâmpada diante de mim em Jerusalém, a cidade que escolhi para por ali o meu nome". I Reis 11:36

O Azeite: É O Espírito Santo de Deus. A Unção que mantêm acessa a lâmpada: "Tu, pois, ordenarás aos filhos de Israel que te tragam azeite puro de oliveira, batido, para o candeeiro, para fazer arder as lâmpadas continuamente". Ex 27:20

Qual e a diferença entre as virgens prudentes e as nescias?

As virgens prudentes além da lâmpada acesa, tinham também azeite sobrando.

As Virgens Loucas não vigiaram. Ao partirem ao encontro do esposo, carregavam lâmpadas acesas, mas com a demora do esposo, e por que não tinham azeite adicional, suas lâmpadas apagaram (v8).

Elas não tiveram suprimento suficiente para evitar a "morte" da lâmpada.

O problema de muitos crentes:

1. Acham que o azeite nunca irá acabar.

Por conta disso não nutrem sua vida espiritual. Não oram, não jejuam, não leem a Bíblia e por ai vai.

2. Cansaram de esperar.

São como as virgens loucas, que se cansaram e adormeceram. Acostumaram a ouvir sobre a vinda de Cristo. (Ouço falar disso desde da minha infância, desde a minha conversão).

No inicio do Cristianismo, os crentes da igreja primitiva almejavam pela volta de Cristo, podemos ver nas letras dos hinos, o desejo que eles tinham. Com o passar dos tempos isso foi se esfriando, hoje quase não ouvimos falar da volta de Jesus.

Não nos esqueçamos do que Jesus disse: "Eis que venho sem demora..."

É triste ver pessoas que estiveram com a gente, e que foram vencidas pelo cansaço, hoje desviadas do caminho, derrotadas por pura falta de vigilância.

3. Acham que a vinda de Cristo vai demorar.

Jesus disse que só voltaria, depois que o evangelho fosse pregado em todo o mundo. Por isso deixam tudo pra depois. Exempôo: Depois eu oro, depois eu consagro, depois eu peço perdão, depois eu falo do amor de Deus, depois eu multiplico o meu talento, depois eu aceito Jesus.

Amados todos os sinais que falam sobre a volta de Cristo já se consumaram. Com a tecnologia até os lugares mais remotos tem acesso a informação. Exemplo: Tribo indígena.

Quem pode nos afirmar que o evangelho já não alcançou o mundo, ou esta perto de alcançar!

4. Acham que nunca vão morrer. (Que isso pastora ta me agorando?)

Jesus disse que os nossos dias de vida estão contados, e não podemos acrescentar um côvado sequer. Agora estamos vivos, daqui a pouco não sabemos se estaremos!

A Bíblia diz que a nossa vida é como fumaça que aparece e logo se dissipa.

Devemos viver os nossos dias como se fosse o ultimo, não devemos acumular pendências, nem tarefas achando que teremos muito tempo para resolvê-las. O que o Espírito Santo lhe pedir pra fazer hoje, faça hoje pois amanhã pode ser tarde.

5. Estão traindo o noivo.

As virgens loucas usavam aliança de noivado, porém, o relacionamento para com o noivo, não era fiél e verdadeiro. Começaram com azeite, mas não se esforçaram em mantê-lo até o casamento.

Muitos crentes estão entrando por esse caminho quando não obedecem a voz de Deus, sabem o que devem fazer e não fazem. Devemos ser autênticos, ou somos crentes ou não somos! Não tem negocio com o mundo, alguns dizem: É só uma musiquinha, é só uma festinha, é só uma cervejinha, um cigarrinho, uma ficadinha. Não existe isso, ou é ou não é! É quente ou é frio! É sim, sim, ou não, não!

As virgens prudentes quiseram agradar ao noivo, não as colegas loucas

Estavam mais interessadas em encontrar O Noivo, não em agradar suas colegas loucas. Negaram azeite para elas, pois essa foi a vontade do noivo. Cada um de nós dará conta de si mesmo para Deus. Se nós nos importamos em fazer apenas a vontade dos homens, estaremos desagradando a Deus.

"Todo aquele, pois, que ouve estas minhas palavras e as pratica, assemelhá-lo-ei ao homem prudente..." Mt 7:24.

Precisamos escolher em que grupo queremos estar: No das loucas, ou das prudentes. Se nos acomodarmos ao pouco azeite, não buscarmos abastecimento constante, morreremos.

Precisamos de mais óleo, mais azeite. (Não vai dar pra pegar emprestado)

"E as néscias disseram às prudentes: Dai-nos do vosso azeite, porque as nossas lâmpadas estão-se apagando. 9 Mas as prudentes responderam: Não, para que não nos falte a nós e a vós outras! Ide, antes, aos que o vendem e comprai-o. Mt 25:8-9

As loucas esperavam ser aprovadas, com azeite alheio? Sem esforço? O azeite não é de graça. Não é fácil e nem barato conseguí-lo. Existe todo um processo para sua obtenção. A negação das prudentes, tem um significado muito especial e não é mesquinho: "o julgamento sera individual" Lembre-se que "Cada um dará conta de si mesmo a Deus". Rm 14:12

Deus não quer que pereçamos, por isso esta Palavra vem para nos alertar.

Não sejamos como os que dormem, mas que sejamos prudentes levando sempre azeite em nossas vasilhas para encontrarmos o noivo Jesus.

Devemos nos encher do Espírito Santo, essa busca deve ser constantes temos que nos encher todos os dias.

"Hoje é o dia para o arrependimento" (Hb 3:15).

Nós sabemos quando estamos ou não, supridos de azeite.

Não olhemos para a lâmpada alheia, achando que ela irá nos salvar.

Adquiramos nosso próprio azeite: Arrependimento, confissão, obediência, comunhão. Assim, a luz não se apagará.

"Vigiai, pois, porque não sabeis o dia nem a hora em que o Filho do Homem há de vir" Mt 25:13.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O poder de crer e confessar. Parte 2. Pr. Edenir Araújo - Culto de Celebração - 04/09/16

Entendendo a fé...
1. A fé é um espírito (2Co 4:13)
“Tendo, porém, o mesmo espírito da fé, como está escrito: Eu cri; por isso, é que falei. Também nós cremos; por isso, também falamos...”. 2Co 4:13
Veja que a fé não é questão de fórmula, mas de espírito. Paulo diz que temos o mesmo espírito de fé de Abraão, Moisés ou Davi. Sendo a fé um espírito, ela é contagiosa e por isso pode se espalhar. Você deve se lembrar do dia em que os doze espias foram enviados para espiar a terra de Canaã. Depois de quarenta dias, eles voltaram e dez deles disseram:
“Não podemos conquistar essa terra. As muralhas são muito largas, os gigantes, muito altos, e nós somos muito pequenos”. Mas dois deles, Josué e Calebe, disseram: “Vamos conquistar a terra, como pão, os podemos devorar; retirou-se deles o seu amparo; o SENHOR é conosco; não os temais”. Nm 14:9
Toda a nação acreditou nos dez espias e, por causa disso, morreram no deserto; mas, a respeito de Calebe, o Senhor disse que nele havia um espírito difer…

Destruindo os inimigos das nossas orações. Dn 10:12-13. Parte 2. Pr. Edenir Araújo - Culto de Celebração - 13/08/16

"12 Então, me disse: Não temas, Daniel, porque, desde o primeiro dia em que aplicaste o coração a compreender e a humilhar-te perante o teu Deus, foram ouvidas as tuas palavras; e, por causa das tuas palavras, é que eu vim. 13 Mas o príncipe do reino da Pérsia me resistiu por vinte e um dias; porém Miguel, um dos primeiros príncipes, veio para ajudar-me, e eu obtive vitória sobre os reis da Pérsia.” Dn 10:12-13
Por que temos tanta dificuldade para orar?
Eu creio que todos temos ideia de quanto a oração é importante pelo grau de dificuldade que sempre enfrentamos para orar. O nosso inimigo vai lutar de todas as formas para impedir que nossas orações cheguem ao trono do Pai. Ele vai tentar colocar barreiras que vão tentar invalidar nossas orações, para que a nossa oração não seja ouvida pelo Senhor. Precisamos remover então essas barreiras para o êxito na nossa oração.
Guarde essa verdade: O diabo e os demônios não querem que você ore! Eles sempre se oporão a você, pois sabem melhor d…

Ore até que algo aconteça! Is 62:6-7. Pr. Edenir Araújo - Culto de Celebração - 24/07/16

“6 Sobre os teus muros, ó Jerusalém, pus guardas, que todo o dia e toda a noite jamais se calarão; vós, os que fareis lembrado o Senhor, não descanseis, 7 nem deis a ele descanso até que restabeleça Jerusalém e a ponha por objeto de louvor na terra.”  Is 62:6,7
Introdução
Toda ação sobrenatural de Deus é precedida de oração. As chuvas de bênçãos não caem sem que antes nossos joelhos se dobrem. Deus não sarará a nossa terra sem que primeiro seu povo se humilhe e ore fervorosa e perseverantemente. (2Cro 7:14)
Jonathan Edwards, o clássico teólogo do avivamento disse: “Quando Deus tem algo muito grande para realizar em favor da igreja, o desejo dele é que esse seu ato seja precedido por orações extraordinárias do seu povo.”
Muitos cristãos estão vivendo tempos de estiagem e sequidão, porque não oram. Alguém me disse: Pastor Edenir, em minha igreja a reunião de oração está em estado de coma, está na UTI prestes a morrer. Os irmãos andam muito ocupados para ocupar-se com Deus em oração.
Não pode…