Pular para o conteúdo principal

Atos, uma história inacabada! Parte 2 - Atos 28:30-31. Pr. Edenir Araújo - Culto de Celebração - 29/03/15

“Por dois anos, permaneceu Paulo na sua própria casa, que alugara, onde recebia todos que o procuravam, pregando o reino de Deus, e, com toda a intrepidez, sem impedimento algum, ensinava as coisas referentes ao Senhor Jesus Cristo.” Atos 28:30-31

Introdução

Existem momentos em meu ministério pessoal que me sinto impelido a estudar de maneira sistemática assuntos pertinentes à vida prática da igreja. Acredito que estou num desses momentos. Na verdade, não tenho feito outra coisa a não ser pensar em como fazer a igreja crescer. Eu continuo crendo que na igreja local está a resposta para todos os nossos problemas. Você talvez esteja pensando que eu estou equivocado por fazer tal afirmação, argumentando que as respostas que precisamos estão na Palavra infalível de Deus. Ok! Creio nisso de todo o meu coração. Mas não existe como praticar a Palavra de Deus sem participar da vida prática de uma igreja local.

Acredito que só através dos Santos que se reúnem regularmente, a exemplo do que estamos fazendo hoje nas celebrações e células, nossas famílias e sociedade podem ser transformadas. Bill Hybels, pastor da Saddleback Church uma das maiores igrejas dos estados Unidos, disse que “a igreja local é a salvação do mundo”. Eu creio nisso!

Por essa e outras razões ligadas a edificação da igreja local, comecei a ler o livro de Atos e observar 
como a igreja primitiva se comportava. Todavia, enfatizo que não busco uma igreja perfeita no livro de Atos, pois sei que não há perfeição onde homens imperfeitos estão relacionando. Todavia, reconheço que Atos dos Apóstolos é um livro que nos apresenta uma igreja gloriosa em poder e amor por Jesus. Assim, eu gostaria de continuar falando e descobrindo as riquezas que o livro de Atos reserva para nós.

Um livro inacabado

O livro de Atos termina no Capítulo 28:31 de uma forma intrigante. Não existe uma conclusão, um epílogo, uma saudação final. Simplesmente, a narrativa é interrompida com a informação de que havendo chegado a Roma, Paulo instalou-se numa casa alugada, onde esteve confinado num tipo de “prisão domiciliar”, ficando permanentemente vigiado pela guarda imperial, por um período de dois anos.

Simplesmente, a história de Atos não tem um final. Sendo o ministério do apóstolo Paulo de levar o Evangelho do Reino para outras regiões geográficas fora da Palestina, a narrativa é suspensa quando da chegada de Paulo à capital do Império Romano. Por que razão Lucas, o médico missionário e autor deste livro, suspendeu a narrativa desta forma?

Diante das tantas suposições propostas, uma coisa é certa; o livro de Atos não cessou no capítulo 28, porque está sendo escrito até nos dias de hoje por cada um de nós, discípulos do Senhor. Nós somos um capítulo vivo deste “inacabado” livro. O livro de Atos está sendo escrito nos dias de hoje por cada um de nós que entendeu o propósito ou razão de sua vida cristã. Obviamente, nossas histórias não farão parte do cânon bíblico porque é a parte da história que nós estamos escrevendo com nossa participação na pregação e na conquista das vidas para o Reino do Deus. É para esse grupo de pessoas que hoje em dia estão escrevendo a continuação do livro de Atos que Jesus garantiu: “as portas do Inferno não prevalecerão contra a igreja”. Mt 16:18

O inferno pode resistir e se opor ferozmente contra um cristão, mas não pode prevalecer contra a igreja! Atos é um chamado para edificarmos igreja no padrão de Cristo.
Entendemos assim, que a forma como o Livro de Atos termina é proposital para nos mostrar que a história da igreja não está encerrada, ela continua agora com a nossa participação. Nós somos a continuação do livro de Atos, e edificar a igreja de Jesus nessa geração é a nossa comum responsabilidade.

Atos dos apóstolos divide a história

O livro de Atos vem logo após os evangelhos e antes das epístolas Paulinas e também antes de Apocalipse que também é uma carta para a igreja. Podemos dizer Atos é para a igreja, como uma espinha dorsal do nosso corpo. A espinha dorsal serve de sustentação, mas também divide o corpo de um lado para o outro, e ao mesmo tempo que divide, é onde tudo parece convergir. Assim também podemos comparar o livro de Atos na palavra de Deus. Ilustrando, podemos dizer que se a coluna de uma pessoa é fraca, todo o corpo dessa pessoa é fraco. Se não tivermos um compreensão exata da palavra a respeito da igreja e em especial do livro de Atos, teremos um grande problema no processo de edificação da igreja.

Seu autor

Considerando a autoria de Lucas, Atos dos apóstolos é uma continuação do evangelho de Lucas. Os dois livros foram escritos pelo mesmo autor para um homem chamado Teófilo. 
1 Escrevi o primeiro livro, ó Teófilo, relatando todas as coisas que Jesus começou a fazer e a ensinar 2 até ao dia em que, depois de haver dado mandamentos por intermédio do Espírito Santo aos apóstolos que escolhera, foi elevado às alturas. 3 A estes também, depois de ter padecido, se apresentou vivo, com muitas provas incontestáveis, aparecendo-lhes durante quarenta dias e falando das coisas concernentes ao reino de Deus.” At 1:1-3

Quem era Teófilo?

Possivelmente era alguém importante pelo adjetivo proposto. Não precisamos aprofundar sobre a pessoa de Teófilo, pois não temos muitas informações sobre sua origem e seu fim, mas podemos falar de seu nome. “Teo” significa Deus, enquanto que “Filo” vem de “Fileo” que é uma das traduções de amor. Teófilo significa “Amado de Deus”. Será que podemos dizer que as revelações são para os amados ou amigos de Deus? Acredito que sim!
Jesus, esteve limitado como Emanuel.

Como mencionei anteriormente, no livro de Atos, vemos uma continuidade do que Jesus começou nos evangelhos. Nos evangelhos, Jesus está limitado por sua condição física, mas em Atos, Ele é o Espírito derramado sobre os discípulos em Jerusalém com poder ilimitado para cumprir o propósito do Pai. Nos evangelhos, Deus assume a forma de homem em um corpo físico, e assim opera muitos milagres. Em Atos, Deus continua agindo por meio de um corpo, só que agora formado por muitos homens, que são membros do corpo de Cristo. Nos Evangelhos, Jesus estava de certa forma “limitado” por sua humanidade, mas agora em Atos, o mesmo Jesus tornou-se Deus em nós. Por isso Jesus disse: “Em verdade, em verdade vos digo que aquele que crê em mim fará também as obras que eu faço e outras maiores fará, porque eu vou para junto do Pai.” Jo 14:12

A igreja precisa crescer!

A igreja precisa crescer porque a mesma é um corpo e corpo saudável cresce. Um corpo somente não cresce quando padece de grave enfermidade. Existem doenças próprias que impedem o avanço e o crescimento de um corpo. São anomalias, patologias, e nunca modelos ideais e sãos. Se uma igreja não cresce, de um modo semelhante, ela também padece de enfermidade. Uma igreja que não cresce sofre por causa de alguma anomalia. Algo que foge ao padrão natural, pois é natural que uma Igreja cresça. Não queremos de modo algum atrelar o crescimento da igreja apenas à questão dos números, da quantidade, queremos entender e adotar o crescimento como uma necessidade qualitativa do corpo de Cristo.

Precisamos crescer em tudo, em todas as direções, em todas as dimensões, em todos os propósitos. Isso é expressão de um crescimento saudável. A igreja precisa crescer porque o seu crescimento, se saudável, glorificará a Jesus e alcançará muitas vidas. Jesus insistiu: “Nisto é glorificado meu Pai, em que deis muito fruto; e assim vos tornareis meus discípulos.” Jo 15:8

Uma obra maior

Por que Jesus disse que obras maiores faremos? Porque o corpo cresceu! Porque somos muitos! Mas ao mesmo tempo um no Senhor. Esse é um forte e irrefutável motivo para fazermos crescer a igreja. Cristo está crescendo e se tornando cada vez maior em milagres a cada pessoa que é enxertada nesse corpo. Por essa mesma razão, em Atos não há limites para o que os discípulos decidem fazer em nome de Jesus. A história de Atos dos apóstolos é muito entusiasmante e motivadora para os que querem servir a Deus nos dias de hoje no padrão do vencedor. Não queremos, contudo o que está sendo dito, passar a ideia de que a igreja primitiva era perfeita, mas tê-la como um referencial de dedicação e amor pela obra de Jesus. Olhando para os irmãos da igreja relatada em Atos e a maneira como expressavam a vida da Deus, podemos aprender mais sobre como edificar uma igreja gloriosa e prevalecente na nossa geração.

Tenhamos um coração simples, esfomeado e sedento pela palavra de Deus!

Como você vê a igreja de hoje em comparação com a igreja relatada em Atos?

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O poder de crer e confessar. Parte 2. Pr. Edenir Araújo - Culto de Celebração - 04/09/16

Entendendo a fé...
1. A fé é um espírito (2Co 4:13)
“Tendo, porém, o mesmo espírito da fé, como está escrito: Eu cri; por isso, é que falei. Também nós cremos; por isso, também falamos...”. 2Co 4:13
Veja que a fé não é questão de fórmula, mas de espírito. Paulo diz que temos o mesmo espírito de fé de Abraão, Moisés ou Davi. Sendo a fé um espírito, ela é contagiosa e por isso pode se espalhar. Você deve se lembrar do dia em que os doze espias foram enviados para espiar a terra de Canaã. Depois de quarenta dias, eles voltaram e dez deles disseram:
“Não podemos conquistar essa terra. As muralhas são muito largas, os gigantes, muito altos, e nós somos muito pequenos”. Mas dois deles, Josué e Calebe, disseram: “Vamos conquistar a terra, como pão, os podemos devorar; retirou-se deles o seu amparo; o SENHOR é conosco; não os temais”. Nm 14:9
Toda a nação acreditou nos dez espias e, por causa disso, morreram no deserto; mas, a respeito de Calebe, o Senhor disse que nele havia um espírito difer…

Destruindo os inimigos das nossas orações. Dn 10:12-13. Parte 2. Pr. Edenir Araújo - Culto de Celebração - 13/08/16

"12 Então, me disse: Não temas, Daniel, porque, desde o primeiro dia em que aplicaste o coração a compreender e a humilhar-te perante o teu Deus, foram ouvidas as tuas palavras; e, por causa das tuas palavras, é que eu vim. 13 Mas o príncipe do reino da Pérsia me resistiu por vinte e um dias; porém Miguel, um dos primeiros príncipes, veio para ajudar-me, e eu obtive vitória sobre os reis da Pérsia.” Dn 10:12-13
Por que temos tanta dificuldade para orar?
Eu creio que todos temos ideia de quanto a oração é importante pelo grau de dificuldade que sempre enfrentamos para orar. O nosso inimigo vai lutar de todas as formas para impedir que nossas orações cheguem ao trono do Pai. Ele vai tentar colocar barreiras que vão tentar invalidar nossas orações, para que a nossa oração não seja ouvida pelo Senhor. Precisamos remover então essas barreiras para o êxito na nossa oração.
Guarde essa verdade: O diabo e os demônios não querem que você ore! Eles sempre se oporão a você, pois sabem melhor d…

Ore até que algo aconteça! Is 62:6-7. Pr. Edenir Araújo - Culto de Celebração - 24/07/16

“6 Sobre os teus muros, ó Jerusalém, pus guardas, que todo o dia e toda a noite jamais se calarão; vós, os que fareis lembrado o Senhor, não descanseis, 7 nem deis a ele descanso até que restabeleça Jerusalém e a ponha por objeto de louvor na terra.”  Is 62:6,7
Introdução
Toda ação sobrenatural de Deus é precedida de oração. As chuvas de bênçãos não caem sem que antes nossos joelhos se dobrem. Deus não sarará a nossa terra sem que primeiro seu povo se humilhe e ore fervorosa e perseverantemente. (2Cro 7:14)
Jonathan Edwards, o clássico teólogo do avivamento disse: “Quando Deus tem algo muito grande para realizar em favor da igreja, o desejo dele é que esse seu ato seja precedido por orações extraordinárias do seu povo.”
Muitos cristãos estão vivendo tempos de estiagem e sequidão, porque não oram. Alguém me disse: Pastor Edenir, em minha igreja a reunião de oração está em estado de coma, está na UTI prestes a morrer. Os irmãos andam muito ocupados para ocupar-se com Deus em oração.
Não pode…