20190605

Espírito Santo, O Espírito do Descanso – Parte 2. Pr. Edenir Araújo - Culto de Celebração - 02/06/19


“25 Isto vos tenho dito, estando ainda convosco; 26 mas o Consolador, o Espírito Santo, a quem o Pai enviará em meu nome, esse vos ensinará todas as coisas e vos fará lembrar de tudo o que vos tenho dito.”    Jo 14:25-26

“26 Quando, porém, vier o Consolador, que eu vos enviarei da parte do Pai, o Espírito da verdade, que dele procede, esse dará testemunho de mim; 27 e vós também testemunhareis, porque estais comigo desde o princípio.” Jo 15:26-27

A missão de todos os cristãos e levar adiante a mensagem do evangelho. Num mundo cada vez mais carente do amor de Deus, faz-se necessária a presença dos cristãos para serem luz do mundo. Porém, essa obra não é humana, é celestial.

A causa do estresse e cansaço que muitos de nós estamos experimentando não se da porque a vida cristã é ruim ou estamos em pecado, isso já foi resolvido na cruz. Acredito que o maior problema que enfrentamos hoje é o esforço que estamos fazendo para executar uma obra que cabe a Deus fazer pelo seu Espírito.

O apóstolo Paulo disse:

“... ninguém pode dizer: Senhor Jesus! senão pelo Espírito Santo.” 1Co 12:3

O Espírito Santo deve ser para nós, a primeira pessoa motivadora que nos ajudará e fortalecerá na carreira cristã. O Espírito Santo é tão necessário para a vida cristã que antes de mandar a igreja para o mundo, Cristo mandou seu Espírito para a igreja. Essa ordem deve ser seguida; antes de me relacionar com os homens, devo me relacionar com Deus através do Espírito Santo.

Sem o Espírito Santo, nós não podemos fazer nada. O crente desprovido da influência do Espírito está sentenciado à frustração. Será impossível ao crente, amar, perdoar, suportar, encorajar, e principalmente orar se o Espírito não estiver atuante nele. Ele torna a fé dinâmica e nos dá compreensão exata da vontade de Deus. A luz só poderá brilhar e iluminar nossa compreensão acerca das coisas espirituais através do Espírito Santo. Como disse John Wesley, “Sem o Espírito de Deus não podemos fazer nada, a não ser acrescentar pecado sobre pecado”.

  • A aceitação de Jesus Cristo como Salvador e Senhor se dá apenas pela ação do Espírito Santo (Jo 16:18).
  • Na hora da tristeza e da angústia, o conforto que invade o nosso coração é uma ação direta do Espírito Santo (Rm 5:5).
  • A vida que flui nas palavras que pronunciamos aos aflitos, nos vem soprada pelo Espírito Santo, segundo a promessa de Jesus (Lc 12:12).
  • O arrependimento que envolve nossos corações e nos leva a orar a Deus confessando nossos pecados, é ação direta do Espírito Santo. Ele é quem nos convence do pecado, da justiça e juízo (Jo 16:8).
  • Ele nos ensina a orar, intercede por nós com gemidos inexprimíveis (Rm 8:26), nos conduz pelo solo seguro da oração. No tocante a oração, precisamos do Espírito Santo, tanto quanto nossos pulmões precisam de ar.
Ele é o nosso Ajudador!!!

Nós somos seres sociais e precisamos sempre da ajuda das pessoas que conosco convivem. Mas algo interessante que move as pessoas para nos ajudarem e também nos move para ajudarmos outras pessoas é o nível de intimidade e comunhão que temos com essa mesma pessoa. Às vezes não somos ajudados e nem somos motivados a ajudar quem não conhecemos.

“E da mesma maneira também o Espírito ajuda as nossas fraquezas; porque não sabemos o que havemos de pedir como convém, mas o mesmo Espírito intercede por nós com gemidos inexprimíveis.” Rm 8:26

Acredito que essa seja a causa de solicitarmos tão pouco a ajuda do Espírito Santo. Falta-nos tempo pra com Ele estarmos. Precisamos investir mais tempo para desfrutar da comunhão com Ele.

Sua comunhão é uma promessa

Menciono mais uma vez a benção tríplice de 2Co 13:14:

A graça do Senhor Jesus Cristo, e o amor de Deus, e a comunhão do Espírito Santo sejam com todos vós.” 2Co 13:13

A graça, o amor e a comunhão, são promessas para todos os cristãos. É fato que já experimentamos o amor de Deus quando fomos atraídos e perdoados por Ele. A sua graça nos alcançou, e diariamente somos garantidos para a eternidade por seu sacrifício. Minha pergunta é: Temos também experimentado comunhão diária com o Espírito Santo?

Não podemos rejeitar absolutamente nada que venha do alto. Cada uma das três pessoas da trindade tem seu meio de agir. Deus Pai nos amou, Deus Filho nos deu sua graça e o Deus Espírito nos oferece comunhão.

Desfrute diariamente da doce e maravilhosa comunhão do Espírito Santo, isso fará toda a diferença em sua vida.

Deus nos abençoe e agracie sempre em nome de Jesus!
“Sem o Espírito Santo de Deus não podemos fazer nada, a não ser acrescentar pecado sobre pecado”. John Wesley

“... ninguém pode dizer: Senhor Jesus! senão pelo Espírito Santo.” 1Co 12:3

O profeta Zacarias disse a Zorobabel:

“Não por força nem por poder, mas pelo meu Espírito, diz o Senhor dos Exércitos.” Zc 4:6

É com a ajuda do Espírito Santo que somos levados a orar de maneira santa e agradável. Aos Gálatas, Paulo escreveu:

“E, porque vós sois filhos, enviou Deus ao nosso coração o Espírito de seu Filho, que clama: Aba, Pai!” Gl 4:6

Na profecia Messiânica de Zacarias 12:10, o Espírito Santo nos é apresentado como Espírito de oração.

“E sobre a casa de Davi e sobre os habitantes de Jerusalém derramarei o espírito da graça e de súplicas.” Zc 12:10

"Também o Espírito, semelhantemente, nos assiste em nossa fraqueza; porque não sabemos orar como convém, mas o mesmo Espírito intercede por nós sobremaneira, com gemidos inexprimíveis." Rm 8:26

“E desse mesmo modo - pela nossa fé - o Espírito Santo nos ajuda em nossos problemas diários e em nossas orações. Nem mesmo sabemos por quais devemos orar, nem orar como devemos; o Espírito Santo, porém, ora por nós com tal sentimento que não pode ser expresso em palavras.” Rm 8:26 (Bíblia Viva)

Todos os dias por mais que consiga separar um tempo para orar, sinto que não consigo orar como deveria. Sempre quando decido orar, me sinto relutante quanto à permanência na oração, pois muitos pensamentos me atingem como mísseis vindos diretos do inferno para me tirarem o foco da oração a Deus. Coisas de todo tipo me afligem os pensamentos. Ao mesmo tempo em que estou orando, minha mente se dispersa, e começo ter “flashs” das tantas coisas e tarefas que preciso realizar. Esposa, filhos, discípulos, trabalho, igreja, contas a pagar, estudos, pregação, aconselhamento, reuniões, relatórios, são alguns dos tantos pensamentos que me invadem a mente. Tudo isso, me é suficiente para fazer sentir o quanto sou carnal. Nessa hora, lembro-me do Salmo 103 e oro como Davi, dando uma ordem para as minhas emoções, ordeno a minha alma a descansar no Senhor, dou ordem em nome de Jesus para tudo o que há em mim bendiga ao Senhor.

É exatamente neste ponto, quando encontro-me diante dessa bifurcação, que tenho de decidir clamar pelo auxílio do Espírito Santo, para me ajudar a orar. Faço isso primeiramente pedindo a Deus que pegue o meu coração e fixe-o n’Ele mesmo, em Cristo; e, quando meu coração está ali, peço a Deus que o mantenha ali.

A palavra “suplicas” no original é tachanuwn” que significa “suplica de favor ao homem”. Essa é a perfeita oração aceitável diante de Deus. O Espírito Santo quando está operando em nós através da oração está nos favorecendo.

Quantas vezes você foi orar e faltaram palavras? Acredite, todos os dias eu passo por isso.

Se quisermos ter sempre o que orar de acordo com a vontade de Deus, e acredito que você quer fazer isso, precisamos saber o que Deus está pensando e o que Ele quer que oremos. Na maior parte das vezes, não conseguimos perceber essas coisas, mas o Espírito Santo consegue, então, Ele intercede em nosso favor.

Quero dar sempre o meu melhor quando oro, mas minhas limitações naturais me impedem de alcançar de maneira plena o coração do Pai, meu consolo é saber que o Espírito Santo é o meu parceiro de oração, o meu Ajudador. Como diz o pastor David Young Cho, o Espírito Santo é nosso companheiro de todos os momentos e que está orando e intercedendo por nós.

Também sabemos pela Palavra de Deus que independentemente do que acontece em nossa vida, podemos confiar em Deus para fazer com que as coisas cooperem para o bem, desde que continuemos orando, amando a Deus e desejando a Sua vontade.

O texto no início dessa reflexão Romanos 8:26, é seguido por outro texto muito conhecido de Romanos 8:28, que diz: “E sabemos que todas as coisas contribuem juntamente para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados segundo o seu propósito”.

Deus enviou o Seu Espírito Santo para nos ajudar em tudo, mas principalmente na oração. Não há nenhuma situação em que Ele não possa fazer tudo cooperar para o bem. Quando orar, peça ao Espírito Santo para ajudá-lo. Ainda que você esteja em grande sofrimento e tudo o que consiga fazer é gemer, o Espírito Santo pode  articular isso da forma adequada para Deus e trazer a sua resposta. Você tem um Ajudador Divino, que está com você o tempo todo, portanto, certifique-se de chamar por Ele com frequência.

Vem Espírito Santo!

Deus nos abençoe e agracie sempre em nome de Jesus!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sabedoria para prosperar em tempos de abundantes chuvas. Pv 1:1-7; 20-33. Pr. Edenir Araújo - Culto de Celebração - 19/01/20

De 3 meses para cá, eu tenho descoberto uma fonte de vida inesgotável através da leitura do livro de provérbios. Eu penso que propositadam...